Mecânica dos Magnetos

Energia Magnética / Perpétua
Gearbest Banner



Responder
Avatar do Utilizador

Autor do tópico
vinato
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 459
Registado: quinta fev 14, 2013 4:20 pm
Localização: Taubaté/SP/Brasil
Contacto:
Estado: Desligado

Re: Mecânica dos Magnetos

Mensagem por vinato » quinta jan 05, 2017 8:51 am

Trinta minutos de ensaio para medir corrente e tensão de um circuito simples?
(Não sei se faço faculdade ou continuo como estou...)
Aless Escreveu:

Vinato, experimenta medir a ENERGIA CONSUMIDA pelo motor sozinho, e pelo motor com a geringonça.
( e não confunde corrente com energia! )

Se não tens equipamento para tal, usa o próprio medidor (de consumo) da companhia fornecedora de energia elétrica.
Talvez uns 15 minutos de ensaio em cada uma das 2 configurações já sejam o suficiente para tirares alguma conclusão.
Melhor que trinta minutos de ensaio aceito a ideia do hamster
CrOhN Escreveu:Uma pessoa não, mas veio-me à ideia um hamster numa gaiola....
Mecânica dos Magnetos veio para falar sobre geração de energia mecânica, para rodar o gerador elétrico (e faz mais (conjunto magnético), rodado por qualquer tipo de força); criada por campos magnéticos (imãs permanentes), com auxílio do motor elétrico.
Não percebi até agora, aumento de consumo do motor, com o aumento dos campos de imãs permanentes.
O acréscimo de rotores, significa acréscimo de massa. Mantendo a rotação e o consumo do motor, a energia cinética está sendo acumulada.
Continuarei aumentando a massa dos campos no eixo, discos de ferro, imãs permanentes, resina. Contabilizando cada vez mais energia cinética.

VERDADEIRA TURBINA ELETROMAGNÉTICA
Livre

Mecânica dos Campos Magnéticos
Última edição por vinato em sábado jan 07, 2017 2:18 am, editado 2 vezes no total.


GoogleAds
Membro
Membro
Mensagens: 99999+
Registado: sabado jan 01, 2000 00:01 am
Estado:Ligado


Avatar do Utilizador

Autor do tópico
vinato
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 459
Registado: quinta fev 14, 2013 4:20 pm
Localização: Taubaté/SP/Brasil
Contacto:
Estado: Desligado

Re: Mecânica dos Magnetos

Mensagem por vinato » sexta jan 06, 2017 10:14 pm

5,2 A
Aquele que sozinho trabalha em 6,3
Energia Livre!
Existe uma solução real para a nossa dependência de energia.
É preciso vontade política!
Acima de tudo disposição e liberdade, o que está faltando. E atrapalhando

Sem qualquer bobina, gerando somente energia mecânica.

Mecânica dos Campos Magnéticos
Reator Eletro Magnético Publico
Brasil
Estados Unidos
Russia
China
Japão
Europa
África

REMP
Última edição por vinato em segunda jan 09, 2017 1:05 pm, editado 2 vezes no total.

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
vinato
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 459
Registado: quinta fev 14, 2013 4:20 pm
Localização: Taubaté/SP/Brasil
Contacto:
Estado: Desligado

Re: Mecânica dos Magnetos

Mensagem por vinato » segunda jan 09, 2017 12:48 pm

O que é usado como truque para ilustrar o funcionamento do motor magnético, é a técnica que utilizo para gerar energia mecânica. Criamos um gerador de energia mecânica.

A insistência em manter a estrutura social neste cenário absurdo, cerrar as portas do incentivo oficial, "a tentativa de abafar o assunto", prejudica nossos direitos, gerando prejuízos para o clima. [youtube]https://youtu.be/TS8T9COsB84[/youtube]

https://youtu.be/TS8T9COsB84
Gerando energia mecânica(09-01-2017 09-48).png
O acréscimo de massa ao eixo, sem prejuízo a rotação e ao consumo do motor significa aumento da energia mecânica.
Gerando energia mecânica(09-01-2017 09-48).png (109.48 KiB) Visto 995 vezes







Mecânica dos Campos Magnéticos

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
vinato
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 459
Registado: quinta fev 14, 2013 4:20 pm
Localização: Taubaté/SP/Brasil
Contacto:
Estado: Desligado

Re: Mecânica dos Magnetos

Mensagem por vinato » sexta jan 13, 2017 11:14 am

Há quatro anos divulgando nossas idéias neste fórum.
Motor magnético, hoje, com 33,542 kg, capaz de derrubar a amperagem de motor elétrico de 1/2 CV respeitando sua velocidade. Mostra a sua eficiência.
Gostaria que um dos senhores me informasse quanta energia cinética representa 33,542 kg, com raio de 15 cm a 1770 RPM
Aless Escreveu:segunda ago 22, 2016 12:02 pm
Hoje ou amanha retornarei para apontar as besteiras da ultima mensagem do Vinato.
Eficiência, fora as besteiras, eficiência.
Reator elétrico, pois rodando 33,5 kg e derrubando a amperagem do motor elétrico, podendo continuar crescendo. Acumula energia mecânica para rodar um gerador elétrico. E nos moldes daquela configuração, com um dos campos estacionado atrás do estator de bobinas, impedindo o freio quando acoplar-se carga.

Estou sugerindo, depois de experimentação, a utilização de mecânica entre campos magnéticos, onde estaríamos colapsando partículas elétricas quando movimentamos o eixo com o motor elétrico.
Quando defrontamos dois campos com polaridades norte, temos duas massas de partículas elétricas se chocando.
Fui muito criticado no início, porque utilizei os campos empregados no gerador elétrico que tem as polaridades dos imãs alternadas. Então ângulo sim, ângulo não, temos atração/repulsão, ou atrito/aceleração. (O que devo continuar utilizando, num módulo no mesmo eixo, porém para gerar energia elétrica com um campo estacionado atrás das bobinas para impedir o freio magnético quando com carga).
Me propus a criar um propulsor do gerador elétrico. E este propulsor nada mais é do que um motor magnético que tem o movimento de um campo frente a outro estático, todos com polaridade norte, movido por motor elétrico. Cada vez que eles se encontram, o que se movimenta recebe um quinhão de energia cinética.
Portanto me sinto muito prejudicado por não ter o equipamento analisado até agora.
De qualquer forma tenho este propulsor montado, que não exige sofisticação.
Dependo isto sim, da obtenção de gerador que alimente o motor elétrico de sobra.
Espero ter conseguido explanar a minha teoria. Venho há tempos publicando esta ideia. É difícil vencer a barreira da inovação sem a materialização.
Sem falar no burburinho que sinto daqueles que não querem largar o osso.
Gostaria de ter a informação da quantidade necessária de energia cinética para rodar um gerador de no mínimo um quilowatt... Ou melhor que isto, o próprio gerador para testes com o propulsor que já está forte.



Reator elétrico. Pode ser do tamanho de uma mochila. Difícil conviver com a ideia sem poder materializa-la.


Rogério Guimarães
Membro Dedicado
Membro Dedicado
Mensagens: 40
Registado: terça mai 06, 2014 2:52 am
Estado: Desligado

Re: Mecânica dos Magnetos

Mensagem por Rogério Guimarães » sábado jan 14, 2017 2:04 am

vinato Escreveu:Trinta minutos de ensaio para medir corrente e tensão de um circuito simples?
(Não sei se faço faculdade ou continuo como estou...)
Aless Escreveu:

Vinato, experimenta medir a ENERGIA CONSUMIDA pelo motor sozinho, e pelo motor com a geringonça.
( e não confunde corrente com energia! )

Se não tens equipamento para tal, usa o próprio medidor (de consumo) da companhia fornecedora de energia elétrica.
Talvez uns 15 minutos de ensaio em cada uma das 2 configurações já sejam o suficiente para tirares alguma conclusão.
De fato é simples, e a questão é a energia consumida pelo motor.
Quais o valores que você encontrou para o ângulo de fase entre a corrente e a tensão em cada uma das configurações?
(motor em vazio e motor com a geringonça)

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
vinato
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 459
Registado: quinta fev 14, 2013 4:20 pm
Localização: Taubaté/SP/Brasil
Contacto:
Estado: Desligado

Re: Mecânica dos Magnetos

Mensagem por vinato » sábado jan 14, 2017 11:03 am

GENERAL ELETROMAGNETIC REACTOR

A polícia esteve ontem, procurando bandidos aqui no bairro. Teriam jogado pedras em uma viatura.
O helicóptero Águia, da Polícia Militar fez rasantes sobre nossas casas. Policiais invadiram a minha casa.
Seria bom que o helicóptero estivesse equipado com um reator elétrico.
O governador deveria ter me dado assistência...
Rogério Guimarães Escreveu:De fato é simples, e a questão é a energia consumida pelo motor.
Quais o valores que você encontrou para o ângulo de fase entre a corrente e a tensão em cada uma das configurações?
(motor em vazio e motor com a geringonça)
General, vamos derrubar esta máquina?
...Chuchu beleza!


Rogério Guimarães
Membro Dedicado
Membro Dedicado
Mensagens: 40
Registado: terça mai 06, 2014 2:52 am
Estado: Desligado

Re: Mecânica dos Magnetos

Mensagem por Rogério Guimarães » sábado jan 14, 2017 11:52 am

E quais são os valores que você encontrou para o ângulo de fase entre a corrente e a tensão em cada uma das configurações?
(motor em vazio e motor com a geringonça)

Para poder concluir alguma coisa sobre a energia consumida, você precisaria saber isso que te perguntei.

Mas pelo jeito, parece que você não faz a menor idéia do que se trata...
:D

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
vinato
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 459
Registado: quinta fev 14, 2013 4:20 pm
Localização: Taubaté/SP/Brasil
Contacto:
Estado: Desligado

Re: Mecânica dos Magnetos

Mensagem por vinato » sábado jan 14, 2017 12:12 pm

Protocolei reclamação contra a administração municipal de Taubaté, junto ao vereador Dentinho do Partido Verde. Já que estou em Via Crucis informando órgãos publicos e secretarias há quatro anos e não obtive respostas. Ficando exposto ao achincalhamento e deboche.
Rogério Guimarães Escreveu:E quais são os valores que você encontrou para o ângulo de fase entre a corrente e a tensão em cada uma das configurações?
(motor em vazio e motor com a geringonça)

Para poder concluir alguma coisa sobre a energia consumida, você precisaria saber isso que te perguntei.

Mas pelo jeito, parece que você não faz a menor idéia do que se trata...
:D
GENERAL ELETROMAGNETIC REACTOR
REATOR GERAL ELETROMAGNÉTICO
Estrutura frágil e funcionamento precário...


Rogério Guimarães
Membro Dedicado
Membro Dedicado
Mensagens: 40
Registado: terça mai 06, 2014 2:52 am
Estado: Desligado

Re: Mecânica dos Magnetos

Mensagem por Rogério Guimarães » domingo jan 15, 2017 12:22 pm

vinato Escreveu:Protocolei reclamação contra a administração municipal de Taubaté, junto ao vereador Dentinho do Partido Verde. Já que estou em Via Crucis informando órgãos publicos e secretarias há quatro anos e não obtive respostas. Ficando exposto ao achincalhamento e deboche.
Rogério Guimarães Escreveu:E quais são os valores que você encontrou para o ângulo de fase entre a corrente e a tensão em cada uma das configurações?
(motor em vazio e motor com a geringonça)

Para poder concluir alguma coisa sobre a energia consumida, você precisaria saber isso que te perguntei.

Mas pelo jeito, parece que você não faz a menor idéia do que se trata...
:D
Alguém já te disse no youtube "Parece que você gosta de passar vexame, pois escreve sobre coisas que desconhece". E é verdade!
No início deste tópico, foi dito que o seu "projeto" desperdiça energia, mas, apesar de não ter estudado Física, você não acreditou.
E seguiu publicando uma besteirada de dar dó (ainda me lembro da sua incapacidade de entender uma das leis de Newton).

Enfim, você escreve sobre a geringonça como se aquilo fosse resolver alguma coisa, mas até agora você não conseguiu sequer comparar a energia consumida pelo motor em vazio e com a geringonça, pois não sabe como medi-la. Ou seja, não conseguiu nem dar o primeiro passo, e vem dizer que os órgãos oficiais estão te sabotando?!

O Aless, adivinhando que você não sabe usar um multímetro para medir a energia consumida pelo motor, até sugeriu caminhos alternativos, que você desprezou:
vinato Escreveu:Trinta minutos de ensaio para medir corrente e tensão de um circuito simples?
(Não sei se faço faculdade ou continuo como estou...)
Aless Escreveu:

Vinato, experimenta medir a ENERGIA CONSUMIDA pelo motor sozinho, e pelo motor com a geringonça.
( e não confunde corrente com energia! )

Se não tens equipamento para tal, usa o próprio medidor (de consumo) da companhia fornecedora de energia elétrica.
Talvez uns 15 minutos de ensaio em cada uma das 2 configurações já sejam o suficiente para tirares alguma conclusão.
Como ninguém vai desperdiçar tempo tentando te explicar como se usa um multímetro para medir o ângulo entre corrente e tensão, acho que você vai ter mesmo que seguir a sugestão do Aless... ou continuar a se iludir sobre a geringonça.

E é afundado nessa ignorância toda que você vem se oferecer para dar aulas ?
vinato Escreveu:Venham, Aless, Rogério Guimarães... fazer um curso prático sobre o motor elétrico.
Pelo amor de Deus, me informe qual o endereço do teatro, o preço do ingresso, e quando será a sessão.
Adoro comédia.

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
vinato
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 459
Registado: quinta fev 14, 2013 4:20 pm
Localização: Taubaté/SP/Brasil
Contacto:
Estado: Desligado

Re: Mecânica dos Magnetos

Mensagem por vinato » domingo jan 15, 2017 12:58 pm

Rogério Guimarães Escreveu: Pelo amor de Deus, me informe qual o endereço do teatro, o preço do ingresso, e quando será a sessão.
Adoro comédia.
Estou aumentando a massa no eixo (isto implica em aumento da energia cinética. Se é que você é capaz de admitir), gastando a mesma energia. Como "não sabe como medi-la"? Mantendo a mesma voltagem, a mesma amperagem e a mesma rotação do motor. Com voltímetro, alicate amperímetro e tacômetro digital!
Nossas espaçonaves não funcionarão com painéis solares. Nem com reatores nucleares. Mas com reatores eletromagnéticos. (Antigamente, eram constituídos por um tipo especial de transformador, que convertia a tensão de entrada na tensão de saída necessária para lâmpadas fluorescentes e em outros dispositivos elétricos que necessitam limitar a intensidade da corrente elétrica de acionamento. Normalmente, utilizava-se um starter, ou dispositivo de partida, para dar ignição ao sistema. Substituídos por eletrônicos)
Diferente, o reator que proponho, não é limitador de corrente. Usa como starter um motor que amplifica a energia mecânica.


Este teu clamor vai de encontro ao daqueles que não querem largar o osso.
Não querem deixar de alienar.
Não querem que esta estrutura seja substituída por estrutura mais moderna.
Não querem deixar de arrecadar impostos.

Não veremos comédia nos próximos anos com a atmosfera contaminada.

Estamos queimando carvão, ainda!

Precisamos de energia e não temos tecnologia eficiente ou suficiente
Não temos espaço para mais hidrelétricas
Não temos espaço para mais uma Odebrecht
Não temos mais tempo
Não temos mais espaço
Não temos mais clima
20170112_213047.jpg
45 segundos de aplicação de força do motor e e 90 segundos de rotação livre. Isto significa geração de energia mecânica! (Espaço no eixo para aumento dos campos)
Temos um simulador de estrutura frágil e funcionamento precário, com 50 kg no eixo...chamam-na geringonça:
https://youtu.be/5TClChIx7DM
Última edição por vinato em segunda jan 16, 2017 10:07 pm, editado 1 vez no total.


Rogério Guimarães
Membro Dedicado
Membro Dedicado
Mensagens: 40
Registado: terça mai 06, 2014 2:52 am
Estado: Desligado

Re: Mecânica dos Magnetos

Mensagem por Rogério Guimarães » segunda jan 16, 2017 12:28 am

vinato Escreveu: Estou aumentando a massa no eixo (isto implica em aumento da energia cinética. Se é que você é capaz de admitir), gastando a mesma energia. Como "não sabe como medi-la"? Mantendo a mesma voltagem, a mesma amperagem e a mesma rotação do motor. Com voltímetro, alicate amperímetro e tacômetro digital!
Exatamente! Confirmou mais uma vez que não sabe. :D
Você não sabe medir a potência gasta pelo motor em vazio e nem a potência gasta pelo motor com a geringonça...

Quando vai ser a "aula" ?

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
vinato
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 459
Registado: quinta fev 14, 2013 4:20 pm
Localização: Taubaté/SP/Brasil
Contacto:
Estado: Desligado

Re: Mecânica dos Magnetos

Mensagem por vinato » segunda jan 16, 2017 5:17 am

Ditado português : A necessidade aguça o engenho
Nas minhas mensagens, passara a existir índice remissivo de questões não respondidas, mal respondidas. Até encontrar resposta adequadas. Serão replicadas em todas as redes sociais que participo. Até encontrar "loucos" como eu, capazes de replicar o equipamento físico.
Até as máquinas copiarem também, pois coloco a informação na rede para que computadores inteligentes assimilem e digam a verdade. Pois que de homens a meia boca, estou cansado de encontrar concordância.
Rogério Guimarães Escreveu:
vinato Escreveu: Estou aumentando a massa no eixo (isto implica em aumento da energia cinética. Se é que você é capaz de admitir), gastando a mesma energia. Como "não sabe como medi-la"? Mantendo a mesma voltagem, a mesma amperagem e a mesma rotação do motor. Com voltímetro, alicate amperímetro e tacômetro digital!
Exatamente! Confirmou mais uma vez que não sabe. :D
Você não sabe medir a potência gasta pelo motor em vazio e nem a potência gasta pelo motor com a geringonça...
O que exatamente!? Exatamente estou aumentando a massa no eixo, aumentando consequentemente a energia cinética?
Gerador de Energia EletroMecânica.JPG
Necessita de gerador de imãs permanentes e motor elétrico
GERADOR DE ENERGIA ELETROMAGNÉTICO
Acho fantástica a ideia de poder aumentar o volume do eixo, aumentando o seu torque, tendo com isso, força suficiente para gerar energia elétrica.
Só preciso de um gerador de imãs permanentes.







2-Por que se confirma como em vazio, a manutenção da voltagem, amperagem e rotação do motor, aumentando a massa no eixo? (com voltímetro, alicate amperímetro e tacômetro digital laser)
1-O aumento do peso no eixo, com a inserção gradual dos discos magnéticos no eixo, voltagem, amperagem e rotação não se alteram. A não ser na partida, quando é exigida maior amperagem. Mas logo retornando ao nível normal de consumo do motor em vazio. Isto significa que é possível aumentar indefinidamente (?) o conjunto de campos, consequentemente estara aumentando a energia cinética?
Última edição por vinato em sábado mar 04, 2017 5:24 am, editado 2 vezes no total.

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
vinato
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 459
Registado: quinta fev 14, 2013 4:20 pm
Localização: Taubaté/SP/Brasil
Contacto:
Estado: Desligado

Re: Mecânica dos Magnetos

Mensagem por vinato » terça jan 17, 2017 5:36 pm

A massa em rotação, a 1770 RPM frequenta a mesma posição 29,5 vezes por segundo. Seus elétrons geram campo magnético que atraem outros elétrons daquela órbita.
Diagrama Gerador Energia Mecânica.JPG
A cada conjunto magnético acrescentado, acumula mais força
Proporcional a força magnética, campos magnéticos devolve ao eixo a energia mecânica gerada.
É isso, ou tudo continua como está...



2-Por que se confirma como em vazio, a manutenção da voltagem, amperagem e rotação do motor, aumentando a massa no eixo? (com voltímetro, alicate amperímetro e tacômetro digital laser)
1-O aumento do peso no eixo, com a inserção gradual dos discos magnéticos no eixo, voltagem, amperagem e rotação não se alteram. A não ser na partida, quando é exigida maior amperagem. Mas logo retornando ao nível normal de consumo do motor em vazio. Isto significa que é possível aumentar indefinidamente (?) o conjunto de campos, consequentemente estara aumentando a energia cinética?

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
vinato
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 459
Registado: quinta fev 14, 2013 4:20 pm
Localização: Taubaté/SP/Brasil
Contacto:
Estado: Desligado

Re: Mecânica dos Magnetos

Mensagem por vinato » quarta jan 18, 2017 4:02 pm

Rogério Guimarães Escreveu:
Vinato Escreveu: Trinta minutos de ensaio para medir corrente e tensão de um circuito simples?
(Não sei se faço faculdade ou continuo como estou...)
De fato é simples, e a questão é a energia consumida pelo motor.
Quais o valores que você encontrou para o ângulo de fase entre a corrente e a tensão em cada uma das configurações?
(motor em vazio e motor com a geringonça)
Divulgo a criação de um gerador de energia mecânica, que necessita de energia para seu funcionamento. Mas não desperdiça energia e não viola qualquer lei da Física!
Diagrama_Gerador_de_Energia Elétrica_Eletromagnético.JPG
A energia está presente. Basta provocarmos o fluxo dela com esta mecânica de campos magnéticos. Na sombra ou no Sol.
Diagrama_Gerador_de_Energia Elétrica_Eletromagnético.JPG (35.36 KiB) Visto 474 vezes
O aumento do peso no eixo, com a inserção gradual dos discos magnéticos, não altera voltagem, amperagem e rotação do motor elétrico. A não ser na partida, quando é exigida maior amperagem. Mas logo retornando ao nível normal de consumo do motor em vazio. Isto significa que é possível aumentar indefinidamente o conjunto de campos, consequentemente estará aumentando a energia cinética.
O MOTOR MAGNÉTICO TEM A PROPRIEDADE DE IMPULSIONAR A MASSA Regula a rotação e impede o freio da carga
Última edição por vinato em domingo jan 22, 2017 2:45 am, editado 2 vezes no total.


Rogério Guimarães
Membro Dedicado
Membro Dedicado
Mensagens: 40
Registado: terça mai 06, 2014 2:52 am
Estado: Desligado

Re: Mecânica dos Magnetos

Mensagem por Rogério Guimarães » quinta jan 19, 2017 1:41 am

vinato Escreveu:
Rogério Guimarães Escreveu:
vinato Escreveu:Trinta minutos de ensaio para medir corrente e tensão de um circuito simples?
(Não sei se faço faculdade ou continuo como estou...)
De fato é simples, e a questão é a energia consumida pelo motor.
Quais o valores que você encontrou para o ângulo de fase entre a corrente e a tensão em cada uma das configurações?
(motor em vazio e motor com a geringonça)
O Rogério Guimarães ainda não foi capaz de entender que divulgo a criação de um gerador de energia mecânica, que, como qualquer equipamento necessita de energia para seu funcionamento. Que tem como atribuição, amplificar a energia mecânica recebida. Não desperdiçar sem violar qualquer lei da Física!
O seu suposto gerador não amplifica nenhuma energia.
Apenas DESPERDIÇA energia.

vinato Escreveu:3-Rogério Guimarães você seria capaz de admitir que o motor magnético amplifica aquela energia aplicada na partida?
Chama-se "volante" um disco pesado acoplado ao eixo.
Toda a energia cinética do seu volante é obtida na partida.
Por isso, obriga que o motor consuma uma corrente várias vezes maior que a corrente normal de funcionamento.
Depois que a rotação se estabiliza, não existe mais nenhum acúmulo de energia cinética pelo volante.

vinato Escreveu:2-Por que se confirma como em vazio, a manutenção da voltagem, amperagem e rotação do motor, aumentando a massa no eixo? (com voltímetro, alicate amperímetro e tacômetro digital laser)
Num momento você diz que a corrente com a geringonça era de 5.3A e que a corrente em vazio era de 6.3A .
Depois você diz que, em vazio e com a geringonça, a corrente não se altera.
Você sabe o que significa "em vazio" ?
Então refaça sua pergunta com um mínimo de coerência.

vinato Escreveu:1-O aumento do peso no eixo, com a inserção gradual dos discos magnéticos no eixo, voltagem, amperagem e rotação não se alteram. A não ser na partida, quando é exigida maior amperagem. Mas logo retornando ao nível normal de consumo do motor em vazio. Isto significa que é possível aumentar indefinidamente (?) o conjunto de campos, consequentemente estará aumentando a energia cinética?
A energia cinética do volante é obtida durante a aceleração da partida.
Quanto mais peso no volante, mais corrente o motor irá drenar na partida.
A energia cinética é integralmente obtida da rede elétrica, e, ainda por cima, causa perdas por atrito, etc.
Não se vê nada a não ser desperdício nesta sua geringonça.

Uma útima observação: ao longo de cada volta, a sua geringonça, ou seja, o conjunto de discos magnéticos (rotor e estator), num momento absorvem energia, e em outro devolvem parte dessa energia, provocando "soluços".
Se essa estupidez servisse para "ajudar" o motor elétrico, a própria geringonça seria capaz de girar sozinha, por si mesma.
Mas acontece que ela PRECISA de um auxílio externo para conseguir completar cada volta.
Portanto, ela ATRAPALHA, em vez de ajudar.
Eu achava que até uma criança seria capaz de enxergar isso, mas acho que me enganei...

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
vinato
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 459
Registado: quinta fev 14, 2013 4:20 pm
Localização: Taubaté/SP/Brasil
Contacto:
Estado: Desligado

Re: Mecânica dos Magnetos

Mensagem por vinato » quinta jan 19, 2017 9:34 am

Rogério Guimarães Escreveu:A energia cinética é integralmente obtida da rede elétrica
Toda a energia cinética do seu volante é obtida na partida.
A energia cinética é acumulada durante a rotação, não "toda obtida na partida". E se mantém, existe realimentação!

Em relação a corrente do motor em vazio
Rogério Guimarães Escreveu:Num momento você diz que a corrente com a geringonça era de 5.3A e que a corrente em vazio era de 6.3A .
Depois você diz que, em vazio e com a geringonça, a corrente não se altera.
Você sabe o que significa "em vazio" ?
Se sei o que é motor em vazio?
O simulador é fraco. Montado precariamente. A variação de corrente é de décimos de ampere. Em vazio ou acoplado ao motor magnético. Pode-se considerar que NÃO SE ALTERA.
(O que veremos com ele montado com um padrão de usinagem.) E com o aumento da potência magnética, e aumento da massa metálica no eixo.


O motor elétrico aplica energia mecânica na rotação ininterruptamente. Não pára. E o motor magnético, gera energia mecânica. Então temos Energia Livre!
Última edição por vinato em quinta jan 19, 2017 10:20 pm, editado 2 vezes no total.

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
vinato
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 459
Registado: quinta fev 14, 2013 4:20 pm
Localização: Taubaté/SP/Brasil
Contacto:
Estado: Desligado

Re: Mecânica dos Campos Magnéticos

Mensagem por vinato » quinta jan 19, 2017 2:01 pm

A energia está presente. É só provocarmos o fluxo dela com esta mecânica de campos magnéticos.
Rogério Guimarães Escreveu:A energia cinética é integralmente obtida da rede elétrica, e, ainda por cima, causa perdas por atrito, etc.
Não se vê nada a não ser desperdício nesta sua geringonça.
Isto é um ensaio. Simulação.
Somando as perdas por atrito, aos ganhos, não existe desperdício. É simulação!

Estou gerando exclusivamente energia mecânica.
Verdade inconveniente? É para aqueles que alienam... Até 2040...
Como será viver até lá com este aquecimento?

Muitos sabem o que estou falando. Não somos alienados, somos livres![/i][/b]
Esta é a oportunidade. MOTOR ELÉTRICO!

2-Qual é a quantidade de energia mecânica gerada, com massa no eixo de 50 kg, raio de 15 cm a 1770 RPM? É nada?
1-Por que se confirma como em vazio, a manutenção da voltagem, amperagem e rotação do motor, aumentando a massa no eixo? (com voltímetro, alicate amperímetro e tacômetro digital laser)

O aumento do peso, com a inserção gradual dos discos magnéticos no eixo, não alteram a voltagem, amperagem e a rotação. A não ser na partida, quando é exigida maior amperagem. Mas logo retornando ao nível normal de consumo do motor em vazio. Isto significa que é possível aumentar indefinidamente o conjunto de campos, consequentemente aumentando a energia cinética.


Rogério Guimarães
Membro Dedicado
Membro Dedicado
Mensagens: 40
Registado: terça mai 06, 2014 2:52 am
Estado: Desligado

Re: Mecânica dos Magnetos

Mensagem por Rogério Guimarães » sexta jan 20, 2017 11:53 am

vinato Escreveu:
Rogério Guimarães Escreveu:A energia cinética é integralmente obtida da rede elétrica
Toda a energia cinética do seu volante é obtida na partida.
A energia cinética é acumulada durante a rotação, não "toda obtida na partida". E se mantém, existe realimentação!
Depois da partida, a velocidade do seu motor elétrico ( sozinho ou com a geringonça) não se altera.
Acontece que a energia cinética é proporcional ao quadrado da velocidade.
Portanto, se a velocidade não se altera, então a energia cinética não se altera.

Ou seja, toda a energia cinética do volante é obtida durante a partida.
Vai continuar a insistir na estupidez?


vinato Escreveu: O motor elétrico aplica energia mecânica na rotação ininterruptamente. Não pára.
O motor elétrico aplica energia elétrica para gerar energia mecânica.

vinato Escreveu: E o motor magnético, gera energia mecânica. Então temos Energia Livre!
O seu suposto motor magnético recebe a energia mecânica gerada pelo motor elétrico.
E não acrescenta nenhuma energia mecânica.
Se fosse capaz de acrescentar, então ele seria capaz de rodar por si, sem a ajuda do motor elétrico, o que não acontece.

Se ele precisa de alguém que o empurre, então é porque ele, sozinho, não consegue andar.

Parece que é extremamente difícil entender isto que eu escrevi...
:D


Rogério Guimarães
Membro Dedicado
Membro Dedicado
Mensagens: 40
Registado: terça mai 06, 2014 2:52 am
Estado: Desligado

Re: Mecânica dos Campos Magnéticos

Mensagem por Rogério Guimarães » sexta jan 20, 2017 12:34 pm

vinato Escreveu: 2-Qual é a quantidade de energia mecânica gerada, com massa no eixo de 50 kg, raio de 15 cm a 1770 RPM? É nada?
A massa em rotação não gerou nada. Você quis dizer absorvida.
Para colocar essa massa na rotação de 1770 rpm, sem considerar as perdas, o motor elétrico gastou cerca de 10000 Joules .


vinato Escreveu: 1-Por que se confirma como em vazio, a manutenção da voltagem, amperagem e rotação do motor, aumentando a massa no eixo? (com voltímetro, alicate amperímetro e tacômetro digital laser)

O aumento do peso, com a inserção gradual dos discos magnéticos no eixo, não alteram a voltagem, amperagem e a rotação. A não ser na partida, quando é exigida maior amperagem. Mas logo retornando ao nível normal de consumo do motor em vazio. Isto significa que é possível aumentar indefinidamente o conjunto de campos, consequentemente aumentando a energia cinética.
O consumo grande de energia (aqueles 10000 Joules e mais alguma coisa) acontece durante a partida, até que a rotação do conjunto se estabilize.
Depois que a rotação se estabiliza, gasta-se muito pouco para manter a massa em rotação.

OBS: se em vez de discos de ferro, você utilizar a geringonça acoplada ao eixo, o consumo de energia pelo motor elétrico será maior devido, por exemplo, às correntes parasitas que sua geringonça produzirá. Nesse caso, haverá um desperdício maior de energia.

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
vinato
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 459
Registado: quinta fev 14, 2013 4:20 pm
Localização: Taubaté/SP/Brasil
Contacto:
Estado: Desligado

Re: Mecânica dos Campos Magnéticos

Mensagem por vinato » sexta jan 20, 2017 8:08 pm

Rogério Guimarães Escreveu:
vinato Escreveu: 2-Qual é a quantidade de energia mecânica gerada, com massa no eixo de 50 kg, raio de 15 cm a 1770 RPM? É nada?
A massa em rotação não gerou nada. Você quis dizer absorvida.
Não. Eu não quis dizer absorvida!
É energia mecânica adquirida.

Quando, em rotação, esta massa conserva um volume de energia mecânica relativa (proporcional a potência dos campos magnéticos e a quantidade da massa).


A energia está presente no ambiente. Basta provocarmos o fluxo dela com esta mecânica de campos magnéticos..
Última edição por vinato em segunda jan 23, 2017 11:07 pm, editado 3 vezes no total.

Responder

Voltar para “Energia Magnética / Perpétua”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante