Acesso à rede pago para projetos de autoconsumo

Local para debater sobre o autoconsumo
Responder

Autor do tópico
Navig8tor
Membro
Membro
Mensagens: 17
Registado: quinta jul 19, 2018 12:46 am
Estado: Desligado

Acesso à rede pago para projetos de autoconsumo

Mensagem por Navig8tor »

A notícia pode ser consultada aqui:
https://eco.sapo.pt/2020/10/07/acesso-a ... nta-feira/

Ora isto quer dizer exatamente o quê? Se eu quiser instalar um sistema fotovoltaico para autoconsumo ligado à RESP tenho que pagar tarifas de acesso à rede (a somar àquelas já pagas na fatura do comercializador de energia)?


whocarez
Membro Dedicado
Membro Dedicado
Mensagens: 33
Registado: quarta out 24, 2018 11:32 am
Estado: Desligado

Re: Acesso à rede pago para projetos de autoconsumo

Mensagem por whocarez »

Não, apenas se aplica quando o local de produção e o de consumo não são o mesmo. Nas upac dos particulares deve ser raríssimo,. Mas ainda não percebi nestes casos como funcionava até agora (para além da questão de pagar taxa de acesso á rede).

Onde também se aplica é nas upac colectivas, apesar de num condomínio não fazer sentido, a rede supostamente foi paga pelos condóminos.

Agora numa upac dos moradores numa rua já faz sentido, porque se usa a infraestrutura da rede de distribuição.

Mas a isenção é durante 7 anos.

A linguagem usada nesta área é muito hermética.. até os jornalistas devem ter dificuldades..

Sent from my RMX1931 using Tapatalk



whocarez
Membro Dedicado
Membro Dedicado
Mensagens: 33
Registado: quarta out 24, 2018 11:32 am
Estado: Desligado

Re: Acesso à rede pago para projetos de autoconsumo

Mensagem por whocarez »

Link para a Diretiva n.º 15/2020 da ERSE publicado no DRE em 07/10/2020

https://dre.pt/web/guest/pesquisa/-/sea ... ESC&q=erse
Sem prejuízo, o caso mais comum de autoconsumo individual corresponde à UPAC localizada no interior da instalação de utilização, sem utilização da RESP, estando nesse caso excluído do pagamento de tarifas de Acesso às Redes.


Afinal nas UPAC colectivas também só se aplica quando se use a rede:
Esta norma pressupõe, contudo, a modalidade do autoconsumo coletivo em que seja feita utilização da RESP e que, consequentemente, seja devido o pagamento de tarifas de Acesso às Redes.


pedrosilva
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 364
Registado: terça abr 23, 2013 9:50 pm
Estado: Desligado

Re: Acesso à rede pago para projetos de autoconsumo

Mensagem por pedrosilva »

whocarez Escreveu: quinta out 08, 2020 12:02 am
Onde também se aplica é nas upac colectivas, apesar de num condomínio não fazer sentido, a rede supostamente foi paga pelos condóminos.

Agora numa upac dos moradores numa rua já faz sentido, porque se usa a infraestrutura da rede de distribuição.

Mas a isenção é durante 7 anos.

A linguagem usada nesta área é muito hermética.. até os jornalistas devem ter dificuldades..
Numa urbanização recente faz tanto sentido como num prédio. Quem paga o Posto de Transformação e rede não é a EDP é quem constrói/promove a urbanização e entrega à EDP chave-na-mão, da mesma maneira que a rede esgotos, água, estrada e demais espaços comuns (parques, lugares estacionamento, etc) são entregues à Câmara local.

Isto que parece uma benece é na prática o lançamento de uma taxação inaceitável daqui a uns anos. Que direito tem o Estado de cobrar taxas sobre energia privada distribuída sem recurso à RESP? só porque está ligada à RESP? E a benece que a RESP tem do excedente de energia que recebe dessas redes privadas? Nalguns casos (se pico de consumo for durante o dia ou se usarem baterias) até poderão contribuir para que não seja necessário aumentar a capacidade da RESP e logo reduzir/não aumentar as tais taxas de acesso para TODOS.

O que vai acontecer é que daqui a 7 anos a tecnologia de armazenamento de energia pode estar de tal forma avançada que, quem tiver a possibilidade, nem sequer vai ligar à RESP para não estar sujeito ao custo de transmissão de rede que durante as "cheias/fora do vazio" já ultrapassa e bem o custo da energia solar pv por exemplo.

Responder

Voltar para “Autoconsumo”