Nova legislação para autoconsumo

Local para debater sobre o autoconsumo



Responder
Avatar do Utilizador

rocker_pt
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1883
Registado: sexta ago 22, 2008 10:49 pm
Localização: Vila Nova de Gaia
Estado: Desligado

Re: Nova legislação para autoconsumo

Mensagem por rocker_pt » quarta fev 12, 2020 10:03 am

Em jeito de curiosidade comento que é muito difícil reunir consensos de interesses, e tentar-se levar uma causa avante.
Em cerca de 1 mês a petição acima só conseguiu reunir 30 participantes. Se o objetivo seria chegar a 4000 para pelo menos ser falado na meia bola, ficou muito aquém.
VE's: 16 145 km + 147 882km em Predator 60Ah
Mais de 160.000km em VE!



alexjp4
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1243
Registado: terça jun 05, 2007 3:16 pm
Localização: cartaxo
Estado: Desligado

Re: Nova legislação para autoconsumo

Mensagem por alexjp4 » quarta fev 12, 2020 10:37 pm

Freddy_krueger Escreveu:
terça jan 28, 2020 3:51 pm
Só por curiosidade... alguém sabe quando vai ser possível ter mais de 6 paineis apenas com a comunicação via serup do instalador... e já agora eu já tenho 6 paineis... posso expandir... ou tenho de cancelar os 6 e no caso de instalar outros 6 paineis, passar a declarar 12? enfim... era só para saber... estava a pensar investir em mais uns paineis e quem sabe umas baterias para reduzir custo energia noturno.
O limite não é a quantidade de paineis mas sim a potência total dos mesmos.
Esses paineis são para quê?
Se for como na microprodução é só comunicares o aumento de potência, se for para consumo estás é limitado a potência instalada, que penso que agora foi alterada.


Freddy_krueger
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 920
Registado: terça nov 07, 2017 8:33 am
Estado: Desligado

Re: Nova legislação para autoconsumo

Mensagem por Freddy_krueger » quinta fev 13, 2020 8:31 am

alexjp4 Escreveu:
quarta fev 12, 2020 10:37 pm
Se for como na microprodução é só comunicares o aumento de potência, se for para consumo estás é limitado a potência instalada, que penso que agora foi alterada.
Pois... eu sei que limite era 1500w mas tb sei que normalmente se intala 6 paineis de +250w e só se declara os 1500w... não percebo como fazem, mas fazem...

A ideia pode ser continuar a ser autoconsumo (se colocar baterias ou comprar 2º carro elétrico) ou dependendo da legislação eventualmente vender excesso... não está ainda nada muito claro para consumidor.
"Freddy Krueger"
Fotovoltaico: 6 Paineis Autoconsumo
EV: Nissan Leaf 2018 40Kwh


Autor do tópico
Biod
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 374
Registado: segunda mai 08, 2006 12:39 am
Localização: Cascais
Estado: Desligado

Re: Nova legislação para autoconsumo

Mensagem por Biod » sexta fev 14, 2020 3:22 pm

rocker_pt Escreveu:
quarta fev 12, 2020 10:03 am
Em jeito de curiosidade comento que é muito difícil reunir consensos de interesses, e tentar-se levar uma causa avante.
Em cerca de 1 mês a petição acima só conseguiu reunir 30 participantes. Se o objetivo seria chegar a 4000 para pelo menos ser falado na meia bola, ficou muito aquém.
eu partilhei nas redes sociais mas poucos ou nenhuns amigos têm kits de autoconsumo, este assunto passa-lhes ao lado.

Aqui o forum, desconfio que só uns 20 constumam participar nele regularmente..

Enviei para o grupo parlamentar do PAN e não tive resposta


n4rs
Membro Dedicado
Membro Dedicado
Mensagens: 42
Registado: quarta nov 28, 2018 2:42 pm
Estado: Desligado

Re: Nova legislação para autoconsumo

Mensagem por n4rs » sexta fev 14, 2020 6:04 pm

Ainda neste tópico, e corrijam-me se estou errado.
Tendo em conta este novo enquadramento, para instalações de autoconsumo de 350W até 4kw, é sempre preferível registar como nova UPAC (e desta forma vendo o excedente à rede), do que como MCP (assim ofereço o que injeto na rede), desde que já tenha um contador dos novos da EDP, pois assim não tenho quaisquer custos extra (Portaria n.º 16/2020 indica que até 30kw o Registo de UPAC com injeção na RESP é isento de taxa).

Não vejo outros custos ou obrigações extra que não tenha já com MCP.

Estou correto?

Avatar do Utilizador

rocker_pt
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1883
Registado: sexta ago 22, 2008 10:49 pm
Localização: Vila Nova de Gaia
Estado: Desligado

Re: Nova legislação para autoconsumo

Mensagem por rocker_pt » sexta fev 14, 2020 9:05 pm

Biod Escreveu:
sexta fev 14, 2020 3:22 pm
Enviei para o grupo parlamentar do PAN e não tive resposta
E eu enviei para todos os grupos parlamentares pequenos, enviei mensagem para algumas organizações ambientais que encontrei, e por fim coloquei no fb. Resposta de um fb user foi que o o link da petição poderia ter virus...
É um burro a tentar empurrar a carroça para a frente e 10 para trás. Assim é muito difícil fazer alguma coisa se nós nunca nos organizamos numa só voz
VE's: 16 145 km + 147 882km em Predator 60Ah
Mais de 160.000km em VE!


Freddy_krueger
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 920
Registado: terça nov 07, 2017 8:33 am
Estado: Desligado

Re: Nova legislação para autoconsumo

Mensagem por Freddy_krueger » quinta mar 05, 2020 9:14 am

Freddy_krueger Escreveu:
quinta fev 13, 2020 8:31 am
alexjp4 Escreveu:
quarta fev 12, 2020 10:37 pm
Se for como na microprodução é só comunicares o aumento de potência, se for para consumo estás é limitado a potência instalada, que penso que agora foi alterada.
Pois... eu sei que limite era 1500w mas tb sei que normalmente se intala 6 paineis de +250w e só se declara os 1500w... não percebo como fazem, mas fazem...

A ideia pode ser continuar a ser autoconsumo (se colocar baterias ou comprar 2º carro elétrico) ou dependendo da legislação eventualmente vender excesso... não está ainda nada muito claro para consumidor.
Há novidades da lei?!
Eu pelos vistos fui dos poucos que assinei petição do Rocker e participei na consulta pública....

Ontem foi dia da EDP distribuição ir trocar o velhinho contador rotativo para um digital...snif snif...lá se vai o netmetering :(
"Freddy Krueger"
Fotovoltaico: 6 Paineis Autoconsumo
EV: Nissan Leaf 2018 40Kwh


Autor do tópico
Biod
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 374
Registado: segunda mai 08, 2006 12:39 am
Localização: Cascais
Estado: Desligado

Re: Nova legislação para autoconsumo

Mensagem por Biod » quinta mar 05, 2020 3:10 pm

Alguns contadores trifasicos digitais fazem :D


Freddy_krueger
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 920
Registado: terça nov 07, 2017 8:33 am
Estado: Desligado

Re: Nova legislação para autoconsumo

Mensagem por Freddy_krueger » sexta mar 06, 2020 8:22 am

Biod Escreveu:
quinta mar 05, 2020 3:10 pm
Alguns contadores trifasicos digitais fazem :D
Meu não é trifásico... aparece é a contagem como se fosse trihorário... apesar de meu tarifário ser flat rate....
"Freddy Krueger"
Fotovoltaico: 6 Paineis Autoconsumo
EV: Nissan Leaf 2018 40Kwh


Quintas2
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 710
Registado: terça mar 03, 2015 4:11 pm
Estado: Desligado

Resultados da Consulta Pública

Mensagem por Quintas2 » terça mar 17, 2020 5:53 pm

whocarez Escreveu:
quarta jan 08, 2020 3:10 pm
A ERSE já tem desde o dia 20/12/2019 disponivel no seu site para consulta a proposta de regulamentação do regime jurídico do autoconsumo
http://www.erse.pt/pt/consultaspublicas ... as/82.aspx
Resultados da Consulta Pública
https://www.erse.pt/atividade/consultas ... erramento/

Numa leitura rápida, destaco:

Net-Metering
Deste modo, sempre que uma instalação de produção e uma instalação de consumo não coincidem no mesmo local, ou seja, não estão ligadas no mesmo ponto de um circuito elétrico, utilizam recursos públicos do sistema elétrico para veicular energia entre si. Esta realidade determina o princípio de aplicação em cada ponto de tarifas de uso das redes, que traduzam o custo provocado no sistema elétrico.
A mesma regra se aplica quando a produção e o consumo, ainda que possam coincidir no mesmo local, não acontecem em simultâneo. A produção num dado momento e o consumo da mesma quantidade de energia num instante de tempo diferente implicam a utilização das redes elétricas, para veicular essa energia, e do sistema elétrico, para a “armazenar”. Esta operação é sobretudo feita num plano económico, transformando-se numa venda de energia e posteriormente numa compra, com o respetivo (e não necessariamente coincidente) valor económico.

DECISÃO DA ERSE O Decreto-Lei n.º 162/2019, corretamente, faz assentar o regime de autoconsumo na simultaneidade da produção e do consumo e na sua proximidade geográfica. A não simultaneidade temporal de produção e consumo pode ser facilmente acomodada com recurso a transações comerciais (contratos de venda e de compra). Fazer o cancelamento energético (à margem da realidade comercial) destas duas realidades significaria um desvio à lógica do utilizador-pagador, imputando os custos provocados pelos autoconsumidores aos restantes consumidores. A posição dos reguladores europeus é contrária ao net metering, designadamente porque este ignora a diferenciação temporal do valor da energia e utiliza o sistema elétrico como armazenamento, sem suportar o respetivo custo.


Boas notícias para quem tem trifásica.
(...) na sequência dos comentários recebidos sobre esta matéria, a ERSE introduziu alterações no articulado, com o objetivo de tornar claro que o apuramento de saldos quarti-horários de consumo/injeção, em cada ponto de medição, tem lugar, independentemente da instalação ser monofásica ou trifásica – e, em consequência, para instalações trifásicas, essa determinação significa que o saldo seja apurado por agregação das três fases.

Custos de Contador Inteligente
Ver Artigo 25.º
Nalguns casos, passa a ser o autoconsumidor a ter que pagar o contador, mesmo quando não tencione vender o excedente de produção à rede.

Dados a Disponibilizar
Ver Artigo 34.º
Disponibilização de dados de IU e UPAC integradas em autoconsumo individual
1 - O operador da rede deve disponibilizar ao autoconsumidor individual:
a) Consumo medido - O diagrama de carga do consumo medido no equipamento de medição instalado no ponto estabelecido na alínea a) do Artigo 24.º, para a potência ativa e para a potência reativa, calculado como o saldo quarti-horário entre a potência consumida da rede e a potência injetada na rede;
b) Excedente - O diagrama de carga do excedente medido no equipamento de medição instalado no ponto estabelecido na alínea a) do Artigo 24.º, calculado como o saldo quartihorário entre a potência ativa injetada na rede e a potência ativa consumida da rede;

Na Síntese de Comentários - p. 2-3
Associados a uma instalação de consumo passam a existir vários fluxos de energia, em que se decompõe o consumo total medido na instalação. O cliente terá acesso direto a todos esses dados, discriminados em 15 minutos, numa plataforma ou por meios eletrónicos do operador de rede.
Cumprimentos,
Quintas2


jmlflorencio
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1759
Registado: segunda jan 26, 2015 1:05 am
Estado: Desligado

Re: Nova legislação para autoconsumo

Mensagem por jmlflorencio » terça mar 17, 2020 11:45 pm

Obrigado Quintas2 pela síntese.

O netmetering já se sabia que não iríamos ter, era bom demais. Gostei (é ironia) foi de ver o esforço que fizeram para justificar a decisão. Quase se é levado a crer que as renováveis são uma coisa má...


Autor do tópico
Biod
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 374
Registado: segunda mai 08, 2006 12:39 am
Localização: Cascais
Estado: Desligado

Re: Nova legislação para autoconsumo

Mensagem por Biod » quarta mar 18, 2020 2:31 pm

SENTIDO GERAL DOS COMENTÁRIOS RECEBIDOS NA CONSULTA PÚBLICA
Vários contributos em nome individual sugeriram esquemas de incentivo à modalidade de autoconsumo baseados no cancelamento aritmético de valores de produção e de consumo efetuados em momentos de tempo diferentes (ao longo do dia, do mês e até de um ano) – um conceito chamado de net metering.
Houve também comentários em defesa da aderência ao princípio do utilizador-pagador, evitando decisões que transfiram custos para os consumidores menos ativos na participação no mercado.
Outros comentários sublinharam a necessidade de clarificar o conceito de proximidade referido no Decreto-Lei n.º 162/2019, com vista ao desenvolvimento de projetos de autoconsumo adequados ao conceito aceite em fase de licenciamento.
fomos nós :mrgreen:


Quintas2
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 710
Registado: terça mar 03, 2015 4:11 pm
Estado: Desligado

Re: Nova legislação para autoconsumo

Mensagem por Quintas2 » quinta mar 19, 2020 7:24 am

Biod Escreveu:
quarta mar 18, 2020 2:31 pm
SENTIDO GERAL DOS COMENTÁRIOS RECEBIDOS NA CONSULTA PÚBLICA
Vários contributos em nome individual sugeriram esquemas de incentivo à modalidade de autoconsumo baseados no cancelamento aritmético de valores de produção e de consumo efetuados em momentos de tempo diferentes (ao longo do dia, do mês e até de um ano) – um conceito chamado de net metering.
Houve também comentários em defesa da aderência ao princípio do utilizador-pagador, evitando decisões que transfiram custos para os consumidores menos ativos na participação no mercado.
Outros comentários sublinharam a necessidade de clarificar o conceito de proximidade referido no Decreto-Lei n.º 162/2019, com vista ao desenvolvimento de projetos de autoconsumo adequados ao conceito aceite em fase de licenciamento.
fomos nós :mrgreen:
Mas esses contributos não foram sequer analisados/discutidos. Na apreciação de outros contributos, a ERSE usa por vezes o argumento de que a sua consideração "levaria a um afastamento das condições presumidas pelo Decreto-Lei n.º 162/2019".
Cumprimentos,
Quintas2

Avatar do Utilizador

rocker_pt
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1883
Registado: sexta ago 22, 2008 10:49 pm
Localização: Vila Nova de Gaia
Estado: Desligado

Re: Nova legislação para autoconsumo

Mensagem por rocker_pt » terça mar 24, 2020 7:52 pm

É ridículo da parte deles dizerem que o autoconsumo usa o "sistema elétrico como armazenamento, sem suportar o respetivo custo". Pois colocamos a energia durante o dia que é mais caro, e vamos buscar a mesma energia à noite que é mais barata.

Estas sumidades não consideram também que o periodo solar corresponde a picos de energia da industria e comércio que tem de ser suportados por centrais térmicas, e o autoconsumo faz diminuir esse uso de fontes não renováveis?

Não entendo a nova legislação. Estão a matar a possibilidade de todos fazermos parte do sistema criando condições para nós gerarmos a nossa propria energia e podermos usa-la:
Vamos colocar paineis nos nossos telhados para gerar energia durante o dia, e perdermos essa energia para a rede? Não obrigado!
À noite, quando chegamos a casa é quando são os consumos domésticos e não podemos usar a energia gerada.

Mas a todos vocês que colaboraram na elaboração da petição e a assinaram, o meu grande agradecimento, pelo menos nós todos juntos tentamos.
VE's: 16 145 km + 147 882km em Predator 60Ah
Mais de 160.000km em VE!

Responder

Voltar para “Autoconsumo”