A falácia da eólica

Energia Nuclear




Autor do tópico
bcarmona
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 112
Registado: terça jun 14, 2011 9:55 am
Estado: Desligado

A falácia da eólica

Mensagem por bcarmona » terça jul 19, 2011 4:17 pm

Compilei nesta tabela dados de emissão de gases de efeito de estufa (GEE) do sector eléctrico (valores de 2009 retirados da EEA - European Environment Association) e comparei com os dados de produção de energia eléctrica (dados 2008 do Eurostat) para obter a emissão de GEE de quatro países comunitários. Acrescentei ainda os preços ao consumidor nestes quatro países (dados Eurostat 2011) e o peso do carvão no mix energético.

CO2-e (1000ton) Produção eléctrica (kWh) Emissão CO2-e (g/kWh) Preço electricidade (€/100kWh) Peso carvão no mix
Portugal 19650 53635 366 16,66 20%
França 60557 539022 112 12,89 0%
Dinamarca 23997 39227 612 27,08 50%
Alemanha 343607 589402 583 24,38 60%
Alemanha (sem nuclear) 710000 589402 1205 (70-85%)*
* a percentagem de carvão dependerá de quanto se construir de centrais a carvão e a gás natural

Mesmo admitindo que ao comparar anos diferentes para as várias colunas haja um pequeno desvio no resultado final face ao real as proporções são suficientemente díspares para se poderem tirar conclusões:

Conclusão 1 - A energia eólica não é comercialmente competitiva
Portugal ainda consegue mascarar um pouco a realidade dado que por cá se cobra apenas 6% de IVA sobre a electricidade (para além do défice energético que o país acumula) mas a diferença de preço da electricidade entre os três países ´"verdes" e França é inegável. A explicação para isso está naturalmente na forte aposta em energia eólica que estes três países fizeram. Para os preços ainda mais elevados na Dinamarca e Alemanha também contribuem os parques eólicos offshore que estes países possuem.


Conclusão 2 - O conceito de energia de base eólica com a tecnologia actual é utópico
Apesar de a Dinamarca e a Alemanha reivindicarem serem modelos de sustentabilidade ambiental e serem os países mais empenhados na integração de energia eólica no seu mix energético os números mostram uma realidade bem diferente. Qualquer um deles depende fortemente do carvão para produzir a sua electricidade de base.

Se existem países com capacidade para explorar a energia eólica são estes dois pois têm das melhores condições de vento, economias ricas com disponibilidade para investimento e know-how em turbinas. Se nem a Dinamarca nem a Alemanha apesar de todo o seu empenho e recursos não conseguem impor a energia eólica como fonte de energia de base não sei que outro país no mundo o conseguirá.

Ao contrário, a energia de base nuclear é uma realidade testada e provada. No gráfico abaixo está patente a forma como, em menos de duas décadas, a França abandonou o carvão para a produção da sua energia eléctrica. Hoje em dia a França tem a energia eléctrica mais barata da Europa e um dos mais baixos níveis de emissão de GEE no sector energético.

Conclusão 3 - A energia nuclear é limpa
Pelo quadro abaixo se nota, mesmo comparando eólica - nuclear no que toca a emissão de GEE por unidade de energia produzida. A vitória do nuclear advém da eólica ter uma baixa densidade de produção energética e a construção e instalação das enormes turbinas acarretar libertação de GEE. Mas como se percebe a energia eólica sozinha não existe e na prática um país que opte por energia renováveis assenta a produção de energia de base noutras fontes de energia (hidroeléctrica no caso português; termoeléctrica nos casos dinamarquês e alemão). É impressionante e esclarecedor que se a Alemanha abandonar a energia nuclear cada kWh produzido lançará dez vezes mais de GEE do que as centrais nucleares em França.




http://luzligada.blogspot.com/2011/07/f ... aveis.html


Avatar do Utilizador

sergiomms
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1351
Registado: quinta nov 15, 2007 1:05 pm
Localização: Almada
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por sergiomms » terça jul 19, 2011 7:34 pm

Já viste que não é mais barata nem menos poluidora e insistes, denuncias alguma falta de inteligência!

Alguém te abriu a cabeça e enfiou-te o nuclear por ela a dentro!

E não vou aumentar as visitas ao teu blog para ler parvoiçes estupidas (ou estupidezes parvas como queiras)
sergiomms

Avatar do Utilizador

BondadeSua
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1520
Registado: quinta mar 11, 2010 10:52 pm
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por BondadeSua » terça jul 19, 2011 11:12 pm

HHiiiiiiiiiihh
Hhiiiiiiiiiiiiihhh

Brrrrr ... Brrrr


Tá visto, o nosso país vai sair da crise não tarda nada. Vamos ter retoma! :x :x :x Com tanta publicidade às renováveis, até os Chineses vão investir no nosso País...

Aleluia... meu irmão, Aleluia!!!

Alguém aprendeu alguma coisa :D :D
Não se nasce empreendedor. Aprende-se!!![/b]

Avatar do Utilizador

gryphus
Membro Dedicado
Membro Dedicado
Mensagens: 90
Registado: sexta fev 20, 2009 7:15 pm
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por gryphus » terça jul 19, 2011 11:55 pm

Essa palavra (falácia) faz-me lembrar qualquer coisa, não me lembro é bem o quê...
Já te disse e volto a dizer, o nosso País não precisa de energia nuclear!
Inicialmente ainda fiquei na dúvida se eras apenas uma mente confusa, mas perante tanta insistência vejo que realmente deves ter muito a ganhar com a construção de centrais nucleares em Portugal...
Fica bem e Deus te acompanhe.
"A certeza absoluta é um privilégio de mentes não educadas e dos fanáticos".

Avatar do Utilizador

Volt
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 7679
Registado: quarta set 24, 2008 11:26 am
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por Volt » quarta jul 20, 2011 1:15 am

Ignorem. É o melhor.
Já foi tudo dito. Só a procura de protagonismo e a irritação (dos que, de bem, por aqui passam) justifica esta insistência.
279.999,9 KM a bombar faísca!
Arranjei uma fêmea que não dá à luz mas consome-a

Avatar do Utilizador

mauri
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 7877
Registado: sexta set 04, 2009 1:04 am
Localização: Amadora
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por mauri » quarta jul 20, 2011 8:33 am

Não sei o que diz a v/ fatura da EDP. A minha diz:
Eletricidade produzida:
Eólica 38,9%
Micro-produção 17,6%
hídrica 12,6
hidrica PRE 5,6
Gás 9,3
Carvão 5,4
Nuclear 4,0
Outras 6,6
Total 100,
Resumindo Renováveis 56,5%
Hídricas 18,2
Nuclear 4,0
Restantes 21,3
faturaEDPjulho2011.jpg
faturaEDPjulho2011.jpg (102.66 KiB) Visto 7201 vezes
As eólicas instaladas em Portugal representam 38,9% e correspondem a 925MW, enquanto que a EDP instalou em Espanha 2.185 MW e nos EUA 3.224 MW.
Como disse noutro tópico,
A EDP tem em eólicas instaladas:
Imagem

Só nos EUA em 2010 foram 3.224MW e na vizinha Espanha 2.185MW.
Enquanto que em Portugal só 925MW. Até tem instalada em França, país das centrais nucleares.
Então porquê instalar nesses países, se têm centrais nucleares?
Notar que a viragem é desde 2004 e cada vez mais.
O nuclear irá acabar e espero que sim!


http://novaenergia.net/forum/viewtopic. ... 48#p163848

E quanto à gasolina e gasóleo serão substituídos pouco a pouco por painéis solares instalados nos carros, como já foi dito aqui no fórum.
Já há em Portugal os painéis próprios para colocar nos carros, para ligar ao isqueiro carregando a bateria.
Imagem
Associado 69Imagem
Antes de abrir um tópico utilize a Pesquisa
Prece
Imagem


Autor do tópico
bcarmona
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 112
Registado: terça jun 14, 2011 9:55 am
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por bcarmona » quarta jul 20, 2011 12:11 pm

sergiomms Escreveu:Já viste que não é mais barata nem menos poluidora e insistes, denuncias alguma falta de inteligência
Limitei-me a interpretar números oficiais da EEA e Eurostat. E esses números dizem que o sector eléctrico francês polui menos do que o português, dinamarquês ou alemão.

E o eurostat diz que a França tem a energia eléctrica mais barata da Europa.

Se és assim tão inteligente e esclarecido talvez possas explicar porque é que o fim do nuclear na Alemanha faz duplicar a emissão de CO2 para a atmosfera (+370Mt) e coloca a Alemanha a poluir 10x mais por kWh produzido do que a França.

Avatar do Utilizador

Luciano Kaefer
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 5621
Registado: sexta abr 13, 2007 4:02 pm
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por Luciano Kaefer » quarta jul 20, 2011 1:48 pm

Dei uma olhada no blog e não me parece o caso de falta de links. Ao contrário, toda a matéria, possui lá um link de onde originou o coment.
Somente aquela tabela lá não tem a origem, o que não é uma falta tão grave.
Devemos estimular o confronto de idéias. Ele que se exponha e corra o risco de ser desmascarado por alguém no forum. Só toda a discussão tem que estar de acordo com o artigo 1º.
Esse é a minha opinião. Que venham mais.
O Conhecimento, quando Compartilhado, se Multiplica.


Autor do tópico
bcarmona
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 112
Registado: terça jun 14, 2011 9:55 am
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por bcarmona » quarta jul 20, 2011 2:00 pm

As contas da tabela foram feitas por mim. Os dados foram obtidos na EEA e Eurostat (sites acessíveis a qualquer pessoa) como digo no começo do artigo.

Qualquer pessoa pode fazer as suas contas e contestar as minhas.

Avatar do Utilizador

zointz
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 952
Registado: domingo ago 15, 2010 10:17 pm
Localização: Costa de Caparica
Contacto:
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por zointz » quarta jul 20, 2011 2:42 pm

bcarmona Escreveu:As contas da tabela foram feitas por mim. Os dados foram obtidos na EEA e Eurostat (sites acessíveis a qualquer pessoa) como digo no começo do artigo.

Qualquer pessoa pode fazer as suas contas e contestar as minhas.

Boas,
Não vou contestar números, mas posso garantir que te estás a tornar uma pessoa muito popular neste fórum e não será pelas melhores razões.

Posso acrescentar aquilo que todos sabem mas que por vezes fica esquecido

- A energia eólica por ser tecnologia recente não é a forma mais barata de produzir energia, e não tenho ideia de alguém dizer o contrário.
- A aparente insistência em energia Eólica, Hídrica, e solar tem a ver com a necessidade do mundo na energia juntamente com a necessidade de deixar os combustíveis fosseis. Como ninguém sabe tudo, vai se experimentando um pouco de tudo e optimizando as coisas e isso tem um custo acrescido inicial, já o knowhow adquirido poderá ser um proveito.
- A energia nuclear é uma bênção, não fosse o risco dos acidentes e os resíduos, daqui posso acrescentar que:
- Acidentes - Qual será o custo real da energia produzida em Fukushima contabilizando o acidente, não só as perdas materiais, mas a desvalorização de terrenos, problemas de saúde, prejuízos para outras empresas na área,etc. já para não falar do envenenamento de toda a zona. Gostava de saber o preço por Kw agora. Estou a imaginar quem apoiou essa central justificando com os custos da energia. É claro que ninguém vai querer fazer essas contas por tornar o acidente ainda mais grave e descredibilizar os políticos envolvidos. Podia tb falar do custo/Kw da central de Chernobil mas já perceberam a ideia, mas esta até tem graça pois a Europa decidiu contribuir de uma forma generosa para mais um chapéu de chuva para a central e mais uma vez gostava de saber onde estão incluídos esses custos.

- Resíduos - Ao fim de 30 anos de trabalho de uma central nuclear quanto custará manter a salvo esses resíduos por algumas centenas de anos. Qual será o preço do Kw ao fim dessas centenas de anos ?
Nuclear = energia barata....hum tenho de pensar um pouco, pois as contas só apresentam uma parte dos números.

Resumindo, estamos a discutir o quê ? Nuclear é barato e limpa ? Eólica é cara ? Parece-me que depende de que lado se olha para os números. Falácia só se for do nuclear.
Fiquem bem !

Prius
Imagem

GreenOx - BMW C Evolution 15000Km
La Espanholita - Vectrix VX-1 NiMh (11800-39500Kms)=27 700kms
Chica Thunder - com 8 400kms


Autor do tópico
bcarmona
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 112
Registado: terça jun 14, 2011 9:55 am
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por bcarmona » quarta jul 20, 2011 4:22 pm

As turbinas eólicas foram inventadas há 70 anos, não lhes chamaria tecnologia nova. Sofreu evoluções naturalmente mas o princípio base não é novo.

Todas as formas de energia têm riscos de acidente e vítimas. A Nuclear é, estatisticamente, das mais seguras.

A aposta em renováveis não permite o abandono dos combustíveis fósseis como o caso alemão e dinamarquês exemplificam.

O custo da energia nuclear inclui tudo: construção, exploração, desmantelamento e tratamento de resíduos.

A central de Fukushima estava paga, tinha 40 anos e ia ser desmantelada em breve. O custo de controlo da contaminação pela radiação será de 900 milhões de dólares, menos de 1% do custo de reconstrução do país depois do tsunami.

Avatar do Utilizador

zointz
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 952
Registado: domingo ago 15, 2010 10:17 pm
Localização: Costa de Caparica
Contacto:
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por zointz » quarta jul 20, 2011 4:38 pm

bcarmona Escreveu:As turbinas eólicas foram inventadas há 70 anos, não lhes chamaria tecnologia nova. Sofreu evoluções naturalmente mas o princípio base não é novo.
Não é novo mas só agora é levado a sério, estás a dizer-me que as turbinas de hoje não são substancialmente diferentes das antigas ? É o mesmo que dizer que o automóvel que foi inventado á 100 anos continua na mesma.
bcarmona Escreveu:Todas as formas de energia têm riscos de acidente e vítimas. A Nuclear é, estatisticamente, das mais seguras
Nem todos os tipos de acidentes fazem com que os efeitos se façam sentir ao fim de 30 anos(ex.Chernobil)
bcarmona Escreveu:A aposta em renováveis não permite o abandono dos combustíveis fósseis como o caso alemão e dinamarquês exemplificam.
Não apostes nisso, á 10 anos dizia-se que a eólica nunca teria a importância que hoje tem.
bcarmona Escreveu:O custo da energia nuclear inclui tudo: construção, exploração, desmantelamento e tratamento de resíduos.
Não quero ser mal educado, mas piadas não valem, ora se ainda não sabem o que fazer com os resíduos como podes dizer que está incluído ? Aposto que se esqueceram de quantificar os desastres, e que os orçamentos de desmantelamento costumam derrapar principalmente no Nuclear.
bcarmona Escreveu:A central de Fukushima estava paga, tinha 40 anos e ia ser desmantelada em breve. O custo de controlo da contaminação pela radiação será de 900 milhões de dólares, menos de 1% do custo de reconstrução do país depois do tsunami.

Isso é uma estimativa correcto? e inclui exactamente o quê ? Controlo de contaminação, o que é isso ? Eles ainda nem têm a central estabilizada. Esses numero são para serem usados pelos políticos como forma de "enganar" o eleitorado, não significam nada. Como pessoa informada que já percebi que és não devias usar esses argumentos.
Fiquem bem !

Prius
Imagem

GreenOx - BMW C Evolution 15000Km
La Espanholita - Vectrix VX-1 NiMh (11800-39500Kms)=27 700kms
Chica Thunder - com 8 400kms

Avatar do Utilizador

florindo marcelo lopez
Membro Dedicado
Membro Dedicado
Mensagens: 76
Registado: domingo nov 11, 2007 11:57 am
Localização: brasil
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por florindo marcelo lopez » quarta jul 20, 2011 5:19 pm

tem como abrir votacao aqui neste forum????

pois se tiver eu sugiro uma votacao de BANIMENTO ou expulsao do individou Bcarmona.... Pelo fato do mesmo nao se integrar com a finalidade deste forum....


Onde ja se viu dizer q a energia nuclear e limpa seguramente ele deve estar a pensar na LIMPEZA que fizeram em chernobill


la limparam tudo e todos..... kakakakakaak no japao tambem estao a limpar um raio de 40 KM...
Energia limpa para todos os fins.

Avatar do Utilizador

Luciano Kaefer
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 5621
Registado: sexta abr 13, 2007 4:02 pm
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por Luciano Kaefer » quarta jul 20, 2011 5:47 pm

Caro Florindo

O forum Novaenergia é um forum de debates sobre TODOS os tipos de energia. Particularmente sou totalmente contra a energia nuclear, mas sou muito favorável à permitir a livre( mas responsável ) manifestação, mesmo de coisas que não concordo.
Isso vale para debates de idéias de temas ligados à energias alternativas e renováveis. Se o assunto for ordenamento do fórum e estabelecer os limites do que pode e o que não pode, isso é atribuição da equipa de moderação/administração.
E isso vale para qualquer lado. Reparem que no nosso regulamento, em seu artigo 1º estabelece de que forma um usuário pode ser banido.

Aproveitem que o incêndio ainda não começou e apaziguem-se. Antes de clicar em ENVIAR um post, releiam, pois se infringir o artigo 1º, certamente ganhará um moderador às costas. E nada pior para um usuário do que ter suas mensagens moderadas, penso eu.

Que cada um coloque suas razões e, de preferência, indique a fonte dos dados apresentados. E leiam o artigo 1º. Muita gente já saiu desse forum pela janela, por achar que aqui não aplicamos o regulamento. :mrgreen:
O Conhecimento, quando Compartilhado, se Multiplica.


Autor do tópico
bcarmona
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 112
Registado: terça jun 14, 2011 9:55 am
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por bcarmona » quarta jul 20, 2011 6:42 pm

Caro Zointz,

As turbinas foram inventadas há 70 anos como o carro foi há 120 anos. Ambos evoluiram como ressalvei logo no post.

Eu não aposto que a eólica não resolve o problema dos combustíveis fósseis. É um facto. Apesar de apostarem fortemente na energia eólica a Dinamarca e a Alemanha dependem fortemente do carvão para gerar electricidade. A França com energia nuclear livrou-se do carvão em 14 anos, a Dinamarca e a Alemanha com a eólica não.

Orçamentos a derrapar há em todos os sectores não só no nuclear.

A energia nuclear é um sector altamente regulamentado e controlado. As centrais não vão propriamente deitar lixo na lixeira mais próxima. Aiida assim a UE está na frente da questão dos resíduos: http://www.world-nuclear-news.org/WR_Eu ... 07111.html

Esse é o valor que o governo japonês atribuiu para controlar durante 30 anos os 2 milhões de japoneses possivelmente afectados por Fukushima.

Avatar do Utilizador

jmal
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 8390
Registado: segunda nov 12, 2007 4:09 pm
Localização: Caldas da Rainha
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por jmal » quarta jul 20, 2011 6:51 pm

Que interessa ter energia barata, existe uma tal crise (nem sei porque lhe chamam isso) que nem sabem de onde vem, nem como se resolve, nem o que fazer.... LOL
Cumps Inovadores
Vectrix VX1 Limited - 8 kwh - 20000 kms

Avatar do Utilizador

sergiomms
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1351
Registado: quinta nov 15, 2007 1:05 pm
Localização: Almada
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por sergiomms » quarta jul 20, 2011 7:04 pm

bcarmona Escreveu:
sergiomms Escreveu:Já viste que não é mais barata nem menos poluidora e insistes, denuncias alguma falta de inteligência
Limitei-me a interpretar números oficiais da EEA e Eurostat. E esses números dizem que o sector eléctrico francês polui menos do que o português, dinamarquês ou alemão.

E o eurostat diz que a França tem a energia eléctrica mais barata da Europa.

Se és assim tão inteligente e esclarecido talvez possas explicar porque é que o fim do nuclear na Alemanha faz duplicar a emissão de CO2 para a atmosfera (+370Mt) e coloca a Alemanha a poluir 10x mais por kWh produzido do que a França.
Dahhhh!
Porra que sou mesmo inteligente! Esses dados constatam a situação actual, ou seja, não têm em consideração a poluição e consumo de energia provocado pela construção, manutenção e desmantelamento dessas centrais; que para Portugal esses dados têm que entrar para as estatísticas, porque as centrais têm que ser construídas e em França já existem nesse período estatístico!
No caso a Alemanha, já têm isso em consideração, o lixo radioactivo que o desmantelamento de uma central provoca somado ao CO2 das centrais térmicas suas construções e manutenções! Dahhh
sergiomms

Avatar do Utilizador

sergiomms
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1351
Registado: quinta nov 15, 2007 1:05 pm
Localização: Almada
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por sergiomms » quarta jul 20, 2011 7:21 pm

bcarmona Escreveu:...
Esse é o valor que o governo japonês atribuiu para controlar durante 30 anos os 2 milhões de japoneses possivelmente afectados por Fukushima.
Para quem há pouco tempo argumentava que apenas poderiam ser directamente atribuídas ao acidente de Chernobil 50 mortes, vens agora falar de 2 milhões de pessoas possivelmente afectadas em Fukushima, já é um bom avanço.

Sendo que a questão da radiação e da saúde não é para ti pertinente uma vez que não aparece nas estatísticas; então posso-te oferecer um bilhete para toda a família para ires até Fukushima fazer uma visita aos destroços, assim, tiras fotografias e falas com as pessoas de lá, que essas sim, devem ter uma opinião clara, formada sobre o nuclear.
sergiomms

Avatar do Utilizador

zointz
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 952
Registado: domingo ago 15, 2010 10:17 pm
Localização: Costa de Caparica
Contacto:
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por zointz » quarta jul 20, 2011 8:44 pm

bcarmona Escreveu:Caro Zointz,

As turbinas foram inventadas há 70 anos como o carro foi há 120 anos. Ambos evoluiram como ressalvei logo no post.

Eu não aposto que a eólica não resolve o problema dos combustíveis fósseis. É um facto. Apesar de apostarem fortemente na energia eólica a Dinamarca e a Alemanha dependem fortemente do carvão para gerar electricidade. A França com energia nuclear livrou-se do carvão em 14 anos, a Dinamarca e a Alemanha com a eólica não.

Orçamentos a derrapar há em todos os sectores não só no nuclear.

A energia nuclear é um sector altamente regulamentado e controlado. As centrais não vão propriamente deitar lixo na lixeira mais próxima. Aiida assim a UE está na frente da questão dos resíduos: http://www.world-nuclear-news.org/WR_Eu ... 07111.html

Esse é o valor que o governo japonês atribuiu para controlar durante 30 anos os 2 milhões de japoneses possivelmente afectados por Fukushima.
Boas,

Para terminar a minha participação deste tópico só quero dizer que eu sei que tu sabes que eu sei que tu sabes que o Nuclear não é a solução de todos os problemas energéticos como pareces querer dizer, é potencialmente muito perigoso, não é limpa como se diz é ver como Inglaterra tem uma das costas mais poluídas do mundo e sem acidentes. Ok não produz CO2, espera qual será a pegada do carbono desde a mineração do Urânio até produzir electricidade, e mais importante qual será a pegada de carbono depois? Ok ainda produz um bocadinho, Ok talvez seja bastante.

Ficam muitas duvidas no ar...
Fiquem bem !

Prius
Imagem

GreenOx - BMW C Evolution 15000Km
La Espanholita - Vectrix VX-1 NiMh (11800-39500Kms)=27 700kms
Chica Thunder - com 8 400kms

Avatar do Utilizador

visitante1
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 3315
Registado: sexta jan 07, 2011 12:08 am
Localização: Região norte
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por visitante1 » quarta jul 20, 2011 10:56 pm

sergiomms Escreveu:
bcarmona Escreveu:...
Esse é o valor que o governo japonês atribuiu para controlar durante 30 anos os 2 milhões de japoneses possivelmente afectados por Fukushima.
Para quem há pouco tempo argumentava que apenas poderiam ser directamente atribuídas ao acidente de Chernobil 50 mortes, vens agora falar de 2 milhões de pessoas possivelmente afectadas em Fukushima, já é um bom avanço.

Sendo que a questão da radiação e da saúde não é para ti pertinente uma vez que não aparece nas estatísticas; então posso-te oferecer um bilhete para toda a família para ires até Fukushima fazer uma visita aos destroços, assim, tiras fotografias e falas com as pessoas de lá, que essas sim, devem ter uma opinião clara, formada sobre o nuclear.
As autoridades Russas eis União Sovietica atribuem esse numero de 50 pessoas porque tratam e sempre trataram as pessoas como mer**, uma vida humana lá vale lixo, é pena.
É claro que o nuclear é bom enquanto não deixa de ser...como é exemplo esses 2 tristes casos que anos e anos depois do acontecimento continuam e continuarão a fazer vitimas.
Em relação ao lixo nuclear se forem averiguar pouco existe oficialmente, e o que existe é o mais recente, porque o mais antigo já foi para o fundo do mar.
cumprimentos a todos.
VE Nissan Leaf MKII
Micro-produção 5kWp+4kWp
Auto-consumo Stand-Alone 14,5kWp
Micro-Hidrica Pelton max:1,5kW
AQS Tubos De Vácuo
Caldeira Biomassa Roval R203 73kW
Fluksometer FLM03E

Responder

Voltar para “Energia Nuclear”