DB Outlander PHEV Instyle de APHenriques

Local ideal para diário de bordo dos automóveis eléctrico




Autor do tópico
APHenriques
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 104
Registado: domingo nov 06, 2016 11:19 am
Estado: Desligado

DB Outlander PHEV Instyle de APHenriques

Mensagem por APHenriques » domingo set 29, 2019 10:08 am

Como sempre faço, com a aquisição de um novo veiculo, consulto e registo-me num forum relacionado com a marca e modelo.
Só que, neste caso, faz todo o sentido transcrever para este forum o DB.
Mesmo porque no outro forum a visibilidade a possiveis interessados é muito reduzida e não existem assim tantos DB's sobre o modelo.
Essa falta de informação sobre este modelo, deixou-me algumas duvidas e implicou alguns custos que posso agora evitar a outros interessados no modelo.

Começo por transcrever para aqui as partes mais importantes do que escrevi no outro forum com as datas em que foram escritos.

data: 19-05-2019

Este é o meu 16º carro, mas o primeiro Mitsubishi.
Sou um recém chegado a Marca.
Foto1.jpg
Foto1.jpg (58.82 KiB) Visto 335 vezes
Trata-se de Um Outlander PHEV Instyle, branco, na última versão com motor 2360cc.
Vários carros estiveram em analise. O objetivo era substituir 2 carros, reduzindo custos e impacto ambiental.
Um deles era um monovolume diesel, usado essencialmente para deslocações longas e por vezes rebocando. Para que o custo fosse inferior, não seria difícil, porque os consumos rondavam 8,5 litros e gasóleo.
Já o outro substituído é o carro do dia a dia, um Toyota Prius 2G, bem mais difícil de bater nos consumos.
O Outlander a gasolina versão Kaiteki com CVT chegou a ser ponderado, mas condicionado a uma adaptação a GPL. Mas alterar um carro em garantia não é algo que me deixe particularmente descansado.

Neste momento, duas semanas de utilização normal, posso dizer que a redução dos consumos é uma realidade. Carrego durante a noite, e durante o dia algumas vezes, mas no uso diário praticamente não há consumo de gasolina. Nas viagens longas, usa gasolina após gastar a bateria, mas ainda não tenho consumos suficientes para apontar uma média...
Mas já confirmei que é possível mesmo sem carregamentos, ou seja, funcionando como um híbrido, fazer consumos muito próximos ao Prius... naturalmente que as cargas externas é que lhe dão vantagem.

O carro vem com um carregador para tomada doméstica de 10A.
Para carregar nos postos públicos PCN é necessário adquirir um cabo "Tipo 2 - Tipo 1". Carregando a 16A. Até agora só o fiz uma vez.
É possível carregar nos postos rápidos PCR, mas não o pretendo fazer mesmo quando em viagens grandes. As cargas rápidas, na minha opinião, provocam ou "desgaste" mais elevado nas baterias. O manual do carro adverte para isso mesmo.

Para já estou muito satisfeito com o carro... acho que fiz a escolha certa.
Uma das coisas que gostei particularmente é do cruise control adaptativo, pois faço algumas viagens longas de AE. Funciona muito bem. E não só pode ser usado em situações de transito intenso como aumenta significativamente a segurança.

Há muito mais a dizer... com tempo vou partilhando aqui.
Sintam-se a vontade para colocar questões... responderei ao que souber com todo o gosto.



Autor do tópico
APHenriques
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 104
Registado: domingo nov 06, 2016 11:19 am
Estado: Desligado

Re: DB Outlander PHEV Instyle de APHenriques

Mensagem por APHenriques » domingo set 29, 2019 10:25 am

Data em que foi escrito: 21-05-2019

O meu custo em combustíveis mensal aproximava-se dos 300 euros... isto sendo já um hibrido para o dia a dia e um monovolume diesel para algumas viagens mais longas. O tal dos 8,5 l/100 de média.
No híbrido andava pelos 5,2 a 5,4 l/100.
Devo acrescentar que na minha utilização, com a minha condução, nos percursos diários, o híbrido tinha um consumo 30% inferior a um outro carro equivalente.
Também já verifiquei que o Outlander PHEV, sendo usado como um híbrido normal (não plug-in) tem um consumo muito semelhante, apesar de ser mais pesado.... mas o meu hibrido anterior era um Toyota Prius da segunda geração. Um novo da quarta geração ou um novo Corolla consegue melhor, naturalmente. Mas comparando o Outlander com o novo Toyota RAV4, como um simples híbrido, o Outlander não perde muito em eficiência.
Também devo dizer que tenho uma condução que aproveita as características desta tecnologia. A forma como se usa o acelerador e o travão ou as patilhas do nível de regeneração, tem grandes implicações... mas é bastante intuitivo, e não implica andar mais lento mas sim aquilo que os pilotos de pista chamam "formula finess". Suavidade é a palavra chave.
No entanto não abdico de nada... o ar condicionado anda sempre ligado o ano todo... e isso tem sempre custos energéticos.

A grande vantagem do PHEV está nos carregamentos de energia da rede.
Eu tenho a possibilidade de carregar em casa todas as noites na tarifa económica. Alguns dias faço carregamentos também durante o dia em casa nas horas de mais sol... tenho painéis... não dá para tudo, obviamente, mas permite baixar o custo diurno ao nível do noturno bi-horário.
Em qualquer dos casos é sempre mais barato que a gasolina.
O carro tem 4 modos de funcionamento:
EV - funciona exclusivamente a bateria até gastar por completo.
Normal - funciona EV enquanto tiver bateria, mas em momentos em que precise de mais força, ou em velocidades mais elevadas em AE liga a gasolina, mas volta a EV logo que possível. Este é o modo melhor... a gestão é automática e bastante eficiente.
SAVE - Neste modo ele mantém a carga. Usa a energia da bateria, mas tenta manter a carga. Funciona como um hibrido normal, Mas permite guardar a energia para quando depois de um percurso de AE chegamos a cidade ou a estradas regionais e temos energia para circular em EV.
Charge: - é como o anterior com a diferença de carregar a bateria.... Pode ser util durante longos percursos de AE "atestar a bateria. Se não tivermos forma de carregar no destino.
Depois ainda tem o Sport... mas lá se vai a suavidade! Na prática os motores eletricos reagem a bruta e a regeneração está no nivel máximo.... acho uma parvoíce num carro destes. Mas serve para os "jornalistas" da especialidade exibirem os seus "dotes de piloto" e falarem de resposta do acelerador e "direção comunicativa" e outros chavões.... como se andássemos todos a fazer rally nas estradas.

Ainda não tive possibilidade de analisar estes dois ultimos modos na prática... mas as viagens longas estão para breve... e partilharei aqui a experiência nas próximas semanas.

De manha chego ao carro e vejo uma autonomia EV que varia entre os 42 e os 47 km... depende certamente de cálculos do consumo do dia anterior. Faço 4 kms e vejo desaparecer uns 10 kms... sempre a subir com o ar condicionado a climatizar. Faço uma paragem para deixar as crianças na escola e depois faço os 4 kms a descer e recupero 2... o resultado são os 8 kms de consumo e que corresponde a realidade.
A autonomia deve ser considerada do ponto A ao ponto B... e do ponto B ao ponto A. nesse sentido... faz facilmente 20 para lá e 20 para cá. e dá os 40 aproximados ...
No caso de 100 kms... 50 para lá e 50 para cá. Eu diria que, sem grande rigor, pois depende de muitas variáveis, em relação a um carro normal, a economia rondará facilmente os 70%. Mas nesse caso um EV puro talvez senha uma melhor opção.
Na verdade já fiz por dia mais de 100 kms saindo com carga e no final deu-me mais de 80% em EV. É que mesmo sem carga o sistema tem uma reserva e só liga a gasolina nas subidas ou em momentos de maior esforço.

O carro tem dois motores elétricos. um em cada eixo. Não é um verdadeiro tração às 4 mas na pratica em cada momento, cada roda faz a força ou regeneração necessária a garantir a máxima aderência e estabilidade.
Pela minha experiencia em TT diria que é preciso ser mesmo muito "bronco" para fazer este carro perder a aderência.

De resto ainda tenho muita coisa para estudar


Data em que foi escrito: 26-05-2019

Mais duas coisas para partilhar com base na viagem Ericeira - Portimão e retorno.

1º Barras

Montei no carro as barras de tejadilho da Mitsubishi... Na verdade são barras da Thule produzidas para a Mitsubishi na versão Wingbar. O que me deu confiança suficiente para as encomendar. São mesmo muito boas como seria de esperar.
Existem nas barras longitudinais umas marcas para colocar os suportes. Respeitar estas posições é extremamente importante. E neste caso deu para verificar que as barras são muito silenciosas.
É um assunto que conheço bem... não interessa entrar em pormenores. Apenas, para quem não sabe, grande parte do ruído resulta da turbulência provocada pela barra da frente, na barra de trás. Neste caso a barra da frente ficou muito suja de insetos enquanto a de trás ficou praticamente limpa. Sinal de que o ar foi bem defletido pela da frente.
Na prática, estas barras não incomodam na AE...

2º Consumos
Uma das principais duvidas sobre estes carros é o consumo. Não o comprei por causa disso, obviamente. Costumo dizer que se o consumo e a economia fossem os fatores principais na escolha de um automóvel, o Dacia Sandero a GPL seria a melhor opção. É mesmo por isso que temos um na família.

Saí da Ericeira (proximidades) com a bateria carregada. (42kms autonomia). Optei por deixar o carro em modo "Normal" fazendo ele toda a gestão.
AE com o cruise control nos 125 (corresponde a 121 kms/h reais verificados com GPS independente)
Chegou ao alto de Montachique com 5 kms ainda de autonomia e um consumo de gasolina médio de 0,2 l/100. Depois regenerou alguma energia na descida e entrou na Vasco da Gama com 2 kms de autonomia. A partir dai entrou a gasolina de forma mais frequente em modo híbrido normal.
Chegou a Portimão com, 3 horas certas, 330 kms reais (324 no odômetro), média de 7,1 l/100.
Consumo real medido na bomba com os kms do odometro: 6,9 l/100.

Não tive possibilidade de carregar... mesmo porque não é minha intenção parar na AE nos postos rápidos ou fazer qualquer desvio ou paragem por causa da carga de baterias. Por isso comprei um Plug in EV e não um puro EV.
Fiz mais 100 kms de AE em que usei a função de carga. Como não tenho forma ainda de carregar no destino, vou experimentar da próxima vez usar o modo de carga para chegar com autonomia EV para as voltinhas...
Parece-me que compensa na AE carregar a bateria. O aumento de consumo é pequeno.

No regresso, com vento contra, 35 graus no meio do Alentejo, com o AC nos 22, partindo sem carga em modo Normal. O consumo médio na chegada ao destino foi de 10,1 l/100. Mas o real na bomba 9,5 l/100
É o primeiro carro que tenho que o computador de bordo marca mais que o real.

Em próximas viagens experimento algo diferente.

Para já o consumo médio dos primeiros 2730 kms está nos 5,24 l/100... com alguma energia elétrica externa. Cerca de 30 Euros.

Uma coisa muito boa para estas viagens é o cruise control deste carro. Permite fazer toda a viagem, mesmo com mais transito ( especialmente com mais transito) sem tocar nos pedais.
Fiz a viagem de regresso com CC nos 130 (125 real) respeitando os limites de velocidade apenas com os comandos do volante quando necessário. a distancia dos outros carros é mantida automaticamente.
Isto permite dedicar mais atenção aos retrovisores por causa dos "aceleras"...


Autor do tópico
APHenriques
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 104
Registado: domingo nov 06, 2016 11:19 am
Estado: Desligado

Re: DB Outlander PHEV Instyle de APHenriques

Mensagem por APHenriques » domingo set 29, 2019 10:29 am

Data em que foi escrito: 3-06-2019

Final do mês, Uma atualização de consumos após 3500 kms... Com algumas viagens longas em AE.
Custo por cada 100 kms em gasolina e eletricidade: 8,95 euros.

Uma informação importante:
Em algumas pesquisas que fiz pela net percebi que há alguma confusão relativamente a classificação nas portagens do Outlander PHEV.
Eu próprio, apesar de conhecer bem a Lei sobre o assunto, fiquei confuso... tive de esclarecer o assunto por conta própria, não sem antes cometer um erro.
Sem grandes pormenor é assim:

"Todos" os Outlander a partir de 2016 são classe 2 mas beneficiam de tarifa especial "Classe 1" quando equipados com Via Verde. Usam a exceção criada para os monovolumes. Existe uma lista do IMT com todos os veículos que cumprem e que não cumprem os requisitos. Não há nesta lista nenhum Outlander que esteja nos que "não cumprem".
No entanto o PHEV não consta de nenhuma parte desta lista. Daqui a confusão. O carro tem 2 eixos motores, como tal não pode beneficiar da tarifa especial. Deveria estar nos que não cumprem. Mas não está. Isto porque esta lista é só para veículos com altura (no eixo da frente ) a partir de 110cm. E pelas minhas medidas o carro terá +/- 108cm. O seja, é um veiculo Classe 1 puro. E neste caso é absolutamente indiferente se tem ou não tração às 4 rodas.

Este modelo teve uma pequena alteração da suspensão para Portugal. O que implica um certificado da marca especifico para cada carro.

Assim:
Nas portagens com portageiro, este fica na dúvida, porque o modelo não consta das listas e cobra classe 2 a não ser que se apresente o certificado...
Nas portagens de pagamento automático, o carro é medido e a máquina cobra classe 1. Embora, como a medida está no limite, alguma oscilação da suspensão pode acusar classe 2.
Com Via Verde deve-se instalar um identificador "classe 1" e nunca um "classe 2" para usar a exceção. Para isso é necessário apresentar o certificado das medidas...

Atenção que, carros importados serão à partida classe 2 sempre. Mas pode-se fazer a alteração mecânica e pedir a certificação das medidas... desconheço os custos.

Fica a explicação....


Autor do tópico
APHenriques
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 104
Registado: domingo nov 06, 2016 11:19 am
Estado: Desligado

Re: DB Outlander PHEV Instyle de APHenriques

Mensagem por APHenriques » domingo set 29, 2019 10:34 am

Data em que foi escrito: 3-06-2019

Aos poucos vou descobrindo coisas... isto porque não tenho paciência para ler todo o manual.
O manual do meu Mercedes com 37 anos não chega a 100 páginas... Já deste... ultrapassa as mil.

Quando estiverem próximo de um carro destes não estranhem aparecer mais uma rede wifi. O carro tem um Acess Point próprio.
Uma das utilidades é aceder ao carro através de smartfone para configurações ou, aquilo que passei a usar mais, controlar o estado da carga elétrica, dentro de casa com o carro no pátio.
Também útil poderá ser a ativação da climatização antes de sair de casa. Uma função que irei usar de certeza no próximo inverno, antes de sair e meter os miúdos no carro.

Sobre o carregamento da bateria.
Nos primeiros dias, por ignorância, usei um plug do sistema redy para fazer de temporizador de carga. Depois vi que o carro tem temporizador próprio. É muito prático. Basta deixar ligado para carga... esta inicia-se à hora marcada. Se quiser ativar a carga de imediato, o comando tem um botão para anular o temporizador no momento, voltando ao normal na próxima ligação.
Mantenho o Plug Redy para registo de consumos, mas também isso o carro faz.

Após um mês, tenho de admitir que já não tenho paciência para motores diesel, caixas manuais (ou mesmo automáticas tradicionais)... fumos, barulhos, lentidão. Depois de já ter despachado os outros, o meu último clássico procura novo dono. Alguém que queira reviver o passado...
E nem me refiro ao software. Sendo eu de informática, não me fascinam particularmente as funções de software. Nesse aspeto muito mais e melhor se pode fazer. O que realmente já não suporto é fumos e barulho. E a resposta dos motores elétricos é viciante.

Nunca fui um fã da Mitsubishi. Mas estou fã deste carro.


Autor do tópico
APHenriques
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 104
Registado: domingo nov 06, 2016 11:19 am
Estado: Desligado

Re: DB Outlander PHEV Instyle de APHenriques

Mensagem por APHenriques » domingo set 29, 2019 10:45 am

Data em que foi escrito: 04-06-2019

Eu sou da opinião (desde os anos 80, quando o assunto era desconhecido de 99% das pessoas) de que a motricidade deve ser elétrica. Esperava-se uma evolução das baterias que ainda não aconteceu.
Atualmente, tenho criticado os EVs atuais e a atitude dos fabricantes, de tal modo que os adeptos recentes dos mesmos, ficam muito chateados.

Para mim, um EV ainda não é a melhor opção. Acho absurdo transportar uma bateria enorme e pesada, depois os tempos de carregamento e a dependência de uma rede publica muito limitada. Depois os preços absurdos dos EVs.
Não quer dizer que para muita gente não seja uma boa opção.

Antes de comprar o Outlander PHEV, estive para comprar o Kaiteki. A diferença de preço é significativa. E tem a simplicidade de condução semelhante, graças a CVT... Por cá já não há paciência para caixas manuais ou automáticas tradicionais.
Obviamente que o consumo nunca seria abaixo de 7 litros. Na pratica, na utilização que o meu carro tem dificilmente abaixo de 8 litros. E estamos a falar de um carro com tecnologia moderna e com um peso reduzido para as dimensões que tem.
O ideal seria a adaptação a GPL. Com injecção liquida, possivelmente não passaria dos 9 litros. Na prática um custo entre 5 a 6 euros por cada 100 kms.
Na pratica, mais barato a partida, com o GPL seria mais económico no dia a dia, sem o "trabalho" de ligar a tomada e sem preocupações com a bateria... embora converter antes do final da garantia não é opção para mim.

Obviamente que as versões a gasóleo já não são opção para mim há muito tempo. Carros mais caros, diferença de consumo insignificante e uma utilização muito prejudicial para os filtros de partículas com os inevitáveis custos económicos e ambientais.
Obviamente que circular sem filtro de partículas é inaceitável para mim. É crime. E deveria ser punido severamente. Eu próprio questionei por escrito todos os Partidos com assento parlamentar sobre a lei comunitária que deveria estar aplicada em Portugal. Todos demonstraram preocupação, alguns até surpresa, mas todos esbarraram num regulamento que está há muitos meses para ser feito... Obviamente que falta coragem de aplicar a Lei em ano de eleições.
Para quem quiser saber mais sobre o assunto, passou ontem uma excelente reportagem na SIC às 20:45.
Pode-se culpar os nossos governantes, mas a verdade é que eles são o reflexo da ignorância e falta de civismo da população.

Voltando ao PHEV:
A autonomia é aceitável. Ter mais autonomia e mais peso não me parece muito vantajoso. Para quem trabalha num raio de 20 kms de casa é excelente mesmo sem carga no trabalho.
O carro circula a 120 em EV... não é preciso mais que isso. Sou da opinião que todos os carros deveriam estar bloqueados a velocidade legal.
Mas em AE é mais eficiente deixar o sistema decidir em que modo funciona.
A diferença de consumo em relação aos outros, depende de das necessidades de cada um.

Trocar de carro por uma questão de consumos e praticamente sempre um erro. Não foi esse o meu caso. Mas a substituição de dois velhos por um novo... e o custo global não foi o fator decisivo. A escolha de um carro é mais emocional que racional.

Não faço nem paragens nem desvios para carregar o carro em locais públicos. Os que fiz até agora foram até mais cómodos que o estacionamento normal.

Em casa, depois de ter colocado uma simples tomada num local mais apropriado, o trabalho que dá ligar é insignificante. De manha retirar a ficha do carro e colocar no suporte e fechar a porta. Com uma mão, passaram 5 segundos. No final do dia o processo inverso e o mesmo tempo. O temporizador está programado no carro. Inicia automaticamente às 1:00... termina na carga completa por volta das 6:00. Carregamento a 10 amperes. Já tinha bi-horário. Também não alterei potencia. Já tinha 30 amperes. Toda a energia de casa é elétrica. Não uso gás em casa.

Nos dias com mais deslocações durante a manha, faço um carregamento em casa a meio do dia. Tenho 3 amperes de energia solar e normalmente 2 estão a ser injetados na rede sem qualquer beneficio para mim durante grande parte do tempo. Assim fico com o carregamento diurno praticamente ao preço do norturno. e em qualquer dos casos é sempre melhor que o custo em gasolina.

Na pratica, sair do meu pátio implica umas manobras... a diferença entre fazê-lo com um híbrido ou com um carro tradicional é significativa... compensa bem os 5 segundos de volta da ficha.


Autor do tópico
APHenriques
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 104
Registado: domingo nov 06, 2016 11:19 am
Estado: Desligado

Re: DB Outlander PHEV Instyle de APHenriques

Mensagem por APHenriques » domingo set 29, 2019 10:51 am

Data em que foi escrito: 6-06-2019

Aos poucos vou descobrindo coisas no carro que me parecem interessantes partilhar com algum atual ou futuro condutor.

Obviamente que não tenho nem terei nada para partilhar de TT, pois este carro é apenas um SUV. com tração às 4 rodas, preparado para circular em terrenos extremamente escorregadios, mas não para circular em locais com desníveis acentuados, cruzamento de eixos extremos, etc
Não é um Pajero nem um Land Rover. Isso mesmo está bem explicito no manual.
Na parte inferior do carro estão as baterias... suficientemente protegidas para utilização normal. O tubo de escape também está demasiado exposto numa posição mais lateral.

Uma característica muito util:
O carro emite um som quando em movimento elétrico abaixo dos 35 km/h.
Um problema chato que tinha com o Prius antigo era o silêncio total quando andava em ruas com peões. As pessoas caminhavam calmamente pelas ruas sem perceber que tinham um carro atrás... e usar a buzina não era agradável.
Este emite um som artificial, mas numa frequência bem estudada. Não incomoda nada. Sem qualquer comparação com o matraquear irritante dos motores de combustão. Facilmente identificável como sendo de um carro elétrico, graças ao cinema de ficção cientifica (anos 80 e 90) que atribuía aos carros do futuro um som semelhante. Perfeitamente audível a uma distancia considerável. Mas quase não se houve dentro do carro com os vidros fechados... Existe um botão que desliga este som artificial e como é óbvio o carro fica totalmente silencioso. Mas isto é para estar sempre ligado.
Ontem, enquanto ligava o cabo de carregamento num canto dum parque subterrâneo fechado, com vários fumarentos a passar por perto, ouvi o som ao longe... a mais de 60 metros, estava um Outlander PHEV a estacionar.

Outra descoberta interessante:
Já conduzi alguns carros tradicionais com função "eco" ... não gostei. Basicamente reduzem a potência em motores já de si limitados.
O PHEV tem uma função "Eco"... usei uma vez mas desisti pois verifiquei que perdeu muita eficiência do ar condicionado. Mas não notei que o corte de potência fosse problema. Mas sem AC nem pensar.
Entretanto com o smartfone, acedendo as definições do carro, vi que este botão pode funcionar em dois modos. De origem, desliga o AC. Mas tem um modo "confort". em que o AC funciona normalmente.
O corte de potencia não incomoda nada. A potência está sempre lá, apenas o acelerador ficar mais suave. Na prática torna a condução mais tranquila, filtrando movimentos mais nervosos.
Ainda não sei em quanto se traduz a economia neste modo... pareceu-me que a economia é de forma global. Ou seja, liga o motor a gasolina mais frequentemente em baixa rotação para poupar também a carga elétrica.
Uma coisa que vou testando, para ver se justifica dar um toque adicional num botão quando se liga o carro.


Autor do tópico
APHenriques
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 104
Registado: domingo nov 06, 2016 11:19 am
Estado: Desligado

Re: DB Outlander PHEV Instyle de APHenriques

Mensagem por APHenriques » domingo set 29, 2019 10:55 am

Data em que foi escrito: 18-06-2019

Ainda sobre portagens:
O chato no PHEV é que quem compra o carro novo, só tem o cartão classe 1 ao fim de 2 a 3 semanas após a matricula.
E na duvida os portageiros cobram sempre classe 2.
Também é ridículo que o cartão só tenha validade de 5 anos. Será que o carro cresce com a idade?

Uma solução, para as primeiras semanas do carro é passar nos portageiros automáticos. Nessas existem os sensores que medem o carro e cobram classe 1.

Entretanto, tive de deixar o carro um dia no concessionário para instalar uns acessórios e foi me emprestado um pequenino Space Star.
Deu para comparar consumos na minha utilização normal diária. E segundo o CB o consumo andou ligeiramente acima dos 6 litros.

A alguns meses atrás andei também com um Toyota Yaris hibrido. Um pouco maior de interior, mais caro mas com um consumo 2 litros abaixo. E claro, com a facilidade de condução de um verdadeiro híbrido.

Entre os dois está o consumo do pesado Outlander PHEV.


Autor do tópico
APHenriques
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 104
Registado: domingo nov 06, 2016 11:19 am
Estado: Desligado

Re: DB Outlander PHEV Instyle de APHenriques

Mensagem por APHenriques » domingo set 29, 2019 10:58 am

Data em que foi escrito: 9-07-2019

Ao procurar no google sobre o Outlander PHEV, aparece sempre questões e comentários sobre supostos consumos brutais do PHEV após gastar a carga das baterias.
A grande maioria são comentários no facebook, local onde muita gente gosta de expor a sua ignorância na forma de critica depreciativa... às quais não respondo, obviamente.

Mas para quem quiser saber, aqui fica mais uma partilha.

Um dia da semana passada, ao chegar tarde, esqueci de ligar o carro a tomada. No dia seguinte tinha +/- 350 kms para fazer e baterias totalmente descarregadas. Sendo 120kms de AE e o restante cidade (Lisboa e Torres Vedras) e estradas nacionais. Sem tempo nem paciência para cargas...

No final do dia o CB (pessimista) marcava 7,2 l/100. Acredito que o real foi 7.0 l/100.
Também acredito que dificilmente o minúsculo Spacestar teria feito melhor.

Data em que foi escrito: 15-08-2019 (Greve dos camionistas)
Em época de férias e de falta de combustíveis nas bombas, o plug in cá de casa tem andado todos os dias, mas desde o dia 2 deste mês, com um abastecimento após uma viagem grande, mantém-se atestado e sem qualquer consumo de combustível.
Os 40 kms de autonomia EV por carga tem sido suficientes... menos um problema.


Autor do tópico
APHenriques
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 104
Registado: domingo nov 06, 2016 11:19 am
Estado: Desligado

Re: DB Outlander PHEV Instyle de APHenriques

Mensagem por APHenriques » domingo set 29, 2019 11:05 am

Data em que foi escrito: 7-09-2019

Mais uma rápida atualização.
Considerando um consumo elétrico que é exato em kWh, mas com um custo médio estimado e que me parece pessimista de 14 centimos por kwh, o consumo em dinheiro é o seguinte:
8,40 euros por cada 100 kms.
Sendo 7,24 € de gasolina e 1,16€ de eletricidade.

Data em que doi escrito: 10-09-2019

Uma atualização:

Revisão dos 20 mil kms (1ª revisão)
Com o valor de 195,88 euros. No concessionário Vesauto em Torres Vedras. A quem agradeço o profissionalismo e a simpatia.

O preço do óleo, como sempre é elevado (86.35 euros por 5 litros), mas mesmo assim abaixo dos preços praticados por outras marcas.

O preço total parece-me aceitável, mesmo porque incluiu limpeza e lavagem.

Data em que foi escrito: 20-09-2019

Mas o preço inclui uma coisa que não devia ter comprado....

O Filtro do Habitáculo.
O filtro colocado é um vulgar filtro de papel, que pouco mais faz que reter lixo e poeiras... e pelo qual paguei 22,68 euros.
Não volta a acontecer. Nada implica com garantias ou motor, por isso já encomendei online um filtro decente.

Para quem se preocupa com o ar que respira nas nossas estradas ainda repletas de fumarentos, sugiro este:

https://catalog.mann-filter.com/EU/s...culo/FP%202141

Mais barato que o filtro de papel do concessionário...


Autor do tópico
APHenriques
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 104
Registado: domingo nov 06, 2016 11:19 am
Estado: Desligado

Re: DB Outlander PHEV Instyle de APHenriques

Mensagem por APHenriques » domingo set 29, 2019 11:09 am

Aqui termina a transcrição do outro forum, ficando em tempo real

Mais uma atualização do DB.

Neste momento o consumo médio está nos 4,92 l/100. Com um custo de gasolina e eletricidade de 7,62 euros por cada 100 kms. Isto nos primeiros 13 mil kms.
Embora a energia carregada no carro seja medida com exatidão pelo carro, o valor de kwh é estimado (0,14€), pois inclui carregamentos noturnos, diurnos (parcialmente solar) e alguns poucos gratuitos em PCN.
Este consumo deve-se essencialmente às deslocações longas de AE, uma vez que no dia a dia anda 95% em EV.

Continuo sem nunca ter feito um carregamento rápido. Farei para experimentar quando for oportuno.
Por norma não paro nas AE's. Tudo nas áreas de serviço é mais caro.
Nestes carros não vejo qualquer vantagem em parar para recarregar na AE. Implicaria parar em todas as áreas para fazer um carregamento e seguir em EV. Não se justifica.

A experiência com os PCN não tem sido das melhores. Nos espaços comerciais a vantagem é que deixamos a carregar durante as compras. Como a carga completa leva pouco mais de 3 horas. Aproximadamente 13 kms por hora. Dá para obter alguma carga sem ter de interromper as compras para retirar o carro do posto.
Isto só é útil se no momento da chegada houver um posto disponível... o que raramente acontece.
Já apanhei de tudo.
No Ikea do Algarve sempre consegui carregar, apesar de ter menos postos. Mas no de Loures, que visito com muito mais frequência, nunca consegui. Normalmente, sempre ocupado por carros de pessoas que nem vão às compras, apenas ficam a espera da carga. Ou carros já carregados que ficam lá a ocupar o posto, ou algum fumarento lá estacionado, para desespero de alguns EVs a espera.

Talvez fosse bom o Ikea reservar alguns postos para os verdadeiros clientes, em vez de estar a dar energia gratuitamente aos TVDE's.

Também já deixei algumas sugestões em outros shopping para deixarem os EV's carregar em tomadas normais de 10A ou de 16A que já existem nesses parques. Sem implicar novos e caros sistemas de carga, apenas a energia consumida, seria uma mais valia para os clientes.
O Outlander carrega 8 kms por hora com o carregador dele de 10 A.

Se tivesse sempre possibilidade de carregar fora de casa conseguiria certamente uma redução no consumo de gasolina.

Avatar do Utilizador

t3lmo
Moderador
Moderador
Mensagens: 2346
Registado: sábado nov 12, 2011 10:35 pm
Localização: Sintra
Estado: Desligado

Re: DB Outlander PHEV Instyle de APHenriques

Mensagem por t3lmo » domingo set 29, 2019 10:01 pm

Bem vindo e bom resumo de diário do PHEV. Parabéns pela opção!

Mais dúvidas especificas e relatos tens também o grupo https://www.facebook.com/groups/outlanderphev/
e·carga   ekoway ML5000 Dez-2011 · 34.333km
             Outlander PHEV Dez-2014 · 65.000km
             Bmw C Evolution Set-2015 · 55.000km
             Peugeot iOn Jan-2017 · 40.000km


jmlflorencio
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1660
Registado: segunda jan 26, 2015 1:05 am
Estado: Desligado

Re: DB Outlander PHEV Instyle de APHenriques

Mensagem por jmlflorencio » domingo set 29, 2019 11:06 pm

Parabéns pela compra, e obrigado pela partilha.

Bons km com o Outlander!


Autor do tópico
APHenriques
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 104
Registado: domingo nov 06, 2016 11:19 am
Estado: Desligado

Re: DB Outlander PHEV Instyle de APHenriques

Mensagem por APHenriques » segunda set 30, 2019 11:08 am

Obrigado... (Y)

Não sou grande utilizador do facebook, mas já fiz o pedido para aderir ao grupo. Obrigado @t3lmo

Avatar do Utilizador

serges
Administrador
Administrador
Mensagens: 15211
Registado: quinta mar 09, 2006 7:15 pm
Localização: Amadora
Estado: Desligado

Re: DB Outlander PHEV Instyle de APHenriques

Mensagem por serges » terça out 01, 2019 4:27 pm

Muito bem o meu muito obrigado por enorme Diário de bordo carregado de informação tão importante para este veiculo.

Parabéns pela escolha foi decerto a acertada pelo que transcreve sobre o uso do mesmo e será por muitos e bons kms.

Obrigado
40595 a bordo de uma Vectrix.
Procuro pontos de carga para veículos eléctricos, contacte-me! 915001177
Mapa dos pontos de carga


Autor do tópico
APHenriques
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 104
Registado: domingo nov 06, 2016 11:19 am
Estado: Desligado

Re: DB Outlander PHEV Instyle de APHenriques

Mensagem por APHenriques » quarta out 02, 2019 2:06 pm

@serges, eu é que agradeço pela simpatia e pelo trabalho realizado neste forum.
Tenho todo o gosto em partilhar alguma coisa que possa ser útil a alguém
Obrigado.


Autor do tópico
APHenriques
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 104
Registado: domingo nov 06, 2016 11:19 am
Estado: Desligado

Re: DB Outlander PHEV Instyle de APHenriques

Mensagem por APHenriques » sexta out 11, 2019 2:56 pm

Depois de 2000 kms com o novo filtro do habitáculo que referi mais acima, posso dizer que o resultado é excelente.
Eu sabia que o filtro era muito bom, mas a minha duvida era se entraria muito ar sem passar pelo filtro.
Passo frequentemente junto a uma ETAR muito mal cheirosa. Agora nem preciso alterar para recirculação. Não sinto qualquer cheiro...
Também os fumos dos motores de 2 tempos e dos fumarentos a diesel não se sente dentro do carro. Não sei é se consegue também segurar as micropartículas dos diesel.
Este carro não tem um sistema antibateriano ativo como os Lexus, por exemplo, mas supostamente este filtro também é antibacteriano.
Seja como for, para já o resultado é muito bom.

Entretanto, sem viagens longas nem AE, a média de combustível dos últimos 1500 kms anda em +/- 1 litro/100.


Autor do tópico
APHenriques
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 104
Registado: domingo nov 06, 2016 11:19 am
Estado: Desligado

Re: DB Outlander PHEV Instyle de APHenriques

Mensagem por APHenriques » domingo out 13, 2019 3:58 pm

Hoje foi dia de fazer uma pequena verificação de pneus
São Yokohama na medida 225/55 R18 98H
Pressão igual em todas as rodas 2,4 bar.
Ao fim de 23185 kms todos os pneus estão com rasto acima de 5,5 mm (medidos na lateral e centro)
A diferença média entre a frente e a traseira é de apenas 0,7 mm.
Para já estou bastante satisfeito com estes pneus e também está demonstrada o excelente equilíbrio do carro.
Para já não se justifica rodar a posição das rodas.

Avatar do Utilizador

pemifer
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 586
Registado: sexta fev 12, 2016 2:57 pm
Localização: Lisboa
Estado: Desligado

Re: DB Outlander PHEV Instyle de APHenriques

Mensagem por pemifer » domingo out 13, 2019 8:33 pm

Não gosto de híbridos mas este e o Ampera são os menos maus, para mim.
Já cheguei a recomendar esses 2 a pessoas cuja a vida não dá para um elétrico.
Parabéns pelo DB que sigo com interesse.

Avatar do Utilizador

becosemsaida
Membro
Membro
Mensagens: 9
Registado: terça set 17, 2019 12:10 pm
Estado: Desligado

Re: DB Outlander PHEV Instyle de APHenriques

Mensagem por becosemsaida » domingo out 13, 2019 10:31 pm

APHenriques Escreveu:
domingo out 13, 2019 3:58 pm
Hoje foi dia de fazer uma pequena verificação de pneus
São Yokohama na medida 225/55 R18 98H
Pressão igual em todas as rodas 2,4 bar.
Ao fim de 23185 kms todos os pneus estão com rasto acima de 5,5 mm (medidos na lateral e centro)
A diferença média entre a frente e a traseira é de apenas 0,7 mm.
Para já estou bastante satisfeito com estes pneus e também está demonstrada o excelente equilíbrio do carro.
Para já não se justifica rodar a posição das rodas.
Embora a generalidade so olha para pneus de "marca" que nem sempre justificam o seu preco ha marcas pouco conhecidas que sao tao bons ou melhores. Tive Yokohama e todos disseram que era maluco, duraram bastante, nunca tive problemas ou sentir inseguro. Neste momento estou virado para Falken, mais uma marca que ninguem aconselha, mas sao pneus top. Boa aderencia e macios qb. Durabilidade e muito boa, mesmo nos caminhos de cabras por onde pagamos tanto imposto!!!!!

Chinesices de plastico e que nao, alem de convidar para uma visita ao bate-chapas, ou pior, nao inspiram confianca nenhuma. Felizmente uma rapida consulta no nosso amigo WWW explica muita coisa.

Beco
Prazer de conducao e ir pelo caminho mais longo para chegar ao destino.....


Autor do tópico
APHenriques
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 104
Registado: domingo nov 06, 2016 11:19 am
Estado: Desligado

Re: DB Outlander PHEV Instyle de APHenriques

Mensagem por APHenriques » segunda out 14, 2019 11:40 am

becosemsaida Escreveu:
domingo out 13, 2019 10:31 pm

Embora a generalidade so olha para pneus de "marca" que nem sempre justificam o seu preco ha marcas pouco conhecidas que sao tao bons ou melhores. Tive Yokohama e todos disseram que era maluco, duraram bastante, nunca tive problemas ou sentir inseguro. Neste momento estou virado para Falken, mais uma marca que ninguem aconselha, mas sao pneus top. Boa aderencia e macios qb. Durabilidade e muito boa, mesmo nos caminhos de cabras por onde pagamos tanto imposto!!!!!

Chinesices de plastico e que nao, alem de convidar para uma visita ao bate-chapas, ou pior, nao inspiram confianca nenhuma. Felizmente uma rapida consulta no nosso amigo WWW explica muita coisa.
Concordo...
A Yokohama é japonês e já com algum prestigio. Mas para mim o prestigio alcançado não chega. É preciso dar provas em cada produto. E por isso, depois de ser fã da Michelin, agora está completamente posta de parte.
Assim como Pirelli, por outras razões.
Mas cada modelo de pneu tem as suas características.
Ultimamente quando substituo tem sido quase sempre Hankook, com excelentes resultados.
Entretanto hoje começou a época da patinagem artística, até a minha porta houve um despiste, mas estes Yokohama são espetaculares. Até ver... :)

Responder

Voltar para “Automóveis”