A falácia da eólica

Energia Nuclear



Avatar do Utilizador

mauri
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 7877
Registado: sexta set 04, 2009 1:04 am
Localização: Amadora
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por mauri » quarta jul 20, 2011 11:37 pm

pnunes Escreveu: Em relação ao lixo nuclear ... o mais antigo já foi para o fundo do mar.
E esse não tem perigo de contaminação? para quando o mar ficará contaminado?
Imagem
Associado 69Imagem
Antes de abrir um tópico utilize a Pesquisa
Prece
Imagem


Avatar do Utilizador

florindo marcelo lopez
Membro Dedicado
Membro Dedicado
Mensagens: 76
Registado: domingo nov 11, 2007 11:57 am
Localização: brasil
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por florindo marcelo lopez » quinta jul 21, 2011 4:25 am

Luciano Kaefer Escreveu:Caro Florindo

O forum Novaenergia é um forum de debates sobre TODOS os tipos de energia. Particularmente sou totalmente contra a energia nuclear, mas sou muito favorável à permitir a livre( mas responsável ) manifestação, mesmo de coisas que não concordo.
Isso vale para debates de idéias de temas ligados à energias alternativas e renováveis.
me sinto moderado pelo seu post de repudio por perguntar se existe algo que possa proteger meus olhos de posts que nada me acresentam com relacao a energias renovaveis..... perdao nao posto mais nada contrario ao BCARMONA..... ja que pelo jeito o assunto dele EH O CORRETO ...

o mesmo ja publicou e foi notado por varios participantes do forum que a intencao dele e criar polemica e divulgar o seu blog.... Porem o moderado aqui serei eu....


ACABO DE ME CALAR...

p.s. nem adianta dizer que nao era isso ou aquilo que eu entendi mal....

20/07/2011 data de quando calaram mais um ....
Energia limpa para todos os fins.

Avatar do Utilizador

Volt
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 7679
Registado: quarta set 24, 2008 11:26 am
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por Volt » quinta jul 21, 2011 11:36 am

Caro florindo marcelo lopez, embora o seu post seja um pouco offtopic, por mim, vai ficar aqui. É que assim se vê como alguns utilizadores (muitos até são uma só pessoa) fazem uma tempestade de um copo de água... Eu não só afirmo que você entendeu mal, como afirmo que, prefiro lidar com a consequência de ter de sujeitar os meus olhos a quem usa da liberdade que tem de aqui escrever para enganar os outros (como é o caso do autor deste tópico) do que ter que lidar com o contrário (censura e "ditadura forista").

A liberdade de um acaba onde começa a dos outros. Pense nisso e pondere.

21/07/2011 - Data em que escrevi esta espécie de "disclaimer".
279.999,9 KM a bombar faísca!
Arranjei uma fêmea que não dá à luz mas consome-a

Avatar do Utilizador

Luciano Kaefer
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 5621
Registado: sexta abr 13, 2007 4:02 pm
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por Luciano Kaefer » quinta jul 21, 2011 11:41 am

Luciano Kaefer Escreveu:Caro Florindo

O forum Novaenergia é um forum de debates sobre TODOS os tipos de energia. Particularmente sou totalmente contra a energia nuclear, mas sou muito favorável à permitir a livre( mas responsável ) manifestação, mesmo de coisas que não concordo.
Isso vale para debates de idéias de temas ligados à energias alternativas e renováveis.
Debates se fazem com exposição de motivos e defesa de argumentos.
Enquanto o bcarmona expor suas idéias, sem desrespeitar os demais usuários que pensam de forma diferente da dele, não há motivos para ações de banimento.
Por isso não aceito suas palavras. Nosso ato protege inclusive você, que pode arguir sem o risco de ser punido por delito de opinião.
Bem hajam
O Conhecimento, quando Compartilhado, se Multiplica.

Avatar do Utilizador

mauri
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 7877
Registado: sexta set 04, 2009 1:04 am
Localização: Amadora
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por mauri » quinta jul 21, 2011 12:06 pm

Isto ainda é o começo e é o que o governo diz: a realidade é outra
Contaminação bovina por radioactividade propaga-se no Japão
21 de Julho de 2011

O governo japonês detectou um novo grupo de 850 bois suspeitos de terem sido alimentados com ração radioactiva, segundo o resultado de uma investigação divulgada esta quinta-feira.

Pelo menos 835 bois suspeitos de contaminação foram detectados em explorações das regiões de Iwate (norte), Akita (norte), Gunma (centro), Niigata (costa oeste), Gifu (centro) e Shizuoka (centro-sul), segundo a imprensa.

Na última terça-feira o governo japonês já havia detectado um lote de 650 bois contaminados provenientes das regiões de Niigata, Fukushima (nordeste), Yamagata (centro) e Saitama (região de Tóquio).

O governo japonês proibiu na terça-feira a venda de carne de boi da província de Fukushima, como medida de segurança.

Os primeiros casos de contaminação foram detectados em 10 de Julho, quando as análises efectuadas em carne procedente de uma exploração situada a pouco mais de 20 quilómetros da central de Fukushima revelaram que continha níveis de césio radioactivo muito superiores aos limites estabelecidos.

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?s ... ews=522526
Imagem
Associado 69Imagem
Antes de abrir um tópico utilize a Pesquisa
Prece
Imagem

Avatar do Utilizador

Volt
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 7679
Registado: quarta set 24, 2008 11:26 am
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por Volt » quinta jul 21, 2011 2:04 pm

Ó mauri, então se as vítimas (que não morreram) não contam, vais contar os bois?!

PS: Ler com ironia...
279.999,9 KM a bombar faísca!
Arranjei uma fêmea que não dá à luz mas consome-a

Avatar do Utilizador

mauri
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 7877
Registado: sexta set 04, 2009 1:04 am
Localização: Amadora
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por mauri » quinta jul 21, 2011 4:47 pm

Volt Escreveu:Ó mauri, então se as vítimas (que não morreram) não contam, vais contar os bois?!

PS: Ler com ironia...
Para alguns governos, as pessoas não contam, mas sim os animais: neste caso foram os bois. Se fosse na India seria as vacas que são sagradas!

Voltando ao tópico: Nuclear
Quando era miúdo queria ser engenheiro nuclear. Desde que vi a invasão dos marcianos e os filmes de monstros criados pela irradiações nucleares, deixei de querer ser engenheiro nuclear e ainda bem!
Imagem
Associado 69Imagem
Antes de abrir um tópico utilize a Pesquisa
Prece
Imagem

Avatar do Utilizador

Master
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 716
Registado: domingo fev 17, 2008 7:06 pm
Localização: Santa Iria de Azóia
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por Master » quinta jul 21, 2011 6:08 pm

Pois, porque estarias no desemprego em portugal Mauri, pois cá não temos emprego para engenheiros nucleares, mas lá fora terias muito por onde escolher.
Quanto ao florindo, acho que o Luciano tem razão, o bcarmona está a colocar as suas opiniões no site, ele está a demonstrar com numeros e com citações o que ele acredita ser verdade para ele.
Para além de mais, apesar dele estar a ser continuamente atacado e muitas vezes de modo insultuoso, ele mantém a calma e não ofende os demais users, está a dar com a sua paciencia uma lição a todos que para argumentos utilizam palavras menos interessantes.
Pelos posts aqui e noutros colocados, todos têm uma percepção do tipo de users que são, podemos saber os que são a favôr do nuclear (só veem vantagens), os que são contra (é tudo desvantagens) e dos meio-termo que eu me incluo que sabem que existem vantagens e desvantagens.
Mas insisto mais uma vez, como fiz num tópico anterior que aqui no forum ninguem têm o direito de dizer que a sua opinião é melhor que a dos outros, pode discordar, mas não guerrear para que a sua idéia ganhe, pois não ganha, aliás quem perde é o forum com estas guerritas de alguns users que não aceitam que outros tenham idéias diferentes.
Dos Fracos Não Reza a História...

Avatar do Utilizador

Master
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 716
Registado: domingo fev 17, 2008 7:06 pm
Localização: Santa Iria de Azóia
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por Master » quinta jul 21, 2011 6:17 pm

Mais uma notícia que visa melhorar o eólico.
http://naturlink.sapo.pt/article.aspx?m ... 39781&bl=1
Eólica feita de fibra carbónica, pelo que dizem vai reduzir alguns dos inconvenientes das Eólicas.


reprodução da notícia:
Conceito de “caules de vento” permite produção de energia sem aerogeradores
21-07-11

Uma empresa norte-americana desenvolveu um conceito inovador que produz energia eléctrica a partir de fibras de carbono, que balançam com o vento. Estima-se que a energia produzida é equivalente a uma quinta de aerogeradores com a mesma área de implantação.

Imagem

Os aerogeradores, que produzem energia eléctrica a partir do vento, são bastante comuns e estão distribuídos pelo planeta em quintas eólicas de diferentes dimensões. No entanto, apresentam alguns impactes negativos na paisagem e na saúde humana, pela produção de vibrações de baixa frequência.

Uma empresa de design norte-americana (Atelier DNA) desenvolveu um projecto para a cidade de Masdar, em Abu Dhabi, que pode ultrapassar estes problemas, sem diminuir a eficiência do processo de geração de energia. Este projecto baseia-se num conceito de “caules de vento” e consiste em fibras de carbono com 55 m de altura que estão fixas em bases de betão. As extremidades das fibras (pólos) apresentam pilhas de discos cerâmicos piezoeléctricos. Quando as fibras balançam com o vento, as pilhas de discos são comprimidas o que gera uma corrente através dos pólos. Para além das pilhas de discos, o topo de cada fibra está equipada com uma lâmpada LED que brilha conforme a quantidade de energia que está a ser produzida.

Como a produção de electricidade está dependente da quantidade de vento disponível, os designers também desenvolveram uma forma de armazenar energia. Por baixo do campo das fibras de carbono estarão localizadas duas grandes camâras. Quando o vento sopra, parte da energia eléctrica gerada é utilizada por bombas que movem água da câmara inferior para a superior. Ao contrário, nas fases em que não há vento, a água flui no sentido inverso, transformando as bombas de água em geradores.

Estima-se que a energia produzida é equivalente a uma quinta de aerogeradores com a mesma área de implantação. Apesar dos pólos individualmente produzirem menos energia do que os aerogeradores, como podem estar mais concentrados, a energia produzida total, para a mesma área , é semelhante.
Homepage » Notícias » Notícias » Conceito de “caules ...
Conceito de “caules de vento” permite produção de energia sem aerogeradores
Isabel Palma (21-07-11)
Imprimir Share Partilhar Texto A A A

Uma empresa norte-americana desenvolveu um conceito inovador que produz energia eléctrica a partir de fibras de carbono, que balançam com o vento. Estima-se que a energia produzida é equivalente a uma quinta de aerogeradores com a mesma área de implantação.

Os aerogeradores, que produzem energia eléctrica a partir do vento, são bastante comuns e estão distribuídos pelo planeta em quintas eólicas de diferentes dimensões. No entanto, apresentam alguns impactes negativos na paisagem e na saúde humana, pela produção de vibrações de baixa frequência.

Uma empresa de design norte-americana (Atelier DNA) desenvolveu um projecto para a cidade de Masdar, em Abu Dhabi, que pode ultrapassar estes problemas, sem diminuir a eficiência do processo de geração de energia. Este projecto baseia-se num conceito de “caules de vento” e consiste em fibras de carbono com 55 m de altura que estão fixas em bases de betão. As extremidades das fibras (pólos) apresentam pilhas de discos cerâmicos piezoeléctricos. Quando as fibras balançam com o vento, as pilhas de discos são comprimidas o que gera uma corrente através dos pólos. Para além das pilhas de discos, o topo de cada fibra está equipada com uma lâmpada LED que brilha conforme a quantidade de energia que está a ser produzida.

Como a produção de electricidade está dependente da quantidade de vento disponível, os designers também desenvolveram uma forma de armazenar energia. Por baixo do campo das fibras de carbono estarão localizadas duas grandes camâras. Quando o vento sopra, parte da energia eléctrica gerada é utilizada por bombas que movem água da câmara inferior para a superior. Ao contrário, nas fases em que não há vento, a água flui no sentido inverso, transformando as bombas de água em geradores.

Estima-se que a energia produzida é equivalente a uma quinta de aerogeradores com a mesma área de implantação. Apesar dos pólos individualmente produzirem menos energia do que os aerogeradores, como podem estar mais concentrados, a energia produzida total, para a mesma área , é semelhante.

Fonte: http://www.gizmag.com/
Dos Fracos Não Reza a História...

Avatar do Utilizador

mauri
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 7877
Registado: sexta set 04, 2009 1:04 am
Localização: Amadora
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por mauri » quinta jul 21, 2011 8:47 pm

Master cita:
Pelos posts aqui e noutros colocados, todos têm uma percepção do tipo de users que são, podemos saber os que são a favôr do nuclear (só veem vantagens), os que são contra (é tudo desvantagens) e dos meio-termo que eu me incluo que sabem que existem vantagens e desvantagens.
Boa maneira de ver o assunto.
Costuma-se dizer que no meio está a virtude.
Embora me declare cada vez mais anti-nuclear, porque, continuamente vejo mais desvantagens que vantagens, mas acidentes existem em todas as circunstancias, os nucleares são mais nefastos e afectam não só os países que têm centrais nucleares como todos aqueles que não as têm. Deste modo sou a favor duma nova ordem social que deveria ser imposta a todos os países que têm centrais nucleares a funcionar: deveriam vender a preço mínimo ou ao mesmo custo aos países vizinhos e ou a toda a comunidade, porque os riscos a haver vão recair sobre todos. Me dirão: são eles que investem ou investiram. Eu respondo: não pagam os prejuízos possíveis causados.
Entretanto, acabar-se-ia com o nuclear com as novas energias descobertas ou a descobrir.
O mesmo se aplicaria ao nuclear para bombas: deveria ser mundialmente banido e seria aproveitado só para a saúde.
Mas tudo isto não interessa a quem manda no mundo ou seja a países detentores.
Desde Hiroshima e Nagasaki que o mandão são os states.
Agora Chernobyl e Fukushima.
Que virá depois?...e os resíduos onde vão ficar?
Respondem-se para eu ficar tranquilo.
Eu nem me deveria preocupar, mas preocupa-me o futuro...
Imagem
Associado 69Imagem
Antes de abrir um tópico utilize a Pesquisa
Prece
Imagem

Avatar do Utilizador

Master
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 716
Registado: domingo fev 17, 2008 7:06 pm
Localização: Santa Iria de Azóia
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por Master » quinta jul 21, 2011 9:20 pm

De acordo, temos todos que nos preocupar, eu tenho 3 fihos menores e estou muito preocupado com o futuro deles. muito mesmo
Ainda hoje recebemos a triste noticia de um aumento de 15% nos transportes públicos, na 2ª feira o aumento nos combustiveis foram cerca de 5 centimos a mais, a energia está caríssima.
Neste momento os portugueses estão em crise, estão completamente descapitalizados, e um dos problemas dos portugueses é a energia, pois aumentou o gás, a electricidade, os combustíveis, etc...
Eu neste momento acho que mais portugueses estão em dificuldades, e o que querem é energia mais barata, seja ela eólica, nuclear, solar, marés, etc... têm é que ser mais barata.
Se provarem que o mais barato é a nuclear, podem colocar no meu jardim que n me importo, se não for coloquem outra qualquer, temos é que resolver o nosso défice energético pois as carteiras não aguentam...........................
Uma das minhas empresas é uma mercearia de bairro e só de consumo electrico vão mais de 200,00 € por mês, agora eu nem imagino quanto gasta por mês um hipermercado e com preços energeticos assim não há hipótese de sermos competitivos, pois o cliente final é que paga.
Dos Fracos Não Reza a História...


Autor do tópico
bcarmona
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 112
Registado: terça jun 14, 2011 9:55 am
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por bcarmona » quinta jul 21, 2011 9:49 pm

Master,

Lê o meu post que começou este tópico. Compara o preço da electricidade em França e nos países campeões da eólica. A electricidade ainda vai subir mais em Portugal, é inevitável. A ERSE ou o Mexia já disseram claramente que o período da electricidade barata em Portugal ia acabar brevemente. Existe um défice tarifário que é preciso repor. Para além disso a troika "mandou" taxar a electricidade noutro escalão de IVA.

Uma das minhas preocupações é que o preço da electricidade asfixie a economia portuguesa. E isso vai acontecer se se continuar a adicionar eólica, micorgeração, solar, bombagem e eólica offshore.

Será que neste fórum ninguém sabe que estas energias são subsidiadas? Mas acham mesmo que essa subsidiação pode continuar eternamente? A factura vai ter de ser paga.

Avatar do Utilizador

mauri
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 7877
Registado: sexta set 04, 2009 1:04 am
Localização: Amadora
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por mauri » quinta jul 21, 2011 10:31 pm

Master cita
eu tenho 3 fihos menores e estou muito preocupado com o futuro deles. muito mesmo
Ainda hoje recebemos a triste noticia de um aumento de 15% nos transportes públicos
Acabei de ouvir agora mesmo de um concorrente no "quem quer ser miliolário" na RTP1, às 22h10:
era melhor a humanidade acabar com a guerra do que a guerra acabar com a humanidade
.
Eu diria também
seria melhor a humanidade acabar com o nuclear do que o nuclear acabar com a humanidade
Não se deve preocupar com a crise de aumentos ou seja do que for. Nunca se viveu tão bem como agora (no global), porque mesmo assim, ainda existe assistência aos mais carenciados e parcas pensões. Imagina nos anos 30 (crise mundial, tempo do al capone), crise dos anos 40, não havia comida, havia senhas para comprar 1 quilo de arroz ou de farinha, e não havia mais que isso. Existem pessoas com 110 e mais anos que passaram por isso tudo.
Mas se o ambiente, água ou ar que respiramos tiver danos irreparáveis, nem nós nem os vindouros viverão. Pensem nisso!
Deve-se preocupar com o ambiente, com o ar que respiramos, isso é que nos dá vida que é o melhor que temos, mas com saúde.
Imagem
Associado 69Imagem
Antes de abrir um tópico utilize a Pesquisa
Prece
Imagem

Avatar do Utilizador

mauri
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 7877
Registado: sexta set 04, 2009 1:04 am
Localização: Amadora
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por mauri » quinta jul 21, 2011 11:50 pm

Resumindo:
Saiba quais são os efeitos de radiação nuclear para a saúde
16.03.2011

Depois desse grande terremoto e tsunami, o Japão ainda corre perigo de uma catástrofe nuclear, devidos às explosões nos reatores da Usina Nuclear de Fukushima.
Os níveis de radiação vêm aumentando gradualmente, causando muita preocupação e até certo pânico entre a população japonesa.

Imagem

Pessoas que moram na região, estão deixando a região e indo para abrigos, temendo uma eventual contaminação. Pessoas que moram num raio de 40 a 50 km, permanecem trancadas em suas casas, onde já fazem reservas de alimentos e água. O governo pede que a população use máscaras, não beba água da torneira e não coma alimentos que possam estar contaminados pela radiação. Se ingerir algo que possa estar contaminado, os elementos da radiação entram em seu corpo, causando danos irreparáveis.
Se a radiação cai num rio, não se deve beber a água e nem comer os peixes, pois eles estarão contaminados, assim como se cair no pasto e boi de alimentar dele, sua carne também não poderá ser consumida.

Tipos de radiação nuclear

Imagem

Três tipos de radiação podem ser liberados no meio ambiente em acidentes em usinas nucleares.

Existem as partículas alfa, que geralmente não conseguem ultrapassar a pele de uma pessoa. são praticamente inofensivas. Já as partículas beta são capazes de atingir cerca de um centímetro na pele e podem causar queimaduras.

Os raios gama são os mais perigosos. Atravessam o corpo e deformam as células, podendo levar a vários tipos de câncer. Este é o grande temor de quem vivia perto das usinas nucleares no Japão.
Efeitos da radiação nuclear

Dependendo do tipo de radioatividade que a pessoa foi exposta pode causar queimaduras, câncer, hemorragia, problemas digestivos, infecções ou doenças autoimunes.
A usina de Fukushima vem soltando elementos radioativos como iodo, urânio e césio, formando uma nuvem invísivel que se desloca conforme os ventos.

A esperança dos japoneses está que essas nuvens voem para o meio do Pacífico, pois assim cairiam no mar de forma mais dispersa e assim, diminuindo os riscos para a população.

Quando há uma grande exposição a irradiação, as células da medula óssea, que fabricam os glóbulos vermelhos e brancos e as plaquetas sanguíneas, podem ser destruídas e a pessoa morre. As células do tubo digestivo são também muito sensíveis à radiação, segundo especialistas. Sem tratamento, um grande nível de exposição é letal.

Só para se ter uma idéia, em Hiroshima, onde caiu a bomba atômica nuclear, as pessoas que receberam doses fracas desenvolveram cânceres como leucemia, pulmonar, cólon, esôfago, mama…
E levaram os efeitos da radioatividade durante décadas passando para novas gerações.
Após 7 anos do atentado, ainda houve picos de casos de leucemia, e mesmo após 60 anos, ainda há um leve excesso de câncer na população da região afetada.

Com esses exemplos já dá pra imaginar o quão devastador são os efeitos da radioatividade em seres humanos não é?!


http://www.japaoemfoco.com/saiba-quais- ... a-a-saude/

PS:
Se a radiação cai num rio, não se deve beber a água e nem comer os peixes, pois eles estarão contaminados...
A esperança dos japoneses está que essas nuvens voem para o meio do Pacífico, pois assim cairiam no mar de forma mais dispersa e assim, diminuindo os riscos para a população.
O mar onde estão depositados os resíduos nucleares: fonte de origem de toda a água que bebemos, onde vivem os peixes que comemos...não falta muito, e o mar vai ficar todo contaminado...

Informem-se bem neste blog sobre os Efeitos da Radiação.
Está muito elucidativo e completo.

A imagem choca-lhe? Imagem
mutações genéticas nos descendentes das milhares pessoas afetadas pela radiação nuclear
http://lintomass.wordpress.com/2011/03/ ... chernobil/
Quantas milhares não haverá mais? E o mundo virar assim?
Imagem
Associado 69Imagem
Antes de abrir um tópico utilize a Pesquisa
Prece
Imagem

Avatar do Utilizador

mauri
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 7877
Registado: sexta set 04, 2009 1:04 am
Localização: Amadora
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por mauri » domingo ago 07, 2011 8:58 pm

Master Escreveu:De acordo, temos todos que nos preocupar, eu tenho 3 fihos menores e estou muito preocupado com o futuro deles. muito mesmo
Ainda hoje recebemos a triste noticia de um aumento de 15% nos transportes públicos,
Master, Agora repara, Espanha tem central nuclear, tem meios de ter tudo muito mais barato, agora vê esta notícia:

Preço do bilhete do metro e do autocarro aumenta 50% em Madrid
07 Agosto 2011

O bilhete único para o metro e autocarros de Madrid vai custar, a partir de segunda-feira, 1,50 euros, o que representa um aumento de 50%, de acordo com as associações de consumidores.

Segundo as mesmas associações, citadas pelo jornal espanhol Publico, com este aumento, o transporte público de Madrid torna-se "o mais caro de toda a Espanha". O bilhete dos autocarros intermunicipais aumentam 10 cêntimos.

O Ministério dos Transportes e Infraestruturas da Comunidade de Madrid explicou que este agravamento dos preços, aprovado no dia 29 de Julho, vai afectar "apenas os clientes ocasionais, que representam 4,5% da totalidade de passageiros".
http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/In ... id=1947829

A crise não é só aqui!
Podes dizer, com o mal dos outros podemos bem, mas não é bem assim...

Temos que ser nós a criar alternativas para superar a crise.
Muitos, é com a crise que enriquecem, outros empobrecem mais...
Imagem
Associado 69Imagem
Antes de abrir um tópico utilize a Pesquisa
Prece
Imagem

Avatar do Utilizador

Master
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 716
Registado: domingo fev 17, 2008 7:06 pm
Localização: Santa Iria de Azóia
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por Master » segunda ago 08, 2011 8:13 am

Estava numa notícia no TEK/Sapo de ontem que o Japão devido á central Nuclear que está desactivada que ficou com um grande problema de falta de energia, que está neste momento a importar de vizinhos, mas não chega.
È claro que os Japoneses têm uma mentalidade diferente da nossa, eles metem mãos á obra e procuram soluções e a solução foi fazer para os prédios e casas uma cortina viva, feita de plantas e como tal reduz em muito a necessidade dos ar condicionados.
Encontrei mais aqui http://www.ipcdigital.com/br/Noticias/J ... o_12072011 e também aqui http://mundopossivel.wordpress.com/2010 ... ura-amena/
O problema actual não é o nuclear, mas sim a dependencia ao nuclear, pois ainda não temos as alternativas, pois desafio qualquer user a dizer o que faria para repor a quantidade de energia que o nuclear produz se parassem todas as centrais agora, (já), penso que não haverá muitos paises que se auto-abastecessem e como tal e até termos as alternativas a funcionar, nós precisamos da energia produzida no nuclear.
Quanto tivermos o necessário, fechem as centrais, isso só depende dos governos e dos financiamentos.
Quanto aos preços em Espanha, temos que ver que o salário mínimo em Espanha é várias vezes superior ao nosso, portanto não podemos comparar preços de bilhetes e mais o preço de bilhetes lá é muito inferior ao nosso, pois eles pagam 1,50 € por 1 bilhete de metro e autocarro, nós pagamos 1,50 só por autocarro, logo eles continuam a ganhar.
Cito-Carris-- Tarifa de bordo

Válida para uma só viagem, em qualquer percurso urbano e suburbano no serviço regular, sendo adquirida a bordo dos nossos veículos.
Actualmente vigoram as seguintes tarifas de bordo:

Tarifa de Bordo Autocarros - 1,50€
Tarifa de Bordo Eléctricos - 2,50€
Tarifa de Bordo Ascensores - 3,00€ (2 viagen
Dos Fracos Não Reza a História...

Avatar do Utilizador

Volt
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 7679
Registado: quarta set 24, 2008 11:26 am
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por Volt » segunda ago 08, 2011 10:23 am

Atenção que a tarifa de bordo é uma espécie de "conceito tuga". Faltou-te referir o preço dos pré-comprados, esses sim, equivalentes ao "bilhete único" Madrileno. Custam 1,05€ desde o dia 1 deste mês.

Como vês, apesar de eles terem uma economia mais competitiva, o bilhete diário sai-lhes mais caro que a nós, ao contrário do que querias dizer... Mas, o que é certo é que as tarifas deles aumentaram muito mais que as nossas e, eles têm nuclear. E estão em crise também...
279.999,9 KM a bombar faísca!
Arranjei uma fêmea que não dá à luz mas consome-a

Avatar do Utilizador

sergiomms
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1351
Registado: quinta nov 15, 2007 1:05 pm
Localização: Almada
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por sergiomms » domingo mar 11, 2012 7:46 pm

3,3 mil milhões de euros!!!

É o custo aproximado de uma central nuclear!!! (sic noticias precisamente agora) 8 anos de construção, + custos de produção....

E a falácia é da eólica ???.....
sergiomms


HLopes
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 452
Registado: terça mar 21, 2006 6:40 pm
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por HLopes » segunda jul 02, 2012 2:23 pm

A aposta na produção de energia eólica em Portugal tem sido significativa, tendo sido já investido nesta fonte de energia renovável cerca de 7,7 mil milhões de euros. Portugal tem mesmo uma das mais elevadas taxas de crescimento da produção eólica no mundo e conta com mais de duas centenas de parques eólicos, com mais de dois mil aerogeradores em operação.

http://www.apren.pt/noticias/detalhes.php?id=516" onclick="window.open(this.href);return false;


A diferença? Gastou-se o dobro e duram metade do tempo. Portanto na prática gastou-se 4X mais.

Avatar do Utilizador

visitante1
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 3315
Registado: sexta jan 07, 2011 12:08 am
Localização: Região norte
Estado: Desligado

Re: A falácia da eólica

Mensagem por visitante1 » segunda jul 02, 2012 2:54 pm

Quando dá mer** deixa um rasto de destruição e morte incalculavel...
Se dois mil aerogeradores vierem abaixo com um pouco de sorte não chegam a atingir uma só pessoa...
cumprimentos
VE Nissan Leaf MKII
Micro-produção 5kWp+4kWp
Auto-consumo Stand-Alone 14,5kWp
Micro-Hidrica Pelton max:1,5kW
AQS Tubos De Vácuo
Caldeira Biomassa Roval R203 73kW
Fluksometer FLM03E

Responder

Voltar para “Energia Nuclear”