Nuclear - Crimes contra a Humanidade

Energia Nuclear
Gearbest Banner



Responder
Avatar do Utilizador

Autor do tópico
BondadeSua
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1520
Registado: quinta mar 11, 2010 10:52 pm
Estado: Desligado

Nuclear - Crimes contra a Humanidade

Mensagem por BondadeSua » sexta jul 15, 2011 11:31 am

Saudações verdes

Abro este tópico, tentando trazer aqui, uma postura/ideia diferente, daquela que tem sido propalada, a meu ver vezes demais.

(Moderação intervenha, na medida em que eu possa ser o primeiro a desvirtuar o fórum)

Este é o meu pensamento:
..........
Espero não viver o suficiente, para testemunhar esta realidade. Isto é; se mais um acidente "natural", como o do Japão, trouxer consigo mais uma "tragédia nuclear", nas próximas duas ou três décadas, trará consigo também e inevitavelmente, uma catadupa de "dados", que até hoje tem estado "dispersa", "indisponível" ou mesmo "oculta", para não criar alarme nem revoltas sociais.

Se essa "catástrofe" acontecer, não vai ser possível às direcções de empresas e investidores do "nuclear", encobrir, desculpar e/ou ignorar publicamente, como até aqui, que tinham conhecimento do perigo a que submeteram a Humanidade, quando aprovaram, participaram ou "venderam", a ideia de, segurança, riqueza, bem-estar, felicidade, ciência, evolução, "futuro", ... e muito mais(!!!), à Humanidade.

Já alguém se perguntou, porque é que as autoridades "soviéticas", (prefiro esta designação), mandaram e continuam a mandar, para o exterior, a execução das análises/verificações laboratoriais das amostras "celulares", recolhidas nas vítimas, "directas e indirectas" (ainda não percebi quem é o quê?), da catástrofe que foi Chernobil?
Para aqueles que desconhecem, o IPATIMUP, tem sido um dos destinos dessa "investigação".
Não tem tanto a ver, com indecência, seriedade, confiança, supremacia dos laboratórios ou maior disponibilidade, dos laboratórios contratados, mas sim com o simples facto de assim e de forma justificada, se DISPERSA A NUVEM. Neste caso, a nuvem de desgraça, que esses cientistas, por força do sigilo e da deontologia, tornam impossível ao cidadão comum, aceder ao completo/global, e real, conhecimento da coisa.
E esta realidade, passa-se também com as análises de segurança às instalações (actualmente e no passado), passa-se com o comércio e enriquecimento/pureza dos elementos radioactivos necessários à utilização/aplicação/implementação do "monstro".

E estamos desta forma a dar instrumentos ao terrorismo, para agir, onde quer e lhe apetece. Felizmente para nós, esse terrorismo, ainda se tem mantido, essencialmente noutras "paragens".
Espero que assim continue, pois os "vendedores/promotores" desta tecnologia, apenas me incomodam, não trazem danos de maior, (mesmo em tribunal), apenas os podemos qualificar de "mal intencionados". Por enquanto, ... são apenas colaboradores dum mundo "virtual".
Mas no momento em que a "tragédia", acontecer na minha cidade, (ou deverei dizer parvónia), aí já vai ser possível atribuir co-responsabilidade a "certos nomes" e/ou "grupos". A "cascata" vai desmoronar certamente!

Numa eventual situação de catástrofe, (ou será circo arrasado?), do que restar, vai ser um corre corre para apagar vestígios e esconder desgraças, que não restará aos sobreviventes outro remédio, que a instauração de um "Tribunal Marcial", para um "julgamento" sumário e tão breve, que nem os abutres vão ter tempo de "sacudir" o bico, perante tanto "fartote".

Nessa altura, irá falar-se sim, de "Crimes contra a Humanidade", inevitavelmente.

Espero não viver o suficiente para testemunhar esta realidade. Mas espero também, que os meus, "amigos" tenham uma vida tão longa como a minha!
Apesar de me apelidarem de ser "um não crente", rezo muitas vezes, para que os meus amigos recebam sempre a triplicar, o "BEM" que me proporcionam.


BondadeSua
Não se nasce empreendedor. Aprende-se!!![/b]


GoogleAds
Membro
Membro
Mensagens: 99999+
Registado: sabado jan 01, 2000 00:01 am
Estado:Ligado


Avatar do Utilizador

mauri
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 7877
Registado: sexta set 04, 2009 1:04 am
Localização: Amadora
Estado: Desligado

Re: Nuclear - Crimes contra a Humanidade

Mensagem por mauri » sexta jul 15, 2011 4:03 pm

Um pensamento bem esclarecedor, Bondade Sua.
Pior é que nós temos uma central nuclear bem perto de nós (portugueses) junto à fronteira e dela não tiramos proveito. Se houver um acidente (mal vai o agouro), somos os primeiros a apanhar as radiações por ar e rio.
Sou, já o disse, contra o nuclear, mas talvez seja um mal necessário enquanto não houver outras fontes de energia. É como tomar um medicamento para um mal e ele sai furado: faz pior do que melhor.
Para finalizar deixo os comentários de Silvio Sozza e celso bianchi sobre o acidente no Japão, julgo que vem a propósito:
Japão detecta césio em ração de gado a 65km de Fukushima -O Japão detectou césio radioativo em ração usada para alimentar gado em uma fazenda de Asakawa, a 65 km da usina nuclear de Fukushima. Durante esta semana, foi detectada carne contaminada procedente de uma fazenda de Minamisoma, a 25 km da central, onde os animais eram alimentados com forragem que continha altos níveis deste isótopo radioativo. --- Vamos torcer para que os laboratórios da Inglaterra e do Canadá possam descobrir uma vacina da superbacteria de gonorreia que vem contaminando japoneses. Vamos torcer para que japoneses saiam da lama, saiam do buraco em que se encontram. http://g1.globo.com/tsunami-no-pacifico ... cesio.html Silvio Sozza

Demoraremos dez anos, ou eventualmente algumas décadas para cuidar desse acidente', afirmou Kan a autoridades locais do Partido Democrático do Japão durante um encontro em Tóquio. A usina nuclear de Fukushima ficou sem energia após o terremoto seguido de tsunami em 11 de março. Três dos reatores tiveram derretimento de urânio, e uma série de explosões de hidrogênio espalhou materiais radioativos em uma vasta região. Tem imbecil de plantão aqui que diz que Fukushima está florido outra vez! celso bianchi

http://www.estadao.com.br/noticias/inte ... 5234,0.htm
Imagem
Associado 69Imagem
Antes de abrir um tópico utilize a Pesquisa
Prece
Imagem

Avatar do Utilizador

Master
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 712
Registado: domingo fev 17, 2008 7:06 pm
Localização: Santa Iria de Azóia
Estado: Desligado

Re: Nuclear - Crimes contra a Humanidade

Mensagem por Master » sexta jul 15, 2011 5:24 pm

Crimes contra a humanidade há vários, desde guerras, derrames quimicos, queimas de florestas, até e posso adiantar POLITICA, pois o que estamos a passar a vários anos pelos nossos políticos é um autentico crime contra a humanidade...
Não nos devemos cingir pelo nuclear, há outros crimes a acontecer neste momento, crimes que estão a matar milhares de pessoas a fome e a sede, a matar florestas, poluir rios, atmosferas, etc...
Dos Fracos Não Reza a História...

Avatar do Utilizador

mauri
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 7877
Registado: sexta set 04, 2009 1:04 am
Localização: Amadora
Estado: Desligado

Re: Nuclear - Crimes contra a Humanidade

Mensagem por mauri » terça ago 02, 2011 11:07 pm

Agora venham defender o nuclear
2 de Agosto de 2011 | 17:03

Radiação em Fukushima atingiu níveis «mortais» na 2ª-feira

Os valores de radiação da central nuclear de Fukushima, no Japão, atingiram segunda-feira os níveis mais elevados de sempre, bastando 60 minutos de exposição para matar uma pessoa.

http://novaenergia.net/forum/viewtopic. ... &start=400
Imagem
Associado 69Imagem
Antes de abrir um tópico utilize a Pesquisa
Prece
Imagem

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
BondadeSua
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1520
Registado: quinta mar 11, 2010 10:52 pm
Estado: Desligado

Re: Nuclear - Crimes contra a Humanidade

Mensagem por BondadeSua » sexta nov 11, 2011 3:09 pm

Embora lentamente, a sociedade lá vai dando passos neste sentido. Virá o dia em que possamos dizer que o "crime não compensa".
Vejam a notícia no Publico, online:
http://ecosfera.publico.pt/noticia.aspx?id=1520445

Gigante francês da energia condenado a multa de 1,5 milhões por espiar Greenpeace
11.11.2011
Helena Geraldes

A Justiça francesa condenou quinta-feira a Electricité de France (EDF) a pagar uma multa de 1,5 milhões de euros e decretou a prisão de dois funcionários por espionagem informática a computadores da organização ecologista Greenpeace.

O Tribunal de Nanterre, perto de Paris, condenou ainda a EDF a pagar à Greenpeace 500 mil euros de indemnização por danos.

O caso remonta a 2006 quando a EDF contratou a empresa de segurança Kargus Consultants para espiar membros da Greenpeace francesa que organizavam uma campanha contra um novo reactor que estava a ser construído em Flammanville, na costa da Normandia. Durante o julgamento, Thierry Lorho, director da Kargus, disse que a missão que lhe tinha sido confiada era clara – a EDF "queria entrar nos computadores da Greenpeace para antecipar as suas acções ligadas ao reactor nuclear", citou a agência AFP.

A empresa acabou por entregar à EDF um dossier sobre os ecologistas, com base em cerca de 1400 documentos roubados do computador de Yannick Jadot, na altura director de campanha na Greenpeace.

A 24 de Outubro de 2011, o procurador do Tribunal de Nanterre, Benjamin Branchet, pediu a condenação da EDF por "cumplicidade e intrusão informática fraudulenta". O responsável disse, então, ao jornal "Le Monde" que "ninguém se deve sentir autorizado a violar a lei, qualquer que seja a sua função, o seu passado ou a sua rede de influências".

A EDF alegou que apenas pediu à Kargus para vigiar os activistas mas que a empresa de segurança excedeu aquilo que lhe tinha sido pedido. No entanto, ontem, a juíza Isabelle Prevost-Desprez discordou e condenou a três anos de prisão Pascal Durieux (responsável da EDF pela segurança nuclear, em 2006) e Pierre-Paul François (segundo responsável da EDF pela segurança nuclear, em 2006). Também foram condenados à prisão Thierry Lorho, director da Kargus, (uma pena de três anos) e Alain Quiros, responsável pela informática na empresa de segurança (a uma pena de dois anos).

A BBC noticia que a EDF pretende recorrer da sentença.

Para a Greenpeace, o veredicto mostra que “a indústria nuclear não está acima da lei”. “Com as terríveis consequências do acidente nuclear em Fukushima [que ocorreu em Março no Japão], a indústria nuclear precisa ser responsabilizada pelos seus actos mais do que nunca”, escreve a organização ecologista em comunicado.

Esta é uma indústria que “precisa de recorrer a tácticas como a espionagem, manipulação da opinião pública e propaganda” porque “ela própria não acredita nos seus argumentos”, acrescentou. A questão do nuclear é um tema sensível em França, país que depende dos seus 58 reactores para produzir cerca de 80% da electricidade.

As ligações complexas entre a França e a Greenpeace remontam a 1985 quando, a 10 de Julho, os Serviços Secretos franceses afundaram o navio da organização, “Rainbow Warrior”, no porto de Auckland, Nova Zelândia. Meses mais tarde, a 3 de Novembro, dois agentes secretos franceses admitiram, no Tribunal de Auckland, culpas no naufrágio, que matou o fotógrafo português Fernando Pereira, de 35 anos. A embarcação, símbolo da organização ecologista Greenpeace e do activismo ambiental no mundo, preparava-se para protestar contra os testes nucleares no atol de Moruroa, território francês no Oceano Pacífico.

Quase 30 anos depois do naufrágio em Auckland, esta semana a Greenpeace levou o seu novo navio, o "Rainbow Warrior III", de Amesterdão para Londres, na sua viagem inaugural. Esta é a primeira embarcação que a organização constrói de raíz para defender o Ambiente. O "Rainbow Warrior II" foi doado ao Bangladesh como "barco hospital".
Não se nasce empreendedor. Aprende-se!!![/b]

Responder

Voltar para “Energia Nuclear”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante