Autoconsumo (500Wp) e Água Quente Sanitária (1000Wp)

Local para debater sobre os projetos para autoconsumo




Fidel
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1062
Registado: quarta abr 22, 2009 4:52 pm
Estado: Desligado

Re: Autoconsumo (500Wp) e Água Quente Sanitária (1000Wp)

Mensagem por Fidel » quinta mar 03, 2016 9:58 pm

Pois, a minha ideia é ligar directamente.
Mas então 750w durante 6horas chegam para aquecer 170litros a 60°?
Estava a pensar meter 1000w de painéis ligados directamente à resistência e fazer um pequeno circuito em que quando a agua atingir a temperatura pretendida o potencial fotovoltaico passa para o auto consumo da casa, ou quem sabe baterias, já que tenho alguma facilidade de arranjar baterias.



jmlflorencio
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1620
Registado: segunda jan 26, 2015 1:05 am
Estado: Desligado

Re: Autoconsumo (500Wp) e Água Quente Sanitária (1000Wp)

Mensagem por jmlflorencio » quinta mar 03, 2016 11:24 pm

Eu tenho em casa um termoacumulador de 75 litros, com resistência de 1500W, que segundo o manual precisa de 3h para aquecer a água dos 20° aos 60°...

Creio que para 170 litros não vão chegar 6h a 750W... Mas se a temperatura da água só descer até aos 40° já chegarão, certo? ;-)


CrOhN
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1706
Registado: quarta jun 24, 2009 2:30 pm
Estado: Desligado

Re: Autoconsumo (500Wp) e Água Quente Sanitária (1000Wp)

Mensagem por CrOhN » sexta mar 04, 2016 8:21 am

Certo (estando os paineis sempre a 750W).

Avatar do Utilizador

visitante1
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 3312
Registado: sexta jan 07, 2011 12:08 am
Localização: Região norte
Estado: Desligado

Re: Autoconsumo (500Wp) e Água Quente Sanitária (1000Wp)

Mensagem por visitante1 » sexta mar 04, 2016 12:51 pm

Que é impossível!
VE Nissan Leaf MKII
Micro-produção 5kWp+4kWp
Auto-consumo Stand-Alone 14,5kWp
Micro-Hidrica Pelton max:1,5kW
AQS Tubos De Vácuo
Caldeira Biomassa Roval R203 73kW
Fluksometer FLM03E


Autor do tópico
Quintas2
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 696
Registado: terça mar 03, 2015 4:11 pm
Estado: Desligado

Re: Autoconsumo (500Wp) e Água Quente Sanitária (1000Wp)

Mensagem por Quintas2 » sexta mar 04, 2016 10:46 pm

Parece-me que vai para aqui alguma confusão.
Fidel Escreveu:Pois, a minha ideia é ligar directamente.
Mas então 750w durante 6horas chegam para aquecer 170litros a 60°? Lê com atenção aquilo que escrevi. Um acréscimo de 10ºC demora 2,5 a 3h com a resistência de 750W. Depois dos banhos do final do dia a água não costuma descer abaixo dos 40ºC, na manhã seguinte. Assim, no dia seguinte, há que aquecer 170l, dos 40ºC aos 60 a 65ºC e aí a resistência de 750 W dá conta do recado.
Estava a pensar meter 1000w de painéis ligados directamente à resistência e fazer um pequeno circuito em que quando a agua atingir a temperatura pretendida o potencial fotovoltaico passa para o auto consumo da casa ou bem que ligas dos painéis diretamente à resistência (corrente contínua) ou ligas para autoconsumo da casa (corrente alterna, sendo necessário inversores, dimensionamento de cabos diferente, etc., a menos que estejas a falar de autoconsumo em DC, ou quem sabe baterias, já que tenho alguma facilidade de arranjar baterias. Esta é ainda uma solução distinta que envolve outra abordagem
Tens que definir o que realmente queres e estudar bem o que envolve.

O mais simples é certamente ligar corrente contínua diretamente a uma resistência do cilindro. Mas tens que assegurar um back-up (o meu é a caldeira a gasóleo) para quando isso falhar (AQS não pode faltar). Eu não fui para esta opção pois, repito, quero aproveitar também a produção fotovoltaica nos 5 meses que aqueço a água com lenha.

Mas há uma série de fatores a ponderar: tomar banho ao fim do dia (depois do fotovoltaico ter aquecido a água) é diferente de tomar pela manhã; dependendo de onde estiver o cilindro (da temp. a que está sujeito e da época do ano) a temp. pode descer, de um dia para o seguinte, entre 5 a 10ºC; a mim não me incomoda nada estar pontualmente a produzir 600W e ter que ir buscar 150W à rede para perfazer os 750W mas, de abril a outubro isso será menos provável ser necessário; eu comecei por comprar a resistência e liguei-a com um relógio durante 3 meses, o verão passado, com eletricidade da rede, e funcionou, salvo raras exceções, quando as 3 mulheres desta casa resolvem arranjar-se ao mesmo tempo, tomar longos banhos e lavar os longos cabelos. Tendo aprovado o teste, só em dez2015 instalei os 1000Wp do fotovoltaico.

Creio que foi aqui no forum que li uma discussão sobre a utilização de resistências de 230V AC com DC dos painéis solares e a respetiva tensão de saída. Aqui não te posso ajudar, mas haverá aí quem entenda do assunto. A hipótese mais simples seria uma só resistência elétrica com termostato incorporado, alimentada pelo DC dos painéis ou pelo AC da rede (sendo a AC o back-up, que liga quando for necessário, desligando em simultâneo a DC, para evitar conflitos). Não sei até que ponto isso é viável sem comprometer a saúde da resistência e exige um dimensionamento mais cuidado.
Cumprimentos,
Quintas2


Autor do tópico
Quintas2
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 696
Registado: terça mar 03, 2015 4:11 pm
Estado: Desligado

Água Quente Sanitária (1000Wp compensam?)

Mensagem por Quintas2 » domingo mar 06, 2016 6:37 am

Fidel Escreveu:Mas então 750w durante 6horas chegam para aquecer 170litros a 60°?
Fidel, pedes-me mais (queres certezas, num campo em que o sol é soberano absoluto e aparece quando lhe dá na real gana) do que te posso dar, mas tentei obter dados mais recentes para ver se te ajuda.

Em primeiro lugar, para 1000Wp produzirem 750W, cada módulo de 250Wp terá que produzir 187,5W. Se olhares para o quadro aqui postado http://www.novaenergia.net/forum/viewto ... #p11254580, verificas que, em 16fev2016, com céu limpo, isso ocorreu sensivelmente entre as 10h30 e as 15h00, logo durante 4,5 horas, insuficiente para um acréscimo de 20ºC no meu cilindro de 170 litros.

Dados que recolhi ontem, 05mar2016, com alguma neblina alta e céu limpo/encoberto, mas leituras quando o sol destapava mas ficava alguma neblina alta, são os seguintes, extrapolados por módulo de 250Wp:
- às 09h45, 250Wp produziam 175W, pouco abaixo do limiar necessário dos 187,5W/painel para que 1000Wp atinjam os 750W da resistência.
- às 14h45, 250Wp produziam 200W, já acima do limiar necessário dos 187,5W/painel para que 1000Wp atinjam os 750W da resistência.
- às 15h45, 250Wp produziam 191W, pouco acima do limiar necessário dos 187,5W/painel para que 1000Wp atinjam os 750W da resistência.
- às 16h00, 250Wp produziam 158W, de novo abaixo do limiar necessário dos 187,5W/painel para que 1000Wp atinjam os 750W da resistência.

Assim, neste dia 05mar2016, se o céu estivesse sempre limpo, os 1000Wp poderiam alimentar em pleno a resistência de 750W +- das 10h00 às 16h00, um período de 6h, suficiente para um incremento de 20ºC no meu cilindro de 170l.

Como eu previ uma utilização da resistência entre abril e outubro, terei mais do que as 6h/dia com alimentação plena dos 750W da resistência, em dias de céu limpo.

Em Lisboa, mais de 60% dos dias do ano são de céu limpo. Entre abril e outubro, essa percentagem será superior, suponhamos 70 ou 80%. Nos restantes dias, não se conseguirá as 6h de alimentação plena da resistência, mas nessa altura do ano, também não serão 6 horas serão mais, pois os dias serão mais longos e a radiação solar mais intensa. Por outro lado, mesmo nos 5 meses em que não contei com o aproveitamento da eletricidade produzida por esses 1000Wp para AQS, usarei parte dessa produção em autoconsumo pelo que, contas redondas, posso dizer que esses 1000Wp vão assegurar-me na íntegra a AQS durante 7 meses do ano. Como gastava até aqui €200 em gasóleo para esse efeito, os €1400 investidos nos 1000Wp serão recuperados no máximo em 7 anos, mais coisa menos coisa.

Se tencionas instalar 1000Wp para AQS para os 12 meses do ano, aí vais apanhar os 5 meses que eu deixei de fora e que são o período mais desfavorável do ano. Será prudente não contares que durante esse período os 1000Wp poderão, sozinhos, garantir-te a AQS com a resistência de 750W. Deverás ainda comparar com os teus custos atuais de produção de AQS, para uma decisão consciente.

Espero ter-te esclarecido um pouco mais.
Cumprimentos,
Quintas2


Fidel
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1062
Registado: quarta abr 22, 2009 4:52 pm
Estado: Desligado

Re: Autoconsumo (500Wp) e Água Quente Sanitária (1000Wp)

Mensagem por Fidel » domingo mar 06, 2016 9:21 am

Sim, esclareceste mais. Muito obrigado.
No teu caso tens sempre a potencia máxima (750w) na resistência, mesmo que os painéis estejam a produzir muito abaixo certo?
Acho que vou ter de aumentar um pouco a potencia em fotovoltaico e meter uma resistência de uns 1500w.


Autor do tópico
Quintas2
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 696
Registado: terça mar 03, 2015 4:11 pm
Estado: Desligado

Re: Autoconsumo (500Wp) e Água Quente Sanitária (1000Wp)

Mensagem por Quintas2 » domingo mar 06, 2016 7:16 pm

Fidel Escreveu:No teu caso tens sempre a potencia máxima (750w) na resistência, mesmo que os painéis estejam a produzir muito abaixo certo?
Sim, está ligada a um relógio e funciona no horário programado (10-17h), a partir do momento em que deixo de usar o aquecimento com lenha. Esteja sol ou não, aquece a água, à custa do fotovoltaico e da rede, se precisar. Com céu limpo, dentro desse horário, praticamente não é preciso ir buscar nada à rede. Caso contrário vai buscar o que for preciso.
Cumprimentos,
Quintas2


Fidel
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1062
Registado: quarta abr 22, 2009 4:52 pm
Estado: Desligado

Re: Autoconsumo (500Wp) e Água Quente Sanitária (1000Wp)

Mensagem por Fidel » domingo mar 06, 2016 8:15 pm

Exactamente.
Eu estou a começar a pensar em meter tipo 2kw ou mais de fotovoltaico e umas baterias e tentar ser o mais possível auto sustentável.
A casa é pequena, para já somos só dois. Meter talvez um cilindro(termo acumulador) de 200l.


Autor do tópico
Quintas2
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 696
Registado: terça mar 03, 2015 4:11 pm
Estado: Desligado

Produções 2016

Mensagem por Quintas2 » quarta mai 04, 2016 12:36 pm

1500Wp, fixo ao solo, região Lisboa (2x250Wp mono a Sul+2 Involar Mac250; 4x250Wp poli 5ºOeste+2 Involar MAC500)

NOTA: 2 painéis poli ligeiramente sombreados a partir +-15h, entre dez/jan. Todos à sombra a partir de +-16h, nessa altura. O sombreamento cessa a partir do princípio de fevereiro e antes de início de novembro.
Produções 2016.PNG
Produções 2016.PNG (7.85 KiB) Visto 1934 vezes
Notas: Março sem 1 dia de produção por corte energia rede durante várias horas do dia

Edição de 6maio2016: Acrescentei no quadro acima a simulação obtida no PVGis. As minhas produções são sempre menores. Em Janeiro, produzi 96,3 kWh e a simulação dá 137 kWh, uma diferença muito grande que penso dever-se ao sombreamento referido acima para os dias mais curtos de inverno, em especial em dez. e jan.. A partir de fev., as diferenças já são mais pequenas entre a produção e a simulação.
Última edição por Quintas2 em sexta mai 06, 2016 10:06 pm, editado 1 vez no total.
Cumprimentos,
Quintas2

Avatar do Utilizador

Emanuel Couto
Moderador
Moderador
Mensagens: 5558
Registado: domingo jul 22, 2012 7:54 pm
Localização: Açores
Estado: Desligado

Re: Autoconsumo (500Wp) e Água Quente Sanitária (1000Wp)

Mensagem por Emanuel Couto » quarta mai 04, 2016 1:55 pm

Muito bom... é só somar kw's :)
Imagem

Sistema Para Autoconsumo Off-Gride com (2185wp) http://www.novaenergia.net/forum/viewto ... 11&t=16450

Adoro Fotografia... http://olhares.sapo.pt/ecc/


ruimmpires
Membro Dedicado
Membro Dedicado
Mensagens: 29
Registado: quarta jan 13, 2016 4:42 pm
Estado: Desligado

Re: Autoconsumo (500Wp) e Água Quente Sanitária (1000Wp)

Mensagem por ruimmpires » sexta mai 20, 2016 2:17 pm

olá, algum sinal de sobre-aquecimento?
Eu receio que os MAC500 não aguentem.

Já mudei um pouco os paineis para o inversor ter mais circulação de ar, mas receio que num dia mais quente este inversor também avarie.
Imagem
Imagem
em http://joaoratao2002.blogspot.pt/2016/0 ... -mais.html


Autor do tópico
Quintas2
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 696
Registado: terça mar 03, 2015 4:11 pm
Estado: Desligado

Re: Autoconsumo (500Wp) e Água Quente Sanitária (1000Wp)

Mensagem por Quintas2 » segunda mai 23, 2016 10:06 am

Até agora não notei nada. Um dia destes que esteja céu limpo e calor vou pôr a câmara a filmar o medidor para tentar ver o resultado. Depois reporto.
Cumprimentos,
Quintas2


Autor do tópico
Quintas2
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 696
Registado: terça mar 03, 2015 4:11 pm
Estado: Desligado

Re: Autoconsumo (500Wp) e Água Quente Sanitária (1000Wp)

Mensagem por Quintas2 » quarta jun 08, 2016 9:33 pm

Ruimmpires, então é assim: eu não tenho registo contínuo da produção, conforme já terás percebido.

Há dias, quando esteve calor (cerca de 30ºC) pus a câmara a filmar o medidor. E não é que de vez em quando a produção decrescia em cerca de 1/3? Como tenho 2 Involar de 500W + 2 de 250W tudo na mesma linha, tive que filmar um de cada vez. Um dos MAC500 desliga-se por períodos muito curtos, periodicamente, por vezes com intervalos de 5 minutos. O Led pisca vermelho, o inversor desliga-se e uns segundos depois volta a ligar como se nada tivesse acontecido.

Já troquei o inversor e hoje, que esteve calor, embora não tenha filmado, fui lá espreitar o led de vez em quando - estava sempre verde. Terei que voltar a filmar um dia destes, para ter a certeza que ficou OK.
Cumprimentos,
Quintas2


ruimmpires
Membro Dedicado
Membro Dedicado
Mensagens: 29
Registado: quarta jan 13, 2016 4:42 pm
Estado: Desligado

Re: Autoconsumo (500Wp) e Água Quente Sanitária (1000Wp)

Mensagem por ruimmpires » terça jun 14, 2016 2:22 pm

confirmo,
com o inversor de substituição identifiquei o mesmo
https://youtu.be/b5j4Rjaq24w


Autor do tópico
Quintas2
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 696
Registado: terça mar 03, 2015 4:11 pm
Estado: Desligado

Produções 1.º semestre 2016

Mensagem por Quintas2 » domingo jul 03, 2016 7:29 pm

1500Wp, fixo ao solo, região Lisboa (2x250Wp mono a Sul+2 Involar Mac250; 4x250Wp poli 5ºOeste+2 Involar MAC500)

NOTA: 2 painéis poli ligeiramente sombreados a partir +-15h, entre dez/jan. Todos à sombra a partir de +-16h, nessa altura. O sombreamento cessa a partir do princípio de fevereiro e antes de início de novembro.
Produções 1.º semestre 2016.PNG
Produções 1.º semestre 2016.PNG (10.44 KiB) Visto 1720 vezes
Notas: Março sem 1 dia de produção por corte energia rede durante várias horas do dia

Finalmente um mês - junho - em que superei a simulação do PVGIS.
Cumprimentos,
Quintas2


Autor do tópico
Quintas2
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 696
Registado: terça mar 03, 2015 4:11 pm
Estado: Desligado

Esta é que não esperava

Mensagem por Quintas2 » domingo jul 03, 2016 7:43 pm

Durante o inverno, houve vários dias em que produzi mais de 9kWh. Assim, apesar das limitações do calor, esperava produzir bem mais de 10kWh nos dias mais longos do final da primavera.

Acontece que, até agora, só produzi mais de 10kWh em 3 dias, em abril e maio, e com o record diário de 10,1kWh. Nos dias mais longos de junho, com céu limpo e temperaturas não muito altas, nunca cheguei sequer aos 10kWh. Que tristeza :(
Cumprimentos,
Quintas2

Avatar do Utilizador

Emanuel Couto
Moderador
Moderador
Mensagens: 5558
Registado: domingo jul 22, 2012 7:54 pm
Localização: Açores
Estado: Desligado

Re: Autoconsumo (500Wp) e Água Quente Sanitária (1000Wp)

Mensagem por Emanuel Couto » quarta jul 06, 2016 11:26 pm

Eu acho que isto anda a bombar bem... :)

Parabéns.
Imagem

Sistema Para Autoconsumo Off-Gride com (2185wp) http://www.novaenergia.net/forum/viewto ... 11&t=16450

Adoro Fotografia... http://olhares.sapo.pt/ecc/


Autor do tópico
Quintas2
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 696
Registado: terça mar 03, 2015 4:11 pm
Estado: Desligado

Produções do ano 2016

Mensagem por Quintas2 » domingo mai 07, 2017 7:22 pm

Finalmente consegui alinhavar esta coisa.
Mais vale tarde do que nunca.
Produções 2016.PNG
Produções 2016.PNG (22.37 KiB) Visto 1073 vezes
CONCLUSÕES

Nota-se bem o efeito de algum ensombramento que os painéis sofrem no período mais frio do ano. Dezembro é exceção, já incluído neste inverno pouco chuvoso.

Aqui fica um dado prático; 1,59kWh/Wp, região de Lisboa, algum ensombramento nos meses mais frios.

Apesar de algum ensombramento, produção um pouco superior ao estimado pelo PVGis, o que também já não será novidade para muitos.
Cumprimentos,
Quintas2


Autor do tópico
Quintas2
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 696
Registado: terça mar 03, 2015 4:11 pm
Estado: Desligado

Comparação de Produção Teórica Recom/OpenRenewables

Mensagem por Quintas2 » domingo mai 07, 2017 7:38 pm

Desde já, agradeço que apontem eventuais incorreções. Obrigado.


Caraterísticas dos Painéis

Policristalinos RECOM RCM-250-6PB, 250Wp
Vmpp = 30,20V
Impp = 8,35A
Voc = 37,10V
Isc = 8,92A

Monocristalinos OpenRenewables (OR) 250-ME60, 250Wp
Vmpp = 30,6V (na etiqueta do painel) / Vmpp = 29,90V (na datasheet do fabricante)
Impp = 8,15A (na etiqueta do painel) / Impp = 8,35A (na datasheet do fabricante)
Voc = 37,2V (na etiqueta do painel) / Voc = 36,90V (na datasheet do fabricante)
Isc = 8,7A (na etiqueta do painel) / Isc = 8,70 (na datasheet do fabricante)

É claro que 30,60V x 8,15A = 249,3W e 29,90V x 8,35A = 249,66W, ambas batem mais ou menos certo com um painel de 250Wp, mas é um mau indício, esta discrepância.

Já no RECOM, 30,20V x 8,35A = 252,17W, um pouco maior que a potência anunciada.

Ambos (Recom e OR) têm uma tolerância de potência positiva de +5W, por aqui são equivalentes.

Mas 252,17/249,3x100 = 101,15, pelo que é de esperar que os Recom produzam mais 1,15% que os OR, à partida.

A temperatura nominal de funcionamento (NOCT) dos Recom é de 45ºC, com um Coeficiente de Temperatura = -0,39%, e de 48ºC nos OR, com um Coeficiente de Temperatura = -0,432%.

Assim, à partida, os Recom vão perder:
45ºC-25ºC (Temp. célula em condições STC) = 20ºC x 0,39% = 7,8% de potência, e

os OR vão perder:
48ºC-25ºC = 23ºC x 0,432% = 9,936%.

9,936% - 7,8% + 1,15%(diferença potência em mpp) = 3,286%.

Mas, mesmo as condições NOCT têm em conta uma temp. ambiente de 20ºC. Em dias quentes de perto de 40ºC de temp. ambiente, a temp. da célula deve ultrapassar bem os 45 a 48ºC em NOCT dos meus painéis, provavelmente em mais de 10ºC.

Se refizermos as contas com mais 10ºC, os Recom vão perder
55ºC-25ºC (Temp. célula em condições STC) = 30ºC x 0,39% = 11,7% de potência, e

os OR vão perder:
58ºC-25ºC = 33ºC x 0,432% = 14,256%.

14,256% - 11,7% + 1,15%(diferença potência em mpp) = 3,706%.


Teria sido útil usar os dados dos painéis em condições NOCT, mas só os OR os anunciam:
P(Noct) = 182W , Vmppt(Noct) = 27,29V.
Não aparece o Imppt(Noct), mas penso que posso calculá-lo fazendo P(Noct) / Vmppt(Noct) = Imppt(Noct) = 6,67A. ESTÁ CERTO?

Só como curiosidade, pelas condições mais próximas da realidade indicadas para os painéis pelas orientações do governo da Califórnia, os meus Recom de 250W são classificados com 222,7W, mas os OR não constam.


Hoje, cerca das 13h30min (o meio-dia solar foi às 13h33min), medi com uma pinça amperimétrica:

2 painéis mono OR: 7,91A e 7,87A (bem mais alto que o Imppt(Noct) = 6,67A ???) -> um pouco abaixo dos Impp = 8,15A da etiqueta do painel. Alguém sabe explicar-me esta discrepância?

4 painéis poli Recom: 8,39A, 8,37A, 8,36A e 8,27A -> próximo ou até excedendo o Impp = 8,35A.



CONCLUSÃO: apenas do ponto de vista teórico, os meus monocristalinos OR poderão produzir menos cerca de 3,7% do que os Recom.

Vemos já bem a importância de lermos as etiquetas, já para não dizer que os Recom foram mais baratos.
Cumprimentos,
Quintas2

Responder

Voltar para “Projectos de Autoconsumo”