Quadro Eléctrico - Revisão

Local destinado a tópicos com temas não relacionados com as energias alternativas. Um local para se falar de tudo um pouco.




Autor do tópico
Goncaloc
Membro
Membro
Mensagens: 24
Registado: domingo nov 27, 2016 12:11 pm
Estado: Desligado

Quadro Eléctrico - Revisão

Mensagem por Goncaloc » segunda mai 08, 2017 4:14 pm

Boa tarde a todos!

Recentemente adquiri um imóvel de 2003 com os seguintes quadros eléctricos e circuitos.

Potência Contratada 3,45kVA
Contador ZIV 5CTME2C47730


CABOS
Diferencial EDP -> Interruptor Geral - cabo 6 mm2
Interruptor Geral -> Interruptor Garagem e 1 Andar, diferenciais - cabo 4 mm2
Tomadas - cabo 2,5 mm2
Iluminação - cabo 1,5 mm2

DIFERENCIAIS
Tomadas – 25A 300mA
Iluminação – 25A 300mA

Equipamentos
Placa de Indução - Teka IR6040 - 7200W – Quadro Principal - Ligado ao disjuntor da tomada Forno
Forno - Forno TEKA HS 720 - 2700W - Quadro Principal - Ligado ao disjuntor da tomada Forno
Autoconsumo - 500W - Quadro Principal - Ligado ao disjuntor da tomada Cozinha
Bomba da Piscina (futuro) – Quadro Principal - Ligada ao disjuntor da tomada Anexo
Portão - Marca Branca - 200W - Quadro Parcial (Garagem)

QUESTÕES:
A) Tomada Forno (Placa de Indução + Forno) Caixa de junção cerâmica
a. Seccção do Cabo: Alterar a secção para 4mm2 porque 6mm2 não acredito que seja possível. Verificação: Consigo passar uma guia de aço (tipo cabo de estendal) no tubo eléctrico que deverá ser VD16 com a terra, neutro e fase de 2,5mm2
b. Disjuntor: Com base nas regras devo colocar um disjuntor de 20A ou 25A para um cabo de seccao 4mm2, correcto? Vou optar pelo de 25A ficando preparado uma eventual subida da potência contratada para 5,75kVA. Correcto?
Conclusão para potências contratadas inferiores a 5,75kA não existe necessidade de passar 6 mm2 porque os de 4 mm2 aguentam 32A. Correcto?
Com base nas potências da placa de indução + forno (9900W) o indicado seria uma potência contratada de 45A, logo um cabo de secção 10A e disjuntor 63A.
Neste momento com a potência contratada de 3,45kVA a substituição do cabo para 4mm2 e disjuntor de 25A é um preciosismo porque o próprio contador da EDP dispara. Contudo vou proceder em conformidade porque nas regras da CERTIEL assim é indicado.
B) Disjuntor Magnétotérmicos C16
No seguimento do ponto A sobre a tomada Forno e o respectivo disjuntor C16. Constatei que consigo ter correntes superiores a 16A constantemente sem existir qualquer disparo e que se puxar uns 19A quem dispara é o contador. Penso que este funcionamento está correcto porque estes disjuntores só actuam perto do limiar de tolerância do cabo, ie, quando estão realmente quentes ou por curto circuito. Correcto?

Substituindo este disjuntor por um de 25A o comportamento do sistema continuará a ser o mesmo, correcto? O contador da EDP acaba por disparar e proteger o meu circuito. Caso tivesse uma potência contratada de 5,75kVA quem dispararia seria o diferencial de 25A, Correcto?

C) Diferenciais 300mA
a. Verifiquei que as regras mais recentes indicam que devem ser colocados diferenciais de 30mA para WC e circuitos no exterior. Estes diferenciais são apenas para os circuitos de tomadas ou iluminação também? Não me parece possível criar um circuito independente no quadro principal para este efeito porque não há espaço. Assim devo substituir todos os diferenciais por diferenciais de 30mA?

D) Tomada no WC junto ao lavatório
a. Esta tomada deveria ser IP44? Com tampa?

E) Intercomunicador (Transformador 230V – 12V)
a. Está correcto alimentar o transformador no disjuntor C10 de iluminação?
b. Ao armar o quadro caso este disjuntor esteja ON manda-me abaixo aleatóriamente os diferenciais das tomadas e ilumincação. Conseguem-me justificar este comportamento? Tenho 3 transformadores destes e todos com o mesmo impacto no sistema.

F) Alarme
a. Está correcto alimentar o alarme no disjuntor C10 da iluminação?

Obrigado
Anexos
IMG_0417.JPG
Quadro Principal
IMG_0416.JPG
Quadro Parcial - 1 Andar
IMG_0392.JPG
Quadro Parcial - Garagem



Quintas2
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 696
Registado: terça mar 03, 2015 4:11 pm
Estado: Desligado

Re: Quadro Eléctrico - Revisão

Mensagem por Quintas2 » terça mai 09, 2017 9:00 am

Não sou eletricista e pouco percebo de eletricidade. Há neste Fórum quem saiba responder com propriedade, mas são questões mais para um Fórum de eletricidade. Vou opinar apenas, mas penso que deverias falar com um eletricista credenciado, até porque estás a tentar deixar tudo bem feito.
Um conselho: tira fotos e anotações de tudo o que fores fazendo e abrindo; mais tarde, especialmente passando muitos anos, vai dar jeito, a ti ou a outros.
Goncaloc Escreveu:
segunda mai 08, 2017 4:14 pm
QUESTÕES:
A) Tomada Forno (Placa de Indução + Forno) Caixa de junção cerâmica
a. Seccção do Cabo: Alterar a secção para 4mm2 porque 6mm2 não acredito que seja possível. Verificação: Consigo passar uma guia de aço (tipo cabo de estendal) no tubo eléctrico que deverá ser VD16 com a terra, neutro e fase de 2,5mm2
Parece-me escasso, para 9900W (43A), fio de 2,5mm2. Fazes bem em alterar para 4mm2. Anota de forma visível no quadro, ao lado do disjuntor a espessura do cabo.
b. Disjuntor: Com base nas regras devo colocar um disjuntor de 20A ou 25A para um cabo de seccao 4mm2, correcto? Vou optar pelo de 25A ficando preparado uma eventual subida da potência contratada para 5,75kVA. Correcto?
Conclusão para potências contratadas inferiores a 5,75kA não existe necessidade de passar 6 mm2 porque os de 4 mm2 aguentam 32A. Correcto?
Com base nas potências da placa de indução + forno (9900W) o indicado seria uma potência contratada de 45A, logo um cabo de secção 10A e disjuntor 63A. Querias dizer 10mm2. Ninguém contrata potências a pensar que vai ligar tudo ao mesmo tempo. Se pensares que vais usar esses 9900W de uma vez, com 45A não te sobrava quase nada para o resto da casa.
Neste momento com a potência contratada de 3,45kVA a substituição do cabo para 4mm2 e disjuntor de 25A é um preciosismo porque o próprio contador da EDP dispara. Contudo vou proceder em conformidade porque nas regras da CERTIEL assim é indicado. A mim parece-me mais bom senso do que um preciosismo. E se o disjuntor não disparar por qualquer motivo? Tens é que ter cada circuito bem dimensionado.
B) Disjuntor Magnétotérmicos C16
No seguimento do ponto A sobre a tomada Forno e o respectivo disjuntor C16. Constatei que consigo ter correntes superiores a 16A constantemente sem existir qualquer disparo e que se puxar uns 19A quem dispara é o contador. Penso que este funcionamento está correcto porque estes disjuntores só actuam perto do limiar de tolerância do cabo, ie, quando estão realmente quentes ou por curto circuito. Correcto?

Substituindo este disjuntor por um de 25A o comportamento do sistema continuará a ser o mesmo, correcto? O contador da EDP acaba por disparar e proteger o meu circuito. Caso tivesse uma potência contratada de 5,75kVA quem dispararia seria o diferencial de 25A, Correcto?

C) Diferenciais 300mA
a. Verifiquei que as regras mais recentes indicam que devem ser colocados diferenciais de 30mA para WC e circuitos no exterior. Estes diferenciais são apenas para os circuitos de tomadas ou iluminação também? Não me parece possível criar um circuito independente no quadro principal para este efeito porque não há espaço. Assim devo substituir todos os diferenciais por diferenciais de 30mA? Tenho 2 quadros na casa (de1996). Num, está tudo (iluminação+tomadas+exterior) com 30mA. Noutro, só as tomadas e aquecimentos de WC e exteriores estão com 30mA, a iluminação WC = 300mA. Nas Regras Técnicas das Instalações Eléctricas de Baixa Tensão, vem tudo o que queres saber. Há lá um capítulo específico para "LOCAIS CONTENDO BANHEIRAS OU CHUVEIROS (CASAS DE BANHO)". São definidos vários volumes à volta dos chuveiros/banheiras. Consoante o volume em que estás (Volume 1 mais próximo, 2 a seguir, 3 mais afastado...) as restrições são diferentes. Vê um pequeno excerto:
"701.55.02 - No volume 1, só podem ser instalados aparelhos eléctricos de aquecimento de água, desde que os circuitos que os alimentem sejam protegidos por dispositivos diferenciais de corrente estipulada IΔN não superior a 30 mA.

701.55.03 - No volume 2, só podem ser instalados os equipamentos indicados nas alíneas seguintes: a) Aparelhos eléctricos de aquecimento de água, desde que os circuitos que os alimentem sejam protegidos por um dispositivo diferencial de corrente estipulada IΔN não superior a 30 mA; b) Aparelhos de iluminação, aparelhos de climatização ambiente, unidades para hidro-massagem (como, por exemplo, as unidades de ar comprimido), que satisfaçam às normas aplicáveis e a uma das condições seguintes: b1) Os equipamentos sejam da classe II de isolamento; b2) Os circuitos que alimentam os equipamentos da classe I de isolamento sejam protegidos por dispositivos diferenciais de corrente estipulada IΔN não superior a 30 mA."

Como vês, se o ponto de iluminação estiver no volume 2 poderá ser necessário 30mA.


D) Tomada no WC junto ao lavatório
a. Esta tomada deveria ser IP44? Com tampa? Vê nas Regras Técnicas; as minhas (construção 1996) são tomadas normais.


E) Intercomunicador (Transformador 230V – 12V)
a. Está correcto alimentar o transformador no disjuntor C10 de iluminação? Já me foi dito aqui no fórum que o disjuntor serve para proteger a fiação. Por aí, se ela for de 1,5mm2, estaria correto. Mas, se é um disjuntor dedicado a uma carga específica, penso que deve adaptar-se à mesma. No meu caso, a fiação é de 1,5mm2, mas o eletricista pôs disjuntores de 2A para as campainhas/intercomunicador, alarme e amplificador de imagem das Tvs.
b. Ao armar o quadro caso este disjuntor esteja ON manda-me abaixo aleatóriamente os diferenciais das tomadas e ilumincação. Conseguem-me justificar este comportamento? Tenho 3 transformadores destes e todos com o mesmo impacto no sistema. Parece-me estranho mandar a baixo diferenciais de iluminação e tomadas. Só deveria estar ligado a um deles, não? Não haverá um transformador avariado, a fazer curto-circuito? Uma campainha exterior com entrada de água? Porque não vês como estão ligados, a qual diferencial e vai desligando as coisas por partes ( por ex. um intercomunicador exterior primeiro) e vê o resultado, ou chama um eletricista.

F) Alarme
a. Está correcto alimentar o alarme no disjuntor C10 da iluminação? Ver acima, mas a minha central recomenda um disjuntor máximo de 3A e tenho de 2A.

Obrigado
Cumprimentos,
Quintas2


Autor do tópico
Goncaloc
Membro
Membro
Mensagens: 24
Registado: domingo nov 27, 2016 12:11 pm
Estado: Desligado

Re: Quadro Eléctrico - Revisão

Mensagem por Goncaloc » terça mai 09, 2017 12:44 pm

Obrigado pelo input Quintas.

Relativamente ao ponto F)b. o sintoma é o mesmo com 3 transformadores distintos com ou sem carga logo penso estar a excluir a campainha.

O disjuntor C10 esta ligado no quadro principal ao diferencial de 25A 300mA conforme a fotografia em anexo. No entanto vou fazef um doublecheck quando estiver a passar os cabos de 4mm2.

Entretanto surgiu-me uma questão relacionada com um possivel aumento de potencia. O pedido é efectuado à EDP Distribuição. Será necessário certificar a instalação eléctrica (Certiel)? Após realizar as mudanças propostas estou OK para uma eventual vistoria da Certiel?


jmlflorencio
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1643
Registado: segunda jan 26, 2015 1:05 am
Estado: Desligado

Re: Quadro Eléctrico - Revisão

Mensagem por jmlflorencio » terça mai 09, 2017 1:28 pm

Até 30A (6.9 kVA) não é necessária inspeção...


labutess
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 817
Registado: domingo set 09, 2012 2:42 pm
Estado: Desligado

Re: Quadro Eléctrico - Revisão

Mensagem por labutess » terça mai 09, 2017 9:10 pm

O maior problema que tens aí é a placa de indução e que tal substituir essa placa por uma de vidro cerâmica? Além de mudar a instalação tens de ter tachos e panelas proprias e ainda isso consome bué luz.

Avatar do Utilizador

serges
Administrador
Administrador
Mensagens: 15161
Registado: quinta mar 09, 2006 7:15 pm
Localização: Amadora
Estado: Desligado

Re: Quadro Eléctrico - Revisão

Mensagem por serges » terça mai 09, 2017 10:27 pm

Bolas, de indução para vitro cerâmica é de cavalo para burro...
Percebo que a iniciação tem sempre uma potência mais elevada mas depois abaixa imenso o consumo...
Isto é a minha opinião...
A vitro cerâmica é muito menos eficiente...
40595 a bordo de uma Vectrix.
Procuro pontos de carga para veículos eléctricos, contacte-me! 915001177
Mapa dos pontos de carga

Avatar do Utilizador

t3lmo
Moderador
Moderador
Mensagens: 2340
Registado: sábado nov 12, 2011 10:35 pm
Localização: Sintra
Estado: Desligado

Re: Quadro Eléctrico - Revisão

Mensagem por t3lmo » terça mai 09, 2017 11:52 pm

Placa de indução é do mais eficiente que existe para a função. Desde que aboli o gás não quero outra coisa.
e·carga   ekoway ML5000 Dez-2011 · 34.333km
             Outlander PHEV Dez-2014 · 60.000km
             Bmw C Evolution Set-2015 · 51.000km
             Peugeot iOn Jan-2017 · 40.000km


CrOhN
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1710
Registado: quarta jun 24, 2009 2:30 pm
Estado: Desligado

Re: Quadro Eléctrico - Revisão

Mensagem por CrOhN » quarta mai 10, 2017 8:53 am

X2!


Autor do tópico
Goncaloc
Membro
Membro
Mensagens: 24
Registado: domingo nov 27, 2016 12:11 pm
Estado: Desligado

Re: Quadro Eléctrico - Revisão

Mensagem por Goncaloc » quarta mai 10, 2017 10:50 am

Acabei de telefonar para a EDP Distribuição e a instalação eléctrica encontra-se certificada pela Certiel para 10,35kVA.

Esta informação levanta-me uma série de questões:
1 - Os quadros eléctricos devem estar montados antes da inspecção da Certiel, correcto?
1.a - Se sim, Verifico algumas não conformidades face à informação por eles disponibilidade e exigida.
NC1 - Disjuntor C10 para tomada "garagem" no quadro parcial - garagem
NC2 - Interruptores Diferenciais de 300mA para tomadas e iluminação tanto para WCs e exterior
NC3 - Cabo de secção 2,5mm2 para C16 "Forno" no quadro principal
NC4 - Tomadas nos WCs sem tampa/IP44

@jmlflorencio

Obrigado pelo feedback mas a EDP Distribuição diz-me que não carece de inspecção porque já estou certificado para 10,35kA inclusivé.

@labutess

Penso estar enganado. Basta uma pesquisa rápida no google para encontrar informações como por ex: http://www.portaldoelectrodomestico.com ... fault.aspx

Gostava de receber o vosso input relativamente ao meu post.

Penso que com as alterações referidas fico dentro da lei ou normas e preparado para uma subida da potência contratada de 5,75kVA. Estou certo?

Obrigado


mafgod
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 191
Registado: segunda nov 13, 2006 6:23 pm
Estado: Desligado

Re: Quadro Eléctrico - Revisão

Mensagem por mafgod » quarta mai 10, 2017 11:29 am

A respeito do ponto 1. nem sempre há inspeções ás instalações.
Por exemplo, o meu caso foi um deles.
Fez-se o pedido de inspeção á instalação mas a mesma passou administrativamente.
É mesmo assim, eles não fazem inspeções a todas as instalações.

É quase como o fiscal da câmara, nem todas as habitações são fiscalizadas pelo fiscal.


Quintas2
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 696
Registado: terça mar 03, 2015 4:11 pm
Estado: Desligado

Re: Quadro Eléctrico - Revisão

Mensagem por Quintas2 » quarta mai 10, 2017 11:54 am

Estás certificado para o aumento de potência que pretendes. Agora é andar p'rá frente e mudar aquilo que consideres realmente importante,
do pondo de vista da segurança.
Todas as 4 questões que pões abaixo são fáceis de alterar, se fazes questão, até por ti se te empenhares nisso. É uma questão de veres custos. Pessoalmente, não vejo grande importância na NC4. As tomadas já devem estar a uma altura do chão de 1,5m, pelo que nenhuma criança de 5 anos chega lá. E não é a tampa que a impede de lá enfiar os dedos. Nesse aspeto, é mais importante a proteção dos polos do que a tampa.
Quanto à NC1, não mudes para mais forte sem te assegurar que os fios o permitem.

Bom trabalho.
Cumprimentos,
Quintas2


labutess
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 817
Registado: domingo set 09, 2012 2:42 pm
Estado: Desligado

Re: Quadro Eléctrico - Revisão

Mensagem por labutess » quarta mai 10, 2017 12:50 pm

Obrigado pela explicação, estamos sempre a aprender,o que referi foi resultado do descontentamento de um amigo meu que tem placa de indução,
Boa sorte com o projecto


Autor do tópico
Goncaloc
Membro
Membro
Mensagens: 24
Registado: domingo nov 27, 2016 12:11 pm
Estado: Desligado

Re: Quadro Eléctrico - Revisão

Mensagem por Goncaloc » quarta mai 10, 2017 1:26 pm

Portanto se quiser posso avancar para 5,75kVA. Concordam? Sendo a principal alteracao o cabo do disjuntor "forno" para seccao 4mm2 e o proprio disjuntor para 20A ou 25A dada a limitacao de passar cabo de 6mm2 na tubagem existente.

Por curiosidade gostava de fazer o mesmo exercicio mas para um aumento de 6,9kVA. Penso que teria de substituir todos os IDs da instalacao por IDs de 40A e os interruptores "garagem" e "1andar" por 40A. Concordam?


CrOhN
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1710
Registado: quarta jun 24, 2009 2:30 pm
Estado: Desligado

Re: Quadro Eléctrico - Revisão

Mensagem por CrOhN » quarta mai 10, 2017 3:05 pm

Nem por isso. Os de 25A aguentarão 99% das cargas que lhe colocares. Imagino que difilcimente, excepto por periodos não muito longos vais estar acima dos 6KVA. Quando muito, substitues o principal.


Autor do tópico
Goncaloc
Membro
Membro
Mensagens: 24
Registado: domingo nov 27, 2016 12:11 pm
Estado: Desligado

Re: Quadro Eléctrico - Revisão

Mensagem por Goncaloc » quarta mai 10, 2017 10:26 pm

Actualização:
NC1 - Substitui por um C16 após confirmação da secção de 2,5mm do cabo
NC2 - Pendente. Estou avaliar a situação. Nos quadros parciais é de fácil resolução bastando substituir os 4 por ID de 30mA porque são circuitos exteriores, WCs e quartos. Não se justificando manter os de 300mA. Relativamente ao quadro principal como não existe espaço para criar sub-circuitos para WC e exterior também me resta substituir os 3 por 30mA. Digo 3 porque há um só dedicado à caldeira mural que julgo pela minha pesquisa que também deveria ser de 30mA por ser um equipamento relacionado com água ou estarei engano. Portanto teria de substituir todos (7) os IDs.
NC3 - Substitui por cabo de seccao 6mm e coloquei um disjuntos de 25A porque nunca colocarei uma potencia superior a 6,9kVA e um disjuntor de 32A não se justificaria porque sendo 6,9kVA = 30A este disjuntor não teria qualquer importância no circuito. Para além de que como referiu o CrOhN aguentará 99% das cargas.
NC4 - Pedente. Escolha das tomadas.

Entretanto estive a fazer um doublecheck ao quadro principal e verifiquei o seguinte (vejam a imagem):
A) I Geral -> ID "Tomadas" -> ID "Iluminação" -> ID "Caldeira"
B) C10 "Alarme + Intercomunicador (Transformador)" com cabos de secção diferentes. Alarme 1,5mm. Intercomunicador (Transformador) 2,5mm
Estará algo de errado aqui? Pelo menos parece-me que encontrei uma relação entre os disparos aleatórios quando activo este disjuntor conforme mencionado pelo Quintas2.

Por fim o ID "Caldeira" recebe cabos de seccao 4mm e tem um cabo de seccao 2,5mm a ligar ao barramento dos neutros. Estará correcto? Todos os outros IDs mantem a seccao dos cabos que recebem.
IMG_0432.JPG
Esquema

Avatar do Utilizador

RSSilva
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 352
Registado: quinta fev 04, 2016 9:33 pm
Localização: Ilha da Madeira
Estado: Desligado

Re: Quadro Eléctrico - Revisão

Mensagem por RSSilva » quinta mai 11, 2017 9:40 am

O facto de teres vários diferenciais origina o disparo porque a sensibilidade é muito grande.
Diferenciais em série origina que dispare sempre o que está a montante.
Penso que é possível colocar um único diferencial para toda a habitação de 30ma e as linhas protegidas pelos disjuntores de várias ordens.
Os quadros parciais podem levar como corte principal um disjuntor bipolar.
Colocar muitos diferenciais é dispendioso e inútil, penso eu de que...
Para passares fios mais grossos num tubo não uses uma guia metálica para puxar, passa primeiro uma corda de nylon que escorrega muito melhor e um pouco de sabão líquido ou vaselina e duas pessoas, um a enfiar e outro a puxar. Já passei quantidade igual num desses tubos...

Enviado do meu SM-J510FN através de Tapatalk

Bem Haja!

55 Mkms numToyota Yaris GPL
42 Mkms eletrizantes num Nissan Leaf de 30kw
"Exige muito de ti e espera pouco dos outros. Assim evitarás muitos aborrecimentos."
Confúcio


Quintas2
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 696
Registado: terça mar 03, 2015 4:11 pm
Estado: Desligado

Re: Quadro Eléctrico - Revisão

Mensagem por Quintas2 » quinta mai 11, 2017 10:49 am

Parece-me que, de facto, para estares dentro das regras, a secção do neutro deverá igualar a da fase.
Cumprimentos,
Quintas2


Arcturo
Membro Dedicado
Membro Dedicado
Mensagens: 40
Registado: segunda dez 02, 2013 12:56 pm
Estado: Desligado

Re: Quadro Eléctrico - Revisão

Mensagem por Arcturo » quinta mai 11, 2017 11:14 am

A minha area é a electricidade e gostei desta discussão. Acho que as questões e os comentários têm um excelente nível, porque são sensatos, de acordo com as regras e favorecem a segurança. Parabéns ao forum e às pessoas que aqui participaram.

Só queria fazer um comentário sobre diferenciais em série. Quando temos diferencias escolhemos a sensibilidade em função das recomendações regulamentares. O regulamento indica-nos que os diferencias para determinadas zonas devem ser mais sensiveis que outros. A recomendação é usar diferenciais de 30 mA em zonas humidas por exemplo. Mas é necessário perceber que se usar num local um diferencial de 300 mA e a jusante noutro quadro um diferencial de 30 mA, não estamos a fazer uma protecção selectiva. O que vai acontecer é quando existir um defeito no circuito protegido a 30 mA, vão provavelmente disparar os dois. Segundo a norma de construção de dispositivos de protecção diferencial, eles devem disparar com uma corrente de defeito (diferença entre a corrente na fase e no neutro) inferior a 50% do valor nominal. Isto quer dizer que um diferencial de 300 mA dispara com 100 mA ou ainda menos.

A forma de garantir selectividade em protecções diferencias é usar um diferencial selectivo. Tem a letra S marcada. Estes diferenciais atrasam o tempo de disparo, dando tempo aos diferenciais a jusante de dispararem primeiro e eliminarem o defeito. Estes diferenciais são mais caros e normalmente os armazenistas de material electrico não os têm em stock. Até podem tentar dizer que não existem porque querem vender o que têm na prateleira. Mas existem, todas as marcas os têm, e a sua correcta utilização proporciona uma instalação mais fiável e segura

Avatar do Utilizador

RSSilva
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 352
Registado: quinta fev 04, 2016 9:33 pm
Localização: Ilha da Madeira
Estado: Desligado

Re: RE: Re: Quadro Eléctrico - Revisão

Mensagem por RSSilva » quinta mai 11, 2017 11:29 am

Arcturo Escreveu:A minha area é a electricidade e gostei desta discussão. Acho que as questões e os comentários têm um excelente nível, porque são sensatos, de acordo com as regras e favorecem a segurança. Parabéns ao forum e às pessoas que aqui participaram.

Só queria fazer um comentário sobre diferenciais em série. Quando temos diferencias escolhemos a sensibilidade em função das recomendações regulamentares. O regulamento indica-nos que os diferencias para determinadas zonas devem ser mais sensiveis que outros. A recomendação é usar diferenciais de 30 mA em zonas humidas por exemplo. Mas é necessário perceber que se usar num local um diferencial de 300 mA e a jusante noutro quadro um diferencial de 30 mA, não estamos a fazer uma protecção selectiva. O que vai acontecer é quando existir um defeito no circuito protegido a 30 mA, vão provavelmente disparar os dois. Segundo a norma de construção de dispositivos de protecção diferencial, eles devem disparar com uma corrente de defeito (diferença entre a corrente na fase e no neutro) inferior a 50% do valor nominal. Isto quer dizer que um diferencial de 300 mA dispara com 100 mA ou ainda menos.

A forma de garantir selectividade em protecções diferencias é usar um diferencial selectivo. Tem a letra S marcada. Estes diferenciais atrasam o tempo de disparo, dando tempo aos diferenciais a jusante de dispararem primeiro e eliminarem o defeito. Estes diferenciais são mais caros e normalmente os armazenistas de material electrico não os têm em stock. Até podem tentar dizer que não existem porque querem vender o que têm na prateleira. Mas existem, todas as marcas os têm, e a sua correcta utilização proporciona uma instalação mais fiável e segura
Desconhecia a existência desses diferenciais.
Sempre a aprender 🖒

Enviado do meu SM-J510FN através de Tapatalk

Bem Haja!

55 Mkms numToyota Yaris GPL
42 Mkms eletrizantes num Nissan Leaf de 30kw
"Exige muito de ti e espera pouco dos outros. Assim evitarás muitos aborrecimentos."
Confúcio

Avatar do Utilizador

RSSilva
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 352
Registado: quinta fev 04, 2016 9:33 pm
Localização: Ilha da Madeira
Estado: Desligado

Re: RE: Re: Quadro Eléctrico - Revisão

Mensagem por RSSilva » sexta mai 12, 2017 3:00 pm

Quintas2 Escreveu:Parece-me que, de facto, para estares dentro das regras, a secção do neutro deverá igualar a da fase.
Em monofásico deve ser igual. Em trifásico e a partir de uma determinada seção é que poderá ser metade

Enviado do meu SM-J510FN através de Tapatalk

Bem Haja!

55 Mkms numToyota Yaris GPL
42 Mkms eletrizantes num Nissan Leaf de 30kw
"Exige muito de ti e espera pouco dos outros. Assim evitarás muitos aborrecimentos."
Confúcio

Responder

Voltar para “Off Topic / Conversa”