Fundador do Greenpeace defende energia nuclear

Energia Nuclear




Autor do tópico
luimio
Mensagens: 2150
Registado: terça jan 24, 2006 6:59 pm
Estado: Desligado

Fundador do Greenpeace defende energia nuclear

Mensagem por luimio » terça jul 17, 2007 6:53 pm

energia renovável, custe o que custar?

fundador do greenpeace defende energia nuclear

para patrick moore, ambientalistas ainda vivem a mentalidade da guerra fria

energia atômica, combinada a fontes renováveis, é a única forma de garantir suprimento mundial, diz ambientalista

patrick moore, um dos fundadores do greenpeace, é hoje um dos principais defensores da energia nuclear. em 1991, fundou uma consultoria, a greenspirit, que trabalha em parceria com governos e empresas em projetos de equilíbrio entre necessidades econômicas e preservação ambiental.
em entrevista à folha, moore afirma que a resistência dos ambientalistas à energia nuclear é motivada por uma mentalidade típica da guerra fria. para ele, o brasil tem condições de se tornar líder no setor de álcool, mas deve procurar desenvolver em escala comercial a produção a partir do bagaço da cana para não se tornar um imenso canavial. ele destaca que a produção a partir de alimentos como cana, milho e soja pode afetar negativamente a indústria alimentícia.

folha - o que o fez mudar de idéia em relação à energia nuclear?
patrick moore - cometemos um erro nos anos 70. estávamos focados em armas e em guerras nucleares, preocupados com a possibilidade de a civilização e o ambiente serem destruídos pelo holocausto nuclear. vejo que cometemos um erro ao incluir a energia nuclear como parte disso. falhamos em distinguir o uso pacífico da tecnologia do destrutivo.
além disso, a preocupação com as mudanças climáticas criou uma situação muito diferente no mundo. agora queremos reduzir o consumo de combustíveis fósseis, não só pelas mudanças climáticas como pela poluição do ar.
outro argumento é que uma parcela significativa dos combustíveis fósseis é proveniente de áreas de instabilidade política e até potencialmente hostis.
a única forma de reduzir o consumo de combustíveis fósseis de maneira significativa é fazer isso com um programa agressivo de energias renováveis combinado à energia nuclear.

folha - as energias renováveis não podem cumprir esse papel?
moore - não acredito que matematicamente seja possível mostrar que a energia solar e a energia eólica possam fazer isso sozinhas. devemos usar energia hidrelétrica, a mais importante fonte de energia renovável, biomassa ou biocombustíveis, como vocês têm feito com a cana-de-açúcar. mesmo isso não pode fazer tudo. precisamos de uma grande quantidade de energia que seja confiável, segura e que não polua o ar, e isso é a energia nuclear.

folha - e é seguro ter países como o irã enriquecendo urânio?
moore - isso é um problema. seria benéfico para o irã ter energia nuclear, a não ser que o país queira usar essa tecnologia para fins maléficos. o que temos que ter é a parceria global da energia nuclear, com maior controle sobre urânio e plutônio. até a rússia está começando a criticar o irã. se todos os estados que usam energia nuclear, como eua, china, rússia e frança, entrarem nesse grupo, eles vão controlar o urânio e o plutônio de forma que não caiam em mãos erradas.
você não precisa de um reator nuclear para fazer uma arma nuclear. as armas nucleares que estão sendo construídas no mundo são feitas com plutônio de reatores nucleares militares, que é outra categoria. mesmo se fecharmos todos os mais de 400 reatores que estão em funcionamento, isso não vai fazer os generais desistirem de seus reatores nucleares militares. é preciso distinguir o uso pacífico da energia nuclear do uso militar de armas nucleares.

folha - no brasil, o governo está bastante próximo de retomar o projeto nuclear, mas há resistência entre ambientalistas e o ministério do meio ambiente. por que os ambientalistas em geral ainda resistem ao uso dessa fonte de energia?
moore - é uma infelicidade. acredito que eles ainda estão presos a uma mentalidade da guerra fria. o movimento pacifista é focado em guerras e armas e incluíram a energia nuclear como se fosse a mesma coisa. o princípio que devemos adotar é que não podemos banir os usos benéficos de uma tecnologia só porque ela pode ser usada para o mal.
mais de 1 milhão de pessoas já foram mortas na áfrica com um simples facão. essa é também a ferramenta mais importante para fazendeiros. eles limpam o terreno e cortam a madeira, mas ela também pode ser usada para cortar braços de humanos e matá-los. temos que usar a energia nuclear para fins pacíficos e dar ao mundo um exemplo. o brasil pode fazer isso, mostrar ao mundo que pode usar tecnologia nuclear, sem armas nucleares.
o problema com a posição dos ambientalistas é que, de um lado, eles estão dizendo que as mudanças climáticas serão uma espécie de catástrofe que vai destruir o ambiente e a civilização. por outro lado, eles se recusam a aceitar que a energia nuclear é a única grande fonte de energia que pode substituir os combustíveis fósseis.

folha - mas a indústria nuclear já teve o acidente de chernobyl...
moore - chernobyl representou um erro estúpido. foi uma combinação do estilo ruim do reator construído pelos soviéticos com um erro dos operadores. o saldo relacionado ao acidente, no entanto, é de 56 mortes. do ponto de vista industrial, não foi um acidente tão grande assim. meu deus, 1,2 milhão de pessoas morrem em acidentes de carro todo ano!

folha - a indústria já encontrou uma solução para os resíduos?
moore - o combustível que é tirado do reator não é totalmente desperdiçado. quase 90% poderia ser reciclado. o que devemos fazer é armazenar o combustível usado de forma segura e cuidadosa até o momento em que possa ser reciclado. isso tem sido feito na frança, na rússia e no japão. e deve ocorrer logo nos eua. eles fizeram a opção de não reciclar o combustível nuclear na gestão jimmy carter, que estava preocupado com a possibilidade de o plutônio cair em mãos erradas. o que posso dizer é que há mais de 400 reatores em uso e ninguém nunca foi ferido pelo combustível guardado em recipientes porque é armazenado de forma segura.

folha - o brasil tem condições de tornar o álcool uma commodity?
moore - sim. estive no brasil por dez dias, vi as vastas plantações de cana. o brasil é provavelmente o líder mundial em biomassa e biocombustíveis. isso é muito importante, mas também é preciso considerar quanto do ecossistema natural queremos transformar em um imenso canavial. temos que ter um equilíbrio para não transformar o país inteiro numa fábrica de fazer açúcar e álcool.

folha - é possível convencer outros países a usar álcool nos carros?
moore - sim. os eua também estão fazendo álcool, mas a partir do milho, e biodiesel a partir da soja. o problema é que você está retirando comida da indústria alimentícia. a visão futura é fazer o álcool a partir do bagaço da cana. se tivermos sucesso nisso, podemos evitar a competição com as commodities alimentícias e usar o açúcar, a soja, e o milho para alimentar pessoas. a quantidade necessária desses produtos para substituir combustíveis fósseis teria um impacto grande no suprimento alimentar.

folha - qual é a sua avaliação sobre o desmatamento na amazônia?
moore - é muito hipócrita que pessoas da ásia e da américa do norte apontem o dedo para o brasil sobre desmatamento, porque o fato é que a amazônia tem mais de sua floresta original do que os eua e a europa. as pessoas gostam de pensar que elas não fazem desmatamento onde vivem, mas toda a agricultura nos eua e em cidades da europa são sinais de desmatamento. antes eram locais de florestas. no brasil, você tem que ter comida, assim como no restante do mundo.
estive na amazônia e vi quão rapidamente a natureza se recompõe, se você a deixa em paz. o clima tropical significa que as plantas podem crescer o ano todo. voei de um lado a outro da amazônia e fiquei surpreso de ver quão vasta é a área de floresta que continua lá. acho que o brasil está fazendo um bom trabalho em definir áreas grandes para proteção ambiental.

fonte: clipping ministério do planejamento
brasil



joaquimdelisboa
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 342
Registado: quinta out 26, 2006 10:08 pm
Estado: Desligado

Saldo...56 mortos???

Mensagem por joaquimdelisboa » terça jul 17, 2007 8:30 pm

só consegui ler até ao parágrafo:
" o saldo relacionado ao acidente, no entanto, é de 56 mortes""

ok.... chernobil foi "óptimo" e o sujeito é muito religioso " meu deus, 1,2 milhão de pessoas morrem em acidentes de carro todo ano! ""

o gajo deve estar para vender uma central nuclear a portugal....

Avatar do Utilizador

Sa
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 237
Registado: quarta set 13, 2006 11:51 am
Localização: BERÇO DO LEITÃO À BAIRRADA
Estado: Desligado

Mensagem por Sa » quarta jul 18, 2007 10:11 am

boas

já era defensor da energia nuclear, mas agora ainda mais, depois desta entrevista só pergunto: ainal somos contra porquê. eu sei porque fui contra durante tantos anos, afinal apanhei chernobyl quando ainda toda gente era contra a união sovietica (politica), mas mudei completamente de opiniao depois dever um documentario no n.g., onde fica provado que a magnitude do acidente foi tão grande devido ás falhas humanas, e logo a seguir ao orgulho das autoridades sovieticas em protelar a decisão de encerrar o reactor logo no inicio do acidente.
agora caros forunistas quantos de vóz se lembram de acidentes em centrais nucleares? postem aqui os que se lembrarem e vao ver se tenho ou nao razão. afinal tambem tenho a mesma opiniao morrem muito mais pessoas de acidentes rodoviarios e de aviação e ninguem é contra os carros e avioes.

Avatar do Utilizador

Sa
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 237
Registado: quarta set 13, 2006 11:51 am
Localização: BERÇO DO LEITÃO À BAIRRADA
Estado: Desligado

Re: Saldo...56 mortos???

Mensagem por Sa » quarta jul 18, 2007 10:13 am

joaquimdelisboa Escreveu:

o gajo deve estar para vender uma central nuclear a portugal....

venha ela. afinal de contas já as temos encostadas a nós.


joaquimdelisboa
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 342
Registado: quinta out 26, 2006 10:08 pm
Estado: Desligado

Energia Nuclear!

Mensagem por joaquimdelisboa » quarta jul 18, 2007 11:01 am

caro sá:

teremos que tentar encontrar outro modo de obtermos luz porque, aqui e comigo, não vai haver discussão de onde ela nasça!!!

fiquemos cada um em seu campo...

comigo: nuclear?...nâo...obrigado!

Avatar do Utilizador

Sa
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 237
Registado: quarta set 13, 2006 11:51 am
Localização: BERÇO DO LEITÃO À BAIRRADA
Estado: Desligado

Re: Energia Nuclear!

Mensagem por Sa » quarta jul 18, 2007 2:10 pm

joaquimdelisboa Escreveu:caro sá:

teremos que tentar encontrar outro modo de obtermos luz porque, aqui e comigo, não vai haver discussão de onde ela nasça!!!

fiquemos cada um em seu campo...

comigo: nuclear?...nâo...obrigado!
boas

essa é a sua oipinião e respeito , afinal todos nós temo direito a ela.
quando falo de energia nuclear, falo de sistemas de segurança muito mais avançados do que á 25 anos atráz, e como agora já se fáz a reciclagem dos residuos nucleares nao vejo inconvenientes, mas esta é a minha opinião. afinal de contas quantos acidentes nós tivemos conhecimento .
não será muito mais prejudicial utilizar centrais termicas para gerar electricidade


Ferra
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1184
Registado: quinta fev 15, 2007 7:39 pm
Localização: terras de oureana
Estado: Desligado

Mensagem por Ferra » quarta jul 18, 2007 10:15 pm

então cá vai mais uma opinião:
portugal se não estou em erro tem minas de uranio e exporta. mais valia cá ficar... era o nosso petroleo. mas...
está mais que provado que, se se estiver em conta as despesas se manutenção da central e as despesas de armazenamento do lixo nucler somado ao facto de que o reactor ao contrario de que se pensava não dura 50 anos mas um pouco menos e que quando este for encerrado tem de ser continuamente vigiado, o preço da energia atomica fica a um preço exorbitante!!!
como ultimo recurso sim, mas nós temos muito sol, muito vento e alguma água. são meios melhores (na minha opinião) para se obter energia.
quando vêem com o paleio de que é preciso concentrar a produção de energia num ponto eu fico vesgo!! he he. então os fios servem para quê? o que leva não tráz? se tivermos diversos pequenos produtores a fornecer energia, para a linha, para um grande consumidor não vai dar ao mesmo que um grande produtor para um grande consumidor??? áh pois, economia de escala... tretas... venha de lá as energias renovaveis que de monopólios já estamos fartos...


Autor do tópico
luimio
Mensagens: 2150
Registado: terça jan 24, 2006 6:59 pm
Estado: Desligado

Re: Energia Nuclear!

Mensagem por luimio » quarta jul 18, 2007 11:02 pm

sa Escreveu:
joaquimdelisboa Escreveu:caro sá:

teremos que tentar encontrar outro modo de obtermos luz porque, aqui e comigo, não vai haver discussão de onde ela nasça!!!

fiquemos cada um em seu campo...

comigo: nuclear?...nâo...obrigado!
boas

essa é a sua oipinião e respeito , afinal todos nós temo direito a ela.
quando falo de energia nuclear, falo de sistemas de segurança muito mais avançados do que á 25 anos atráz, e como agora já se fáz a reciclagem dos residuos nucleares nao vejo inconvenientes, mas esta é a minha opinião. afinal de contas quantos acidentes nós tivemos conhecimento .
não será muito mais prejudicial utilizar centrais térmicas para gerar electricidade
trabalho numa empresa química, e sei que os sistemas de segurança podem falhar por causas inesperadas e imprevisíveis.

junto esta noticia a noticia da central nuclear japonesa (maio do mundo) a este tópico:
______________________________________________________________


após sismo de ontem
central nuclear japonesa confirma fuga de material radioactivo

17.07.2007 - 14h16 reuters

a tokyo electric power co (tepco), a maior central nuclear do mundo, sediada na província japonesa de niigata, afectada ontem por um forte sismo, confirmou a ocorrência de várias fugas radioactivas na sequência dos abalos.

de acordo com a estação televisiva nhk, foram libertados resíduos radioactivos quando os trabalhadores da tepco tentavam apagar o incêndio num dos transformadores da unidade de kashiwazaki ainda antes de os bombeiros chegarem.

a tepco confirmou uma fuga de cerca de 1200 litros de água contaminada para o oceano e a vazamento de 100 barris contendo lixo radioactivo, que se entornaram com o abalo. falta confirmar ainda o estado de conservação de metade dos 22 mil barris onde a empresa armazena estes resíduos. foram também libertadas emissões residuais de gases radioactivos, contendo cobalto-60 e crómio-51.

a empresa assumiu já que os seus reactores não estavam preparados para a intensidade dos abalos sentidos ontem no japão. as fugas registadas não constituem, no entanto, ameaças significativas para os seres humanos ou para o ambiente.

estes acontecimentos levantaram alguns receios quanto à segurança da indústria nuclear num país em que um terço da electricidade é produzido por energia atómica.

"as centrais nucleares só podem funcionar com a confiança da população. por isso, se aconteceu alguma coisa, é preciso que o comuniquem de forma completa e o mais rapidamente possível”, disse o primeiro-ministro, shinzo abe.

segundo o balanço mais recente, o sismo que ontem atingiu a província de niigata provocou nove mortos, centenas de feridos e mais de nove mil desalojados. uma pessoa permanece desaparecida.
Imagem
a central nuclear afectada pelos sismos de ontem

in: http://ww2.publico.clix.pt/
Última edição por luimio em quarta jul 18, 2007 11:18 pm, editado 1 vez no total.


Autor do tópico
luimio
Mensagens: 2150
Registado: terça jan 24, 2006 6:59 pm
Estado: Desligado

Mensagem por luimio » quarta jul 18, 2007 11:17 pm

mais uma noticia fresca que indica que as centrais nucleares não são a solução:
_______________________________________________________________

alemanha quer encerrar nucleares antigas depois de acidentes em duas centrais

17.07.2007
afp




o ministro alemão do ambiente, sigmar gabriel, vai reunir-se depois do verão com os grupos energéticos para debater um encerramento rápido das centrais nucleares mais antigas, depois dos acidentes em duas unidades do grupo vattenfall, informou à rádio deutschlandfunk.

“devemos afastar-nos destas ameaças, destes velhos reactores”, disse o ministro social-democrata, simpatizante de uma saída do nuclear.

os acidentes no final de junho e início de julho nas centrais de krümmel e brunsbüttel (norte) são “a prova”, considerou.

vários grandes produtores de energia alemães exigem, pelo contrário, um prolongamento da duração de vida prevista para algumas das 17 centrais nucleares a funcionar na alemanha.

vattenfall quer um adiamento do encerramento para a sua central de brunsbüttel, que deverá fechar em fevereiro de 2009. a enbw luta para prolongar o reactor número um da sua central de neckarwestheim (sul, com encerramento previsto para o final de dezembro de 2008). a rwe quer fazer o mesmo para a sua central de biblis, parada desde fevereiro devido a problemas técnicos.

biblis (inaugurada em 1974), brunsbüttel e neckarwestheim (em funcionamento desde 1976) ssão as centrais nucleares alemãs mais antigas ainda em actividade.

o ministro disse hoje que é preciso encerrar os reactores mais velhos e aumentar, em contrapartida, a produção das centrais nucleares mais recentes.

a vattenfall europe, filial na alemanha do grupo sueco vattenfall, anunciou ontem a saída dos responsáveis das operações nucleares e do responsável pela comunicação.

a empresa está a ser muito criticada pela sua comunicação demasiado lenta e pouco transparente sobre os acidentes em brunsbüttel e em krümmel, onde um incêndio num transformador levou à paragem do reactor.
Imagem
shot at 2007-07-18
a alemanha tem em funcionamento 17 centrais nucleares
in:
http://ecosfera.publico.pt

Avatar do Utilizador

Sa
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 237
Registado: quarta set 13, 2006 11:51 am
Localização: BERÇO DO LEITÃO À BAIRRADA
Estado: Desligado

Mensagem por Sa » quinta jul 19, 2007 4:48 pm

boas
tambem nunca disse que eram 100% seguras. depois de ler os post anetriores, pergunto-vos: quantas centrais nuclaeares há no mundo, e dessas centrais quantas acidentes houve? os japoneses admitiram que nao estavam preparados para aquele tipo de abalo (erro, num pais com forte actividade sismica devia tar calculado) na alemanha sao centrais velhas e desatualizadas que vão desaparecer e que tiveram problemas por isso mesmo.
temos uranio e nao exportamos, mas sim tá ao abandono em sitios sem o minimo de segurança onde as minas tao abertas a quem lá quizer entrar (mais um seperddicio perigoso e tipico tuga) nao seria preferivel aproveitar para construir uma central, nao seria mais seguro do que como está neste momento.
quanto ás energias renovaveis concordo que devem ser exploradas ao maximo, mas se estao a pensar em acabra com os monopolios na energia tao redondamente enganados, porque já tao a nascer monstros dificeis de controlar que vao comer tudo a sua volta ex: martifer


Ferra
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1184
Registado: quinta fev 15, 2007 7:39 pm
Localização: terras de oureana
Estado: Desligado

Mensagem por Ferra » sábado jul 21, 2007 1:03 pm

repare que eu não sou absolutamente contra as centrais nucleares!!!
o que digo é:

os japoneses admitiram que nao estavam preparados para aquele tipo de abalo (erro, num pais com forte actividade sismica devia tar calculado)r:errar é humano e os erros acontecem! por isso é que são perigosas!

na alemanha sao centrais velhas e desatualizadas que vão desaparecer e que tiveram problemas por isso mesmo
r:o tempo passa por isso vai haver sempre centrais desatualizadas!!!

temos uranio e nao exportamos
r: exportamos, exportamos!!! não é é muito divulgado por causa da opinião publica!!!

nao seria preferivel aproveitar para construir uma central, nao seria mais seguro do que como está neste momento.
r: neste ponto concordo inteiramente consigo!!! temos tudo o que é preciso para poder-mos construir uma central! água abundante, paz e uranio! ficavamos independentes energéticamente! até porque já temos um reactor nuclear! mal localizado como é tipico dos tugas! o problema mesmo é os custos de exploração. quanto aos lixos esse problema já foi resolvido há muito. é dissolvido em vidro!!! sim, vidro! quando se mistura chumbo obtem-se cristal! e não é que aceita a dissolução dos residuos também! desta forma os residuos não vertem porque ficam aprisionados em tambores de vidro maciço! libertam cerca de 1kw de calor por tambor, por isso tem de ser ventilados, mas ficam completamente inertes! a menos que vão lá polilos!... o problema é que é mais rentavel fabricar bombas e balas com eles! sempre fazem algum dinheiro com isso! metendo-os em tambores só dá despeza! o dinheiro á frente de tudo!!!! aí é que está o mal! a ganancia!

mas se estao a pensar em acabra com os monopolios na energia tao redondamente enganados
r:não penso acabar, mas abanalos é sempre bom!

porque já tao a nascer monstros dificeis de controlar que vao comer tudo a sua volta ex: martifer
r:vou ter de me inteirar sobre esse assunto para ter uma opinião!

Avatar do Utilizador

Sa
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 237
Registado: quarta set 13, 2006 11:51 am
Localização: BERÇO DO LEITÃO À BAIRRADA
Estado: Desligado

Mensagem por Sa » sábado jul 21, 2007 3:32 pm

boas

errar é humano e os erros acontecem! por isso é que são perigosas!

ferra, concordo contigo nalguns pontos , mas se errar é humano, nao podemos por causa disso mesmo deixar de fazer, temos é melhor na maneira de prevenir os riscos, a pensar assi ninguem andava de carro ou de aviao, ja vistos os riscos que se correm


r:o tempo passa por isso vai haver sempre centrais desatualizadas!!!

claro que sim, mas nas centrais tal como em tudo na vida, ou se vai remodelando ou se encerra, nao sabemos é como será daqui a 20 ou 30 anos, mas quando lá chegarmos de certeza que haverá alternativas muito mais seguras que hoje.

r: exportamos, exportamos!!! não é é muito divulgado por causa da opinião publica!!!

essa nao sabia, mas se exportamos, fazemos nós muito bem. a opiniao publica é contra porquê será porque servirá para fabricar armas ou será pa fazer rolar centrais nucleres afinal a opinião publica é contra porquê as minas que falava sao aquelas pros lados da guarda que estao abandonadas sem contrlo nenhum, alias já deu na tv varias vezes e nunca vi a opinião publica revoltar-se contra isso.


: neste ponto concordo inteiramente consigo!!! temos tudo o que é preciso para poder-mos construir uma central! água abundante, paz e uranio! ficavamos independentes energéticamente! até porque já temos um reactor nuclear! mal localizado como é tipico dos tugas! o problema mesmo é os custos de exploração. quanto aos lixos esse problema já foi resolvido há muito. é dissolvido em vidro!!! sim, vidro! quando se mistura chumbo obtem-se cristal! e não é que aceita a dissolução dos residuos também! desta forma os residuos não vertem porque ficam aprisionados em tambores de vidro maciço! libertam cerca de 1kw de calor por tambor, por isso tem de ser ventilados, mas ficam completamente inertes! a menos que vão lá polilos!... o problema é que é mais rentavel fabricar bombas e balas com eles! sempre fazem algum dinheiro com isso! metendo-os em tambores só dá despeza! o dinheiro á frente de tudo!!!! aí é que está o mal! a ganancia!


tás a ver afinal tam,bem partilhas da minha opinião só que estou mais inclinado pó sim e tú pó não. então dis-me lá onde está a falta de segurança, temos com que produzir, temos como guardar os residuos, reciclar tambem nao é o problema. então qual é o problema afinal, nao entendo. onde está o nosso reactor nuclear nao tinha conhecimento.
fabricar bombas e armas com eles, se calhar por nos armarmos em pudicos e moralistas é que nos lixamos, sempre era mais uma industria para o desenvolvimento do pais, e não é ganancia é o mundo como é neste momento val quase tudo. (atenção que nao concordo com este ponto, mas é a minha analize realista, penso eu)


mas se estao a pensar em acabra com os monopolios na energia tao redondamente enganados
r:não penso acabar, mas abanalos é sempre bom!

o problema é que pra abanares um formas outro ainda maior e assim sucessivamente. vai abanar o petroleo vais formar os biocombustiveis e por ai fora.

porque já tao a nascer monstros dificeis de controlar que vao comer tudo a sua volta ex: martifer
r:vou ter de me inteirar sobre esse assunto para ter uma opinião!

basta olhares pra a bolsa portuguesa, pras fabricas de bd na romenia, os milhares de hectares que já estao a ser usados por eles, ao futuro parque eplivo que vao comprar em espanha, etc . consegues lemrar-te do que era a martifer há 10 anos atraz.
O que eu detesto mesmo sao B.........as


Autor do tópico
luimio
Mensagens: 2150
Registado: terça jan 24, 2006 6:59 pm
Estado: Desligado

Mensagem por luimio » domingo jul 22, 2007 2:08 am

mais um artigo da central nuclear japonesa:
o governo japonês tenciona manter encerrada durante pelo menos um ano a central nuclear de kashiwazaki-kariwa, a maior do mundo, danificada segunda-feira por um violento sismo, revela hoje o diário económico nipónico nikkei.

o encerramento foi ordenado para elaborar um inquérito sobre a segurança do complexo depois do tremor de terra ter provocado meia centena de problemas na central, entre os quais uma ligeira fuga radioactiva, um incêndio e alguns danos no material.

para além disso, a central pode estar situada por cima de uma falha activa.

caso seja concluído que a estrutura da central deve ser reforçada, as instalações «podem ficar fora de serviço durante mais de um ano», acrescentou o nikkei, sem citar qualquer fonte.

propriedade da tokyo electric power (tepco), a maior companhia privada de electricidade do mundo, a central de 8.212 megawatts alimenta a metrópole de tóquio, que conta com 20 milhões de habitantes.

a tepco já solicitou a ajuda dos seus concorrentes para responder às enormes necessidades de electricidade na capital japonesa durante a época do verão.

a empresa reconheceu quarta-feira que o forte sismo foi superior às normas de resistência previstas para a central.

o tremor de terra de segunda-feira provocou 10 mortos e mais de 1.000 feridos, destruindo ou danificando mais de 2.000 edifícios.

diário digital / lusa
Imagem


Ferra
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1184
Registado: quinta fev 15, 2007 7:39 pm
Localização: terras de oureana
Estado: Desligado

Mensagem por Ferra » domingo jul 22, 2007 1:44 pm

• viva!
• ferra, concordo contigo nalguns pontos , mas se errar é humano, nao podemos por causa disso mesmo deixar de fazer, temos é melhor na maneira de prevenir os riscos, a pensar assi ninguem andava de carro ou de aviao, ja vistos os riscos que se correm
• certo! mas nestes casos os danos são temporários. curam-se os ossos, limpa-se a zona e o tempo encarrega-se de fazer esquecer! nas centrais nucleares os acidentes são diferentes! grandes zonas afectadas, impossíveis de limpar, e as mutações genéticas!

claro que sim, mas nas centrais tal como em tudo na vida, ou se vai remodelando ou se encerra, não sabemos é como será daqui a 20 ou 30 anos, mas quando lá chegarmos de certeza que haverá alternativas muito mais seguras que hoje.
r: encerrar é fácil é só cobrir com betão! o mal é que fica uma zona inacessível por imensos anos! a renovação não é assim tão fácil! se o fosse a alemanha não as encerrava! renovava! a parte que rodeia o reactor é possível de renovar mas o reactor em si não é possível!

afinal a opinião pública é contra porquê
r: talvez porque a energia nuclear é um assunto controverso! os riscos e consequências que envolve!

as minas que falava sao aquelas pros lados da guarda que estao abandonadas sem contrlo nenhum, alias já deu na tv varias vezes e nunca vi a opinião publica revoltar-se contra isso.
r:típico tuga!

tás a ver afinal tam,bem partilhas da minha opinião só que estou mais inclinado pó sim e tú pó não.
r:certo!

tás a ver afinal tam,bem partilhas da minha opinião só que estou mais inclinado pó sim e tú pó não. então dis-me lá onde está a falta de segurança, temos com que produzir, temos como guardar os residuos, reciclar tambem nao é o problema. então qual é o problema afinal, nao entendo.
r:acidentes humanos, naturais, terrorismo, ganância, guerras…

onde está o nosso reactor nuclear nao tinha conhecimento.
r: existe, apenas, um reactor de investigação (o reactor português de investigação) em operação no instituto tecnológico e nuclear (http://www.itn.pt)

Avatar do Utilizador

xptosempre
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 195
Registado: segunda jan 29, 2007 12:34 am
Localização: Lisboa
Estado: Desligado

Mensagem por xptosempre » domingo jul 22, 2007 3:11 pm

ja tive a oportunidade de ver esse reactor e ñ é nada de especial,"em tamanho" mas é uma visita espetacular, digna de se ver, a agua do reactor é florescente uma visita espectacular. aconselho

um abraço
david


Ferra
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1184
Registado: quinta fev 15, 2007 7:39 pm
Localização: terras de oureana
Estado: Desligado

Mensagem por Ferra » domingo jul 22, 2007 11:37 pm

e pode ir qualquer pessoa ou tem que ir integrado num grupo? tipo visita de estudo?

Avatar do Utilizador

xptosempre
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 195
Registado: segunda jan 29, 2007 12:34 am
Localização: Lisboa
Estado: Desligado

Mensagem por xptosempre » segunda jul 23, 2007 11:07 am

na altura axo que foi por expecial favor e conhecimentos numa visita de estudo, mas axo que não é impossivel.

Avatar do Utilizador

celsomenaia
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 338
Registado: sexta jul 27, 2007 12:11 pm
Localização: Lisboa
Estado: Desligado

Mensagem por celsomenaia » sexta jul 27, 2007 2:42 pm

sa Escreveu: temos tudo o que é preciso para poder-mos construir uma central! água abundante, paz e uranio! ficavamos independentes energéticamente!
a questão do nuclear e da dita "independencia" energética não passa de uma meia verdade, até porque a energia electrica representa apenas uma parte da factura energética do pais, então e os combustiveis para os transportes?
mudava-se tudo para electrico? isso sim era uma grande ideia

maior parte da factura energética do pais é para o sector dos transportes, já que não há visão nem vontade de mudar isso, cada vez que anunciam os lucros das petroliferas, fico deprimido

resumindo, já fui a favor do nuclear, mas era novo e ingénue, o nuclear traz mais problemas dos que os que resolve, e eu não estou a falar de segurança, por isso eu não duvido das capacidades tecnicas ds engenheiros que desenha e controem este tipo de centrais, hoje as centrais são mais seguras que nunca.

1- custo exorbitante de instalação cerca 2 a 3 vezes mais caro que o convencional termico ou eolicas
2 - grandes potencias instaladas, no caso de falha da central, pode existir problemas para a rede electrica
3- semi-vida dos residuos nucleares de 70 000 anos , que é que paga o armazemamento disto???
4 - reservas de urânio, apesar de portugal ter urânio, as reservas mundiais de urânio, não são assim tantas, e se toda a gente fizer centrais nucleares para sustituir o carvão e o gas, o que vai acontecer quando o uranio acabar?


quanto mais energia existe mais se consome, tem que se incentivar a economia energética a todos os niveis não só a energia electrica, mas tambem no modo como todos nos nos deslocamos, se pensarmos nisso uma pessoa que use um carro para se transportar para mover o seu peso tem que deslocar cerca de 1000kg dum lado para o outro, isto parece-vos eficiente??

cumprimenos

Avatar do Utilizador

Sa
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 237
Registado: quarta set 13, 2006 11:51 am
Localização: BERÇO DO LEITÃO À BAIRRADA
Estado: Desligado

Mensagem por Sa » sexta jul 27, 2007 3:08 pm

celsomenaia Escreveu:
sa Escreveu: ]

a questão do nuclear e da dita "independencia" energética não passa de uma meia verdade, até porque a energia electrica representa apenas uma parte da factura energética do pais, então e os combustiveis para os transportes?
mudava-se tudo para electrico? isso sim era uma grande ideia

maior parte da factura energética do pais é para o sector dos transportes, já que não há visão nem vontade de mudar isso, cada vez que anunciam os lucros das petroliferas, fico deprimido

resumindo, já fui a favor do nuclear, mas era novo e ingénue, o nuclear traz mais problemas dos que os que resolve, e eu não estou a falar de segurança, por isso eu não duvido das capacidades tecnicas ds engenheiros que desenha e controem este tipo de centrais, hoje as centrais são mais seguras que nunca.

1- custo exorbitante de instalação cerca 2 a 3 vezes mais caro que o convencional termico ou eolicas
2 - grandes potencias instaladas, no caso de falha da central, pode existir problemas para a rede electrica
3- semi-vida dos residuos nucleares de 70 000 anos , que é que paga o armazemamento disto???
4 - reservas de urânio, apesar de portugal ter urânio, as reservas mundiais de urânio, não são assim tantas, e se toda a gente fizer centrais nucleares para sustituir o carvão e o gas, o que vai acontecer quando o uranio acabar?


quanto mais energia existe mais se consome, tem que se incentivar a economia energética a todos os niveis não só a energia electrica, mas tambem no modo como todos nos nos deslocamos, se pensarmos nisso uma pessoa que use um carro para se transportar para mover o seu peso tem que deslocar cerca de 1000kg dum lado para o outro, isto parece-vos eficiente??

cumprimenos

boas

concordo contigo quase em tudo. mudar tudo para electrico é realmete o ideal e vai ser no futuro a totalidade da energia, reservando o petroleo apenas prara materia prima deixando de parte os combustiveis.
quando era novo e ingenuo era contra porque me ensinaram a ser contra, e assisti quase em directo ao desastre de chernobyl, afinal aquilo era pior que o fim do mundo.
a factura energetica dos transportes é sempre paga pelo povo com o estado a lucrar muito com isso, logo nao há vontade de mudar, quanto ás gasolineiras só cá estao pra ganhar dinheiro, quem é que nao está
quanto ao custo das centrais sao 2 a 3 x mais caras que as convencionais mas produzem quantas vezes mais e durante quanto tempo
problemas na rede electrica á sempre mesmo sem nuclear nem grandes potencias.
os residuos nucleares pelo que jáli por aqui já podem ser reciclados.
quanto ás reservas meu amigo tudo acaba um dia, quando chegar esse dia provalvelmente já existem outras opçoes muito mais eficazes, veja-se agora o casop do petroleo, com vontade aos poucos arranja-se alternativa.

a nossa mentalidade vai ter de mudar, vamos ter de começar a gastar menos, mas tambem nao devemos esquecer que quanto mais evoluimos mais dependentes fiacoms dela, e mais potencia precisamos.
O que eu detesto mesmo sao B.........as


x969536
Membro
Membro
Mensagens: 12
Registado: terça out 28, 2008 9:03 am
Localização: Lisboa
Estado: Desligado

Re: Fundador do Greenpeace defende energia nuclear

Mensagem por x969536 » quinta ago 06, 2009 10:25 pm

o risco radiológico da quima de carvão é maior, por cada 1000t de carvão queimado ficamos com 600g de cinzas radioactivas, isto faz parte da natureza. qual o nível e exigência que temos com estes resíduos? provavelmente muito pouco, no entanto ficamos assustados com incidentes pouco significativos em centrais nucleares e depois vamos passar uma tarde na praia a apanhar uma dose equivalente a estarmos junto do núcleo reactor durante umas horas. do ponto de vista de mortalidade é uma das industrias mais seguras.

Responder

Voltar para “Energia Nuclear”