Kit de 2 depósitos no Land Rover




Avatar do Utilizador

Autor do tópico
hynek
Staff Member
Staff Member
Mensagens: 2134
Registado: terça mai 16, 2006 4:16 pm
Localização: Viseu
Estado: Desligado

Re: Kit 2 depósitos

Mensagem por hynek » domingo jan 28, 2007 2:38 pm

dende Escreveu:olá hynec

parabéns pelo seu trabalho. no entanto, analisando o seu esquema do “kit 2 depósitos com retorno”, talvez pudesse ficar um pouco mais barato se fosse anulada a segunda válvula comutadora, já que, os combustíveis não retornam aos seus respectivos depósitos. assim sendo, a única válvula seria intercalada entre os depósitos e o primeiro filtro e o retorno após esta. imagino também a eliminação de 1 conjunto de filtros mas… daqui por pouco o burro morre.

http://img405.imageshack.us/img405/7230 ... modlx9.jpg

cumprimentos,

dendê
concordo, há várias opções e depende das funcionalides pretendidas. no meu caso instalei a 2.ª válvula para poder fazer uma purga rápida (i.e. substituir o ov pelo gasóleo). assim a válvula está ligada para remeter o retorno à bomba de transferência. quando se faz a purga, a 1.ª válvula liga o gasóleo e a 2.ª desliga o retorno à bomba e liga para o depósito (do ov). assim bastam uns 45 segundos em relanti para fazer a purga. se esta válvula não estivesse instalada, seria necessário, para purgar, comutar para gasóleo uns 10 a 15 km antes de chegar ao destino, para o ov ficar gradulamente substituído por gasóleo.

quanto ao filtro, neste momento o ov e gasóleo passam pelo mesmo filtro, o que aumenta o volume do combustível a ser purgado. vou instalar um filtro separado para gasóleo para ter de purgar menos combustível.
Um abraço
Hynek
Associado n.º 8 da
Associação NovaEnergia.net


GoogleAds
Membro
Membro
Mensagens: 99999+
Registado: sabado jan 01, 2000 00:01 am
Estado:Ligado



dende
Membro
Membro
Mensagens: 11
Registado: quarta jan 03, 2007 6:18 pm
Estado: Desligado

Purga rápida com dois depósitos

Mensagem por dende » domingo jan 28, 2007 5:50 pm

obrigado hynec pela sua resposta.

bem, o seu caso não corresponde exactamente ao esquema aludido, mas apresenta uma novidade (para mim) interessante, que é a “purga” rápida num sistema de dois depósitos. óptimo, seria só ter de purgar a bomba injectora e alguns (poucos) tubos. vou a resedesenhar o meu esquema, embora ache que cada dia tenho que modificar mais alguma coisa. ainda sonho com um sistema para viagens curtas.

boa sorte,

dendê

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
hynek
Staff Member
Staff Member
Mensagens: 2134
Registado: terça mai 16, 2006 4:16 pm
Localização: Viseu
Estado: Desligado

Mensagem por hynek » domingo jan 28, 2007 6:30 pm

este é um sistema também para viagens curtas. só se purga antes de deixar o carro estacionado durante a noite. de manhã arranca a gasóleo, depois já não precisa de ser purgado. bastam uns km e o sistema mantêm-se aquecido por muitas horas. o automatismo adiciona o gasóleo só se a temperatura não estiver suficientemente alta, o que é uma questão de minutos.

espero que durante o verão nem vai haver necessidade de fazer purga e o sistema passa funcionar como o de 1 depósito.
Um abraço
Hynek
Associado n.º 8 da
Associação NovaEnergia.net


dende
Membro
Membro
Mensagens: 11
Registado: quarta jan 03, 2007 6:18 pm
Estado: Desligado

Mensagem por dende » segunda jan 29, 2007 3:57 pm

após ler mais um pouco, e para concluir este assunto, devo admitir que o seu sistema deve estar muito bem pensando e a funcionar com poucos riscos para a b.i. que é o que me assusta mais.

abraço,
dendê

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
hynek
Staff Member
Staff Member
Mensagens: 2134
Registado: terça mai 16, 2006 4:16 pm
Localização: Viseu
Estado: Desligado

Mensagem por hynek » segunda jan 29, 2007 5:27 pm

sim, tentei minimizar o investimento e o risco. esta bi permite alguma folga razoável.

agora alguma coisa que pode interessar muita gente:

no sábado decobri que todas as minhas velas incadescentes estão queimadas. já antes começar usar o ov tive algumas dificuldades, em situações adversas, fazer arrancar o motor. agora já percebo porque.

com ov então o problema aprofundou-se. o carro arrancava a gasóleo sem dificuldades, mas experimentei deixar só com ov. no sábado não arrancou. por isso fui à procura do problema (devia verificar as velas antes, claro).

consultei este problema com europecon. segundo estes um funcionamento deficiente dos injectores influencia a vida útil das velas, que se queimam mais rápido. e também as velas queimadas podem provocar danos nos injectores. por isso estou a pensar mandar vir (lá fora é muito mais barato) a parte dos injectores que assegura a pulverização e as velas novas. depois estes substituídos vou comparar o funcionamento e desempenho.

perguntei também qual a diferença entre velas vulgares e velas que europecon vende no e-shop e dizem que são adaptadas para ov.
a resposta foi:
- estas velas forma desenvolvidas para o uso do ov, são mais resistentes e tem uma vida útil mais longa

além disso são mais baratas que as de origem. a pena é que não estão ainda disponíveis para todos os carros.
Um abraço
Hynek
Associado n.º 8 da
Associação NovaEnergia.net

Avatar do Utilizador

jossef
Staff Member
Staff Member
Mensagens: 780
Registado: quinta jun 08, 2006 10:58 am
Localização: LISBOA
Estado: Desligado

Mensagem por jossef » terça jan 30, 2007 11:16 am

não dizendo mal de outros carros estes (land rover) até trabalham sem velas
pergunta:
se uma destas velas de aquecimento for a vida temos q mandar vir da r.ch. ou podemos comprar em portugal???????
já agora n fica mais barato ires a uma casa de injectores e mandar limpalos ?????
"A vida é uma folga que a morte nos dá"

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
hynek
Staff Member
Staff Member
Mensagens: 2134
Registado: terça mai 16, 2006 4:16 pm
Localização: Viseu
Estado: Desligado

Mensagem por hynek » terça jan 30, 2007 2:16 pm

jossef Escreveu:não dizendo mal de outros carros estes (land rover) até trabalham sem velas
pergunta:
se uma destas velas de aquecimento for a vida temos q mandar vir da r.ch. ou podemos comprar em portugal???????
já agora n fica mais barato ires a uma casa de injectores e mandar limpalos ?????
- trabalhar até trabalham, mas com sistema ok trabalham ainda melhor
- aqui também podes comprar. eu decidi mandar vir de fora, logo 8 para ficar com algumas em stock.
- não está em questão a limpeza dos injectores, isso faço eu cá em casa, se for necessário. se os injectores estiverem danificados, nenhuma limpeza irá remediar isso. no meu caso não me parece que estejam danificados. ainda pouco tempo desmontei-os e testei - estavam pulverizar bem. trocar as boquilhas de pulverização dos injectores é uma alternativa muito mais barata, no caso de ser necessário, de restaurar os injectores. os injectores completos custam uma fortuna.
Um abraço
Hynek
Associado n.º 8 da
Associação NovaEnergia.net

Avatar do Utilizador

jossef
Staff Member
Staff Member
Mensagens: 780
Registado: quinta jun 08, 2006 10:58 am
Localização: LISBOA
Estado: Desligado

Mensagem por jossef » terça jan 30, 2007 9:29 pm

qual o preço das 8 eu aqui compro para mim a 10€ cada.
"A vida é uma folga que a morte nos dá"


manuelcar
Staff Member
Staff Member
Mensagens: 2658
Registado: terça mai 09, 2006 3:46 pm
Estado: Desligado

Mensagem por manuelcar » terça jan 30, 2007 10:33 pm

80 € é o preço de cada injector para o meu 190d, fui saber para mandar retarar, já que senão o meu carro teria que ficar imobilizado uma semana...

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
hynek
Staff Member
Staff Member
Mensagens: 2134
Registado: terça mai 16, 2006 4:16 pm
Localização: Viseu
Estado: Desligado

Mensagem por hynek » terça jan 30, 2007 11:50 pm

ainda não sei bem, mas acho que não chegam a esse preço. se eu mandar vir uma quantidade maior, deve ainda baixar. vou perguntando .....

quanto aos nozzles dos injectores - deve ser a metade do preço do injector completo
Um abraço
Hynek
Associado n.º 8 da
Associação NovaEnergia.net

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
hynek
Staff Member
Staff Member
Mensagens: 2134
Registado: terça mai 16, 2006 4:16 pm
Localização: Viseu
Estado: Desligado

Mensagem por hynek » segunda ago 06, 2007 11:57 pm

fartei-me de andar a substituir a bomba de transferência em 2 e 2 anos. desde o ano 2000 é a terceira que está a verter, mesmo substituida na marca e paga a preço de ouro. a ov só ando 1 ano, por isso não deve ser esta a causa. resolvi por isso inutilizar a bomba actual e montar uma facet. sai mais barato e espero que aguenta mais que os habituais 2 anos.

ficou assim o pica-pau:
Imagem
Última edição por hynek em terça ago 07, 2007 10:55 am, editado 1 vez no total.
Um abraço
Hynek
Associado n.º 8 da
Associação NovaEnergia.net


manuelcar
Staff Member
Staff Member
Mensagens: 2658
Registado: terça mai 09, 2006 3:46 pm
Estado: Desligado

Mensagem por manuelcar » terça ago 07, 2007 1:20 am

parecem grandes carros os land rover, um dia destes conto-vos a história de um mb cuja bomba de transferência fez 1200000 km

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
hynek
Staff Member
Staff Member
Mensagens: 2134
Registado: terça mai 16, 2006 4:16 pm
Localização: Viseu
Estado: Desligado

Mensagem por hynek » domingo set 09, 2007 12:42 pm

finalmente arranjei algum tempo para dar mais um passo no desenvolvimento do kit para aumentar a sua sofisticação e instalei há 3 semanas atrás (após vários ensaios fora do carro):
- um temporizador para purga rápida do sistema no fim do dia (substituição do ov pelo gasóleo no circuita da bi) - agora basta dar o impulso e esperar até a led apagar
- instalei um outro temporizador para adicionar uma certa percentagem do ov
- em modo automático, o motor arranca a gasóleo e passa a adicionar aprox. 50% do depósito de ov ao gasóleo, quando começa a aquecer (com uns 45 ºc), passa a 100% do depósito de ov ao gasóleo
- em modo automático ou manual pode ser activado o regime (urbano) que passa misturar 50/50% do conteúdo dos dois depósitos. assim o kit comporta-se como o de 1 depósito e não é necessário fazer purga ao fim do dia. como consequência diminui o consumo do gasóleo, que pesa mais na carteira.

entretanto verifiquei que o aquecimento dos tubos de injectores avariou parcialmente (um contacto deficiente causou que dois dos tubos não aqueciam) e só aquecia dois tubos de modo permanente (o termocontacto está instalado noutro tubo, que não aquecia). desmontei os injectores e verifiquei alguma carbonização. o curioso era que os injectores aquecidos estavam com bastante mais sujidade que os não aquecidos. limpei os injectores e desliguei então este aquecimento. actualmente estou a testar o comportamento do carro com vista de brevemente verificar o estado dos injectores outra vez.

com estas condições fiz, esta semana, 600 km, pelas estradas nacionais, fora da autoestrada (max. 100 km/hora). depois de fazer contas ao consumo fiquei surpreendido - 8,2 lt/100 km. estava habituado a 12 lt/100 km. para completar informação sublinho que usei ov85 no depósito de ov + 2% de gasolina e só gasóleo no 2.º depósito. já algum tempo dei conta que o combustível rende mais com ov90 que com ov100, por isso fiz esta experiência com ov85.

questões para pensar......
Última edição por hynek em quarta set 12, 2007 10:30 am, editado 1 vez no total.
Um abraço
Hynek
Associado n.º 8 da
Associação NovaEnergia.net

Avatar do Utilizador

ANCCO
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 120
Registado: segunda jul 24, 2006 4:18 pm
Localização: Sorriso - Mato Grosso - Brasil
Estado: Desligado

Mensagem por ANCCO » terça set 11, 2007 10:12 pm

olá, hynek, estive olhando o fórum agora e fiquei surpreso:
- o consumo diminuiu quando não aqueceu os tubos dos injetores?
- o consumo também diminui com a adição de gasóleo ao ov (pequena percentagem)?

imaginei que a melhor atomização do ov fosse devida, principalmente, ao aquecimento dos tubos dos injetores; sem estes, creio ser provável a formação de sedimentos não queimados do ov (polimerização), mas relata também que os injetores sem o aquecimento estavam em melhor estado que os injetores com aquecimento.
há que verificar se está ocorrendo depósito nas câmaras de combustão relativos a polimerização: diminui o volume da câmara, aumenta a taxa de compressão e potência, mas aos poucos pode deteriorar o motor. talvez isso explique o menor consumo, porém a quilometragem percorrida é muito baixa para ocorrer, salvo engano. certa vez o manuelcar citou que a polimerização, ao iniciar, é exponencial.
outra questão: está utilizando ov novo ou usado? talvez o acréscimo do gasóleo aumente o rendimento do ov usado, não sei se funcionaria da mesma forma que ov novo.
Forte abraço a todos além-mar
ANCCO

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
hynek
Staff Member
Staff Member
Mensagens: 2134
Registado: terça mai 16, 2006 4:16 pm
Localização: Viseu
Estado: Desligado

Mensagem por hynek » quarta set 12, 2007 10:29 am

ancco Escreveu:olá, hynek, estive olhando o fórum agora e fiquei surpreso:
- o consumo diminuiu quando não aqueceu os tubos dos injetores?
- o consumo também diminui com a adição de gasóleo ao ov (pequena percentagem)?

imaginei que a melhor atomização do ov fosse devida, principalmente, ao aquecimento dos tubos dos injetores; sem estes, creio ser provável a formação de sedimentos não queimados do ov (polimerização), mas relata também que os injetores sem o aquecimento estavam em melhor estado que os injetores com aquecimento.
há que verificar se está ocorrendo depósito nas câmaras de combustão relativos a polimerização: diminui o volume da câmara, aumenta a taxa de compressão e potência, mas aos poucos pode deteriorar o motor. talvez isso explique o menor consumo, porém a quilometragem percorrida é muito baixa para ocorrer, salvo engano. certa vez o manuelcar citou que a polimerização, ao iniciar, é exponencial.
outra questão: está utilizando ov novo ou usado? talvez o acréscimo do gasóleo aumente o rendimento do ov usado, não sei se funcionaria da mesma forma que ov novo.
pois, agora é preciso experimentar várias alternativas para conseguir tirar as conclusões.... pode ser até o conjunto destas ocorrências....

a maior carbonização dos injectores aquecidos pode ter resultado do sobreaquecimento, já que não desligava....

estou a pensar como posso verificar depósito nas câmaras de combustão sem desmontar a cabeça do motor, tens alguma sugestão?

o consumo diminuiu de repente, não foi gradual..... embora o carro estava muito carregado, conduzi suavemente. isso também deve ter um impacte significativo.

utilizo ov usado que parece ter melhor rendimento com algum gasóleo, com ov novo não experimentei
Um abraço
Hynek
Associado n.º 8 da
Associação NovaEnergia.net

Avatar do Utilizador

ANCCO
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 120
Registado: segunda jul 24, 2006 4:18 pm
Localização: Sorriso - Mato Grosso - Brasil
Estado: Desligado

Mensagem por ANCCO » quarta set 12, 2007 1:38 pm

hynek,

até onde conheço este motor, há boa diferença no consumo quando se varia a velocidade de 130 a 100 km/h; quando trabalho desta forma, há variação de até 20% no consumo, talvez devido à curva de torque/potência do motor. é evidente que ele não tem grande arrancadas, mas quando embala.... vai muito bem.
com relação à câmara de combustão, certa vez em uma oficina o mecânico retirou uma vela de um motor a gasolina e inseriu tipo um fio com lente e outro fio de fibra ótica em conjunto que iluminava o interior (parecia coisa de 007 ) e, voalá! conseguiu verificar o interior da câmara, mesmo sem efetuar medições, para verificar o estado no interior.
no caso dos motores diesel, a meu ver, o injetor funciona como uma vela em motores a gasolina: quaisquer problemas na combustão são possíveis de detectar pela análise dos eletrodos das velas, da mesma forma os injetores. em geral há tabelas com fotos que, conforme o aspecto do injetor, indicam se há ou não problemas na combustão.
sugiro também a adição de mais uma lâmpada (para aumentar as verificações e iluminar mais o interior do carro ) que detecte quando o relê que aciona as resistências dos tubos dos injetores esteja ligado, evitará problemas devido a falhas em termocontatos.
enfim, é o que consigo imaginar por enquanto.... mas o segredo é ir pensando e inovando...
Forte abraço a todos além-mar
ANCCO

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
hynek
Staff Member
Staff Member
Mensagens: 2134
Registado: terça mai 16, 2006 4:16 pm
Localização: Viseu
Estado: Desligado

Mensagem por hynek » quarta set 12, 2007 2:46 pm

que coincidência, isso tudo já me passou pela cabeça

o pior é executar o tal..... infelizmente, o dia continua ter só 24 horas
Um abraço
Hynek
Associado n.º 8 da
Associação NovaEnergia.net

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
hynek
Staff Member
Staff Member
Mensagens: 2134
Registado: terça mai 16, 2006 4:16 pm
Localização: Viseu
Estado: Desligado

Re: Kit de 2 depósitos no Land Rover

Mensagem por hynek » domingo jan 27, 2008 11:40 pm

embora não tive ainda tempo para postar aqui mais novidades, já aconteceu muita coisa.

uma das relas (uma tampa no bloco do motor), que já há muito pediram para serem substituídas, começou a verter. uma que está por trás do motor, sem acesso. tinha de se desmontar o motor todo. aproveitou-se para mudar as relas todas e para desmontar a cabeça, etc... para inspeccionar a câmara de combustão, pistões, válvulas, etc.... o carro tem qq coisa como 250.000 km (valor incerto quando comprados usados). uns 40.000 com ovd em várias percentagens, sem adaptação e com várias adaptações e experiências, até abusivas...

as câmaras de combustão e pistões tinham um aspecto normal. os orifícios de admissão e as válvulas de admissão estavam com bastante carbono e fuligem acumulados (aconteceu no momento quando estava a puxar pelo motor com óleo 2t para lubrificar e limpar o circuito de combustível). as válvulas tinham o pé (não sei o termo em português, em inglês é stem) com um papo carbonizado acima do normal. isto, segundo o mecânico, acontece por causa da readmissão dos gases do escape. por isso mandei tapar esta readmissão e aconselho a quem usa o ovd. também mandei descarbonizar o motor, verificar e reparar outras coisas.
20071013-18 009.jpg
Os orifícios de admissão com excesso de carbono e fuligem, o de expulsão relativamente melhor
20071013-18 009.jpg (0 Bytes) Visto 5399 vezes
20071013-18 018.jpg
As válvulas, as de admissão com excesso de carbono, a foto está desfocada, mas não consegui melhor
20071013-18 018.jpg (0 Bytes) Visto 5398 vezes
20071013-18 020.jpg
Os pistões
20071013-18 020.jpg (0 Bytes) Visto 5400 vezes
Um abraço
Hynek
Associado n.º 8 da
Associação NovaEnergia.net

Avatar do Utilizador

Flamingo
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 901
Registado: sábado set 29, 2007 12:21 am
Localização: Marinha Grande
Estado: Desligado

Re: Kit de 2 depósitos no Land Rover

Mensagem por Flamingo » segunda jan 28, 2008 12:31 am

hynek Escreveu:embora não tive ainda tempo para postar aqui mais novidades, já aconteceu muita coisa.

uma das relas (uma tampa no bloco do motor), que já há muito pediram para serem substituídas, começou a verter. (...)
a mim aconteceu-me o mesmo, mas substitui sem desmontar nada a não ser a rela. o meu motor é transversal e a localização da dita rela é do lado do tablie. mexer entre o motor e o tablie com a falta de espaço não foi tarefa facil. 2 horas e meia para tirar e outras tantas para colocar, mas consegui. salve-se o custo da rela, 0,60 €.
um abraço...

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
hynek
Staff Member
Staff Member
Mensagens: 2134
Registado: terça mai 16, 2006 4:16 pm
Localização: Viseu
Estado: Desligado

Re: Kit de 2 depósitos no Land Rover

Mensagem por hynek » segunda jan 28, 2008 12:44 am

no início do inverno comecei a notar que não estava tudo bem com o motor, sintomas de excesso da percentagem do ov, por isso voltei a medir as temperaturas. com temperatura exterior de 10 ºc o circuito do ov andava por volta de 40 ºc, precisamente entre 38 e 50 ºc, que não ultrapassou. por prudência reduzi as percentagens do ov de ov95 para ov50. na altura nem tinha o filtro nem outros componentes isolados termicamente, só o pré-aquecedor.

por isso fiz algumas alterações e testes no meu land rover discovery 300 tdi que apresento:

- para relembrar, o lr estava equipado com o sistema de 2 depósitos (2 válvulas 3/2 vias, automático – comutação para ov, purga), com realimentação pelo retorno, o aquecimento feito por pré-aquecedor eléctrico e-techeat de 400 w (recomendado, no centro da europa, para consumo até 5 lt/100 km, com realimentação pelo retorno, por isso desconfiava que seja suficiente). quando fiz as medições das temperaturas, durante o verão, estava tudo ok, demorava 5 minutos (uns 4 km) o motor aquecer, comutava para ov e mais uns 5 minutos para passar o circuito do ov desde os 45 ºc para mais de 70 ºc. sublinho que o consumo deste motor ronda entre 8 e 12 lt/100 km.

- fiz alterações tanto no esquema como no equipamento. adicionei um permutador de 12 placas, de 2 kw, encurtei os circuitos da tubagem, isolei o permutador, o filtro e alguns tubos (ainda nem todos), substitui o termocontacto de 75 ºc no topo do pré-aquecedor eléctrico e-techeat por um de 90 ºc e o de 75 ºc instalei no tubo de saída deste pré-aquecedor para conseguir uma maior potência de permuta. ficou tudo mais compacto e alguns componentes mais escondidos.

- também aproveitei para fazer uma outra experiência – aquecer os tubos injectores. já tinha experimentado no ano anterior, mas os resultados foram pouco satisfatórios por causa do material que não aguentava. desta vez usei outros materiais e tive cuidado de experimentar várias potências. acabei de acertar numa potência de 60 w para cada resistência que resulta no aquecimento máximo do fio de resistência até 200 ºc. embora o material principal usado, metal líquido, indica uma estabilidade até 120 ºc, se for bem executado, aguenta. este aquecimento tem incluído um termocontacto de 145 ºc para proteger contra sobreaquecimento.

- com estas alterações fiz o teste-drive de meia hora (às 21,30 h), na periferia urbana de viseu. o carro, na garagem, estava com 15 ºc (motor, ov), parado desde o dia anterior. a temperatura exterior 8 ºc. medi as temperaturas do ov com um termómetro que costuma haver no lidl, modificado para efeito (o sensor metido num t, banhado pelo caudal do combustível) – limitação: só dá até 70 ºc. a temperatura dos tubos injectores foi medida por meio de uma sonda pt100, encaixada na entrada do tubo ao injector. para fazer cada registo foi necessário parar, por isso não foi um teste contínuo…. segue descrição:

distância (km)/temperatura do combustível na entrada da bi (ºc)/temperatura dos tubos injectores (ºc)/ nota
0 / 15 / 15 /arranque do motor frio
1 / 50.3 / 90
1.6 / 43.2 / 85 /acabou de comutar para ov
3.3 / 60.6 / 95 /a temperatura dos tubos injectores depende do consumo instantâneo
4.5 / 66.3 / 80
5.1 / mais de 70 / 100
9.1 / mais de 70 / 100 /a partir daqui desliguei pré-aquecedor eléctrico e-techeat para ver a diferença
15.5 / 65 (mantém-se bastante estável)/ entre 90 e 110 /esta temperatura consegue o permutador manter sozinho

voltei de ligar o pré-aquecedor eléctrico e-techeat e liguei o aquecimento dos tubos injectores directo, sem passar por termocontacto:
16.2 até 22.3 / sempre acima de 70 (já não consegue visualizar) / 100 – 140 (140 ao relanti)

fiquei bastante satisfeito com estes valores e aumentei para ov98. com estas temperaturas mais adequadas e, sobretudo, com aquecimento dos tubos injectores, o motor anda muito mais solto, responde melhor, quase não se nota nenhum fumo, em qualquer regime do motor. isso indica uma combustão melhor e uma provável diminuição do consumo.
Alteração Kit LR 008.jpg
Conjunto 2 válvulas Pevekoil de 3/2 vias e o pré-aquecedor eléctrico E-TecHeat
Alteração Kit LR 008.jpg (0 Bytes) Visto 5379 vezes
Alteração Kit LR 009.jpg
Conjunto filtros
Alteração Kit LR 009.jpg (0 Bytes) Visto 5378 vezes
Alteração Kit LR 022.jpg
Detalhe do permutador
Alteração Kit LR 022.jpg (0 Bytes) Visto 5378 vezes
Um abraço
Hynek
Associado n.º 8 da
Associação NovaEnergia.net

Responder

Voltar para “Diário de bordo do meu veículo a OVD”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 4 visitantes